O que fazer quando uma criança se comporta mal?

· 15 de abril de 2018
Educar uma criança não é uma tarefa fácil; entender as causas do mau comportamento e saber o que fazer, é uma arte. Aprenda neste post o que fazer quando uma criança se comporta mal.

Quando uma criança se comporta mal, tendemos a perder a paciência e acabamos em uma luta de poder. Muitas vezes pensamos, de forma errada, que as crianças se comportam mal por capricho. Nossa tarefa, como pais responsáveis, ​​é identificar as razões do mau comportamento de nossos filhos.

Comportamentos inadequados podem se manifestar sob a forma de birras, choro prolongado ou quebrar e bater em brinquedos ou outros objetos. Algumas crianças fazem xixi ou defecam quando já controlam o esfíncter. Outros, simplesmente, ignoram as instruções dos mais velhos, gritam ou fazem travessuras que deixam os adultos completamente derrotados.

Por que uma criança se comporta mal?

Criança se comportando mal

Uma das principais razões é o desejo de chamar a atenção de seus pais. Isso ocorre quando a criança determina que, ao se comportar bem, não recebe a atenção que sente que merece.

Ela se comporta mal para que se dê uma mobilização desproporcional por parte de seus pais e adultos em seu redor. É quando falam sobre seu comportamento e fazem da criança o centro da atenção da família.

Outra razão é quando a criança se sente desacompanhada. Geralmente acontece quando, por exemplo, saem para fazer compras e o pequeno se sente cansado. Ele diz isso aos seus pais, mas estes só o levam em conta quando faz uma birra. Obviamente que isso faz com que nas próximas vezes ele não diga que se sente cansado, mas ele recorre diretamente ao mau comportamento.

Se uma criança se comporta mal, também é possível que ela sinta inveja. Pode ser inveja de um dos seus irmãos, amigos e até de um dos seus pais. A verdade é que as crianças descobrem desde cedo que, quando se comportam mal, podem lidar com a situação à sua própria vontade.

Além disso, a falta de limites por parte dos pais ou contradições entre as normas que eles estabelecem pode ser uma razão para o mau comportamento de uma criança. Por exemplo, a mãe proíbe uma coisa, mas o pai lhe dá permissão.

Apenas em casos extremos, há um mau comportamento devido a sérios problemas, como baixa tolerância à frustração, hiperatividade, pouca habilidade social e pouco controle de seus impulsos. Um ambiente familiar inadequado, superproteção, problemas escolares e abuso familiar também são causas de mau comportamento.

Recomendamos que você leia: O mindfulness é eficaz para crianças e adolescentes?

O que fazer quando uma criança se comporta mal?

Depois de analisar o mau comportamento e determinar o que o está desencadeando, devemos examinar nosso comportamento quando uma criança se comporta mal. Existem fatores em nosso comportamento que, em face a uma birra, em vez de erradicar o problema, fazemos com que continue; e, no pior dos casos, ficará ainda pior.

1. Mostre paciência e compreensão

Criança que se comporta mal

Diante do comportamento inadequado de uma criança, os pais entram em crise, desesperam e acabam se impondo. Tente não ficar com raiva e seja gentil, mas firme ao dizer qual deve ser o comportamento mais apropriado. Perder a sua calma só irá gerar uma luta para conhecer os limites do outro.

Leia também: Paciência e silêncio: virtudes das pessoas sábias

2. Não se deixe influenciar pelo que os outros possam dizer

A birra na frente de terceiros geralmente gera uma sensação de desconforto nos pais que é muito difícil de lidar. Os pais acabam cedendo e cumprem o que a criança pede para que se acalmem, ou são forçados a fugir dessa situação desconfortável.

Não deixe o que os outros o afetem. Uma técnica muito bem-sucedida é abraçar a criança com firmeza. Dependendo da idade, você pode pegar ele e sair para um canto, segurar suas mãos carinhosamente e explicar que ele não está agindo corretamente.

Então, você pode continuar o que estava fazendo, mesmo se ele continuar a chorar. Tirar a atenção em momentos como esses impedirá futuras birras.

3. Evite gritar ou desqualificá-lo

Crianças se comportando mal

Quando uma criança se comporta mal, dependendo da sua idade, ela pode estar tentando se comunicar, mas ainda não sabe como expressá-lo por meio de palavras. As crianças aprendem com o exemplo.

Se você pedir para ela não gritar, você fica exasperado e grita, é provável que você gere mais confusão em sua cabeça. Também não é uma boa ideia dizer a seu filho que é um menino mau ou que outra criança se comporta melhor do que ele.

4. Reforce o bom comportamento

A maioria dos pais não elogia o bom comportamento de seus filhos. Frases como “Que bom que você compartilha seus brinquedos com sua irmã” ou “Obrigado por pegar seus brinquedos e roupas, você me ajuda muito”, vão fazer com que ele se sinta muito bem.

Disciplinar uma criança não implica controlá-lo, significa ajudá-lo a manter o autocontrole. É melhor que ele faça a coisa certa porque quer fazê-lo, do que porque “é sua obrigação” fazê-lo. Com isso você só transmitirá insatisfação e insegurança a seu filho.

Os maus comportamentos devem ser corrigidos com dedicação, muita paciência e, acima de tudo, muito amor.