Perguntas aos professores de nossos filhos

25 de fevereiro de 2019
A educação das crianças começa em casa e continua na escola. Uma boa comunicação com os professores de nossos filhos é uma grande forma de apoiar o processo de formação.

Nossas crianças passam boa parte do dia na escola. A boa comunicação que tivermos com os professores é fundamental para apoiar e fortalecer seu processo de aprendizado.

Confira quais são as perguntas que deverá fazer para os professores de seus filhos.

As 8 perguntas chaves para os professores de nossos filhos

Sem dúvida alguma, a educação de nossos filhos começa em casa e continua na escola. Ao contrário do que muitos pensam, podemos apoiar muito as crianças desde a nossa casa.

Para isso, propomos as seguintes perguntas chaves para os professores de nossos filhos. Estas nos permitirão aprofundar tanto no rendimento escolar dentro da sala de aula como das relações de nossos filhos com o ambiente escolar.

1. Como é o rendimento do meu filho na escola?

Perguntas aos professores de nossos filhos: prestam atenção?

Em primeiro lugar, devemos saber dos professores de nossos filhos é como está seu desempenho escolar. Isso vai mais além da qualificação escolar que possa aparecer em um boletim de notas ou no resultado de uma prova.

Por outro lado, temos que perguntar aos professores de nossos filhos se trabalham bem enquanto estão na sala. É importante saber se estão focados nas atividades, se mostram interesse pelo processo de aprendizado ou se terminam a tempo as tarefas designadas.

Você sabia? Dar o exemplo é a melhor maneira de educar

2. Qual é a metodologia de trabalho que é utilizada dentro da sala de aula?

Esta pergunta temos que fazê-la inclusive antes de chegar aos professores. Quando estamos no processo de selecionar uma escola para os nossos filhos, devemos saber qual é a metodologia de trabalho. Certamente a resposta do professor estará relacionada com a linha pedagógica da instituição educativa.

Também, é importante saber se os professores mandarão deveres para realizar fora do horário escolar, ou preferem que todo o processo se centre dentro da sala, se é uma escola aberta, ou trabalham por projetos. E, é claro, devemos estar de acordo com essa metodologia de trabalho.

Não faz nenhum sentido não apoiarmos a metodologia de trabalho da escola, e decidirmos reforçar o aprendizado da criança com uma metodologia oposta. Caso o façamos, o resultado pode ser de confusão para a criança.

3.  Como posso apoiar meu filho em casa?

O processo de aprendizado pode ser reforçado e melhorado em casa. Para isso, é importante saber que o papel dos pais é o de resolver dúvidas e fazer com que as responsabilidades sejam cumpridas. Em nenhum caso trata-se de fazer os deveres pelos filhos nem de sobrecarregá-los com tarefas extras.

Por outro lado, quando os pais se envolvem no trabalho escolar que as crianças desenvolvem em casa é importante que levem em consideração os seguintes fatores:

  • Estabelecer um plano de estudo com os professores.
  • Velar para que as crianças possam estudar ou fazer seus deveres em um ambiente tranquilo.
  • As crianças devem estar descansadas na hora de estudar e de fazer os deveres.
  • Os pais devem fazer com que o tempo de estudo seja sem brigas e que não se associe a um castigo.

4. Há algum sistema de estímulo ao esforço dos alunos?

Pergunte aos professores de seus filhos como valorizam o esforço dos estudantes. De novo, trata-se de ver muito além das qualificações escolares. Averigue se dentro da sala, ou até mesmo dentro da instituição, fazem algum tipo de reconhecimento aos estudantes que se destacam por seu desempenho.

Também é bom saber como se estimula o esforço das crianças: com que frequência muda-se o ambiente de aprendizado, se as crianças têm a oportunidade de falar e propor o que é mais relevante, com que frequência as crianças podem se mover da posição de sentados…

5. Como meus filhos se comportam dentro da sala de aula?

O tema do bom comportamento inclui o respeito aos professores e aos companheiros de estudo, ao cumprimento das normas estabelecidas dentro da escola, como se relaciona com as demais crianças. Certamente se as crianças tiverem um mau comportamento, os professores comunicarão imediatamente os pais.

Por outro lado, ainda que não receba queixas, é bom perguntar com frequência aos professores. Também é importante receber a boa notícia de que seus filhos são crianças respeitosas, amáveis e amistosas.

Confira também: Como ter sucesso na educação emocional dos filhos

6. Como é a interação de meus filhos com seus companheiros?

Perguntas aos professores de nossos filhos: eles tem amizades?

Sem dúvida alguma, a escola é o espaço onde a criança faz suas primeiras amizades e também tem seus primeiros atritos. Saber como seu filho se relaciona com seus companheiros faz parte de seu bem-estar.

Os professores de seus filhos devem te informar se estes compartilham e brincam com seus companheiros nos intervalos. Se também são capazes de trabalhar em equipe, como se comportam quando estão com seu grupo de amigos…

7. Quais são os procedimentos quando um aluno se comporta mal?

Certamente, esta é uma pergunta fundamental. Devemos saber se os professores dos nossos filhos são a favor ou contra os castigos, quais medidas são tomadas no caso de problemas de comportamento entre as crianças.

O bullying escolar é um problema crescente em todo o planeta. É importante se informar sobre quais são os procedimentos nestes casos, tanto se seus filhos são as vítimas ou se são os agressores.

8. Como posso ajudar a melhorar?

Frequentemente os pais deixam os filhos na escola e não colaboram de nenhuma forma com o que ocorre dentro desta. Limitam-se a receber o boletim de notas ou conversar com os professores somente quando são convidados.

Também, ofereça-se para ajudar nas jornadas escolares ou em qualquer atividade que requeira a participação dos pais. A educação é um trabalho conjunto. Seu apoio nessa comunidade, que é a escola, será benéfico para seus filhos.