Como escolher a melhor escola para o seu filho

10 de maio de 2019
Cada escola é um mundo diferente, então você deve escolher em que mundo quer que seu filho aprenda. Por isso, é preciso ter em conta múltiplos fatores para analisar com tempo e dedicação.

Escolher a melhor escola para o seu filho não é simples. Em grande parte, o que aconteça a partir de sua educação escolar definirá como será seu futuro. O leque de opções é amplo e são muitos os fatores a considerar, como o fator econômico, os valores familiares e o que você espera que seu filho aprenda. Por isso, escolher a melhor escola deve ser pensado com muito tempo e cuidado.

Aqui damos algumas dicas das coisas que você deve ter em conta.

Educação pública ou privada?

Educação dos nossos filhos

Esta escolha é muito importante e não somente se limita às possibilidades econômicas. Claro que é importante calcular se você pode arcar com os gastos que representam uma escola privada. Entretanto, atrás desta decisão há outros fatores.

Isso também pode interessar você: Não cometa esses erros quando seu filho começar a escola

Possibilidades de admissão ao escolher a melhor escola

Muitas escolas privadas possuem uma quantidade limitada de vagas, portanto, a matrícula pode ser mais difícil. Se você já decidiu que seu filho vá a uma escola privada, é melhor que comece a fazer os trâmites com antecipação.

As escolas públicas têm a obrigação de admitir a todas as crianças, apesar de que em alguns países e cidades existem restrições com relação à zona de residência do aluno e somente admitem crianças que morem em uma área próxima da escola.

Se esse for o seu caso, então você deve averiguar se as escolas de sua zona satisfazem as suas expectativas, caso contrário, você poderia tentar uma mudança, com os contratempos que isso implicaria.

Currículo da escola

Menina estudando na escola

As matérias, os livros utilizados e os prazos de estudo geralmente são uniformes nas escolas públicas de acordo com o Ministério e as secretarias de educação.

Entretanto, nas escolas privadas nem sempre é assim. Apesar de que devem seguir planos traçados pelo Ministério de Educação, estas diretrizes podem ser mais flexíveis e existe a liberdade de adaptações e modificações.

Averigue bem a oferta educativa da escola antes de tomar uma decisão para saber se seu filho vai aprender o que você espera.

Certificação de professores

Geralmente os professores da rede pública possuem formação e capacitação docente e devem aprovar exames de seleção através de concursos.

Algumas escolas privadas usam o mesmo tipo de critério para a admissão de seus professores. Por outro lado, outras instituições de ensino preferem profissionais ou experts nas matérias pela sua experiência no campo de trabalho. Isso não significa que sejam melhores ou piores. Em qualquer caso, o melhor é perguntar e, se for possível, conhecer alguns dos professores.

Ambiente social

As escolas públicas geralmente são mais diversas, já que admitem alunos praticamente sem filtros. As escolas privadas podem ser mais seletivas pois, além do filtro econômico, algumas restringem pelo gênero ou pela religião.

Tenha em conta que a partir de agora seu filho passará mais tempo com seus colegas de classe que com você e que eles serão uma grande influência na sua vida.

Não deixe de ler também: 5 razões para seu filho não gostar da escola

Educação religiosa ou laica

Escolher entre educação religiosa ou laica

Se você decidiu que seu filho vá a uma escola privada, também deve basear sua decisão nos valores que você quer que ele receba e que tipo de atividades fazem parte do plano escolar.

Se a religião for importante para você, as escolas religiosas transmitem os ensinamentos dos livros sagrados, rituais e outros valores particulares de cada doutrina.

As escolas laicas, públicas e privadas, baseiam-se exclusivamente no acadêmico, apesar de que podem oferecer uma variedade de atividades extracurriculares que, em certas ocasiões, podem incluir religião.

Escolas especializadas

Muitas vezes, o menu das escolas oferece especializações. Isto não quer dizer necessariamente que haja somente um enfoque, mas sim maior ênfase em uma determinada área.

Há escolas que brindam aulas em outro idioma, como inglês, francês ou alemão, escolas especializadas em arte, em ciências, outras com programa esportivo avançado e muitas outras variedades de ensino.

Se você acha que seu filho possui potencial em algumas destas especialidades, talvez deva considerar a escolha de uma escola que o oriente desde cedo para que possa desenvolver suas habilidades.

O que fazer antes de escolher a melhor escola?

O que fazer para escolher a melhor escola

Tomando em conta os fatores anteriores, sempre é aconselhável investigar o mais possível. Estas são algumas das coisas que você pode fazer para tomar a melhor decisão.

  • Consulte as classificações das escolas. Todos os países mantêm um ranking de escolas, elaborado por organismos públicos como o Ministério de Educação ou através de meios privados.
  • Busque pela internet a classificação das escolas para saber como estão catalogadas. Pesquise também nos fóruns e nos blogs. Os comentários de outros pais que já têm filhos nas escolas que interessam você, podem dar uma orientação. Se você os conhecer pessoalmente, melhor ainda. Faça perguntas, mas não tome as suas opiniões como uma última palavra, já que cada experiência pessoal é diferente.

Outros itens importantes no momento de escolher a melhor escola

  • Visite as escolas. Peça uma entrevista com o diretor e com os professores e faça perguntas que possam esclarecer as suas dúvidas. Peça uma visita guiada. Algumas escolas permitem que os pais presenciem algumas aulas para que sintam como funcionam. Pergunte se isso é possível e não deixe de fazê-lo.
  • Participe das reuniões de orientação. A maioria das escolas organizam eventos para explicar seu funcionamento, características e condições aos potenciais novos alunos. Presencie, faça anotações e perguntas.
  • Visite a escola com seu filho. A opinião dele também é importante. Faça uma visita ao colégio com seu filho e observe como ele reage. É provável que se sinta um pouco intimidado, pois é uma experiência nova, mas suas impressões e reações podem ajudar você a tomar uma decisão. Ele pode ajudar também a escolher a melhor escola.

O mais importante é iniciar o processo de seleção vários meses antes do início do período de matrícula. Escolher a melhor escola é um trabalho que requer tempo e análise. Se você deixar isso para a última hora, as opções ficarão reduzidas e terá que se conformar com o que estiver disponível.

Este artigo foi útil pra você? Então continue conosco porque temos mais dicas pra você e sua família.