Mejor con Salud
 

Vírus de Coxsackie: como afeta adultos e crianças e como se proteger dele?

O vírus de Coxsackie pode permanecer ativo por até 3 dias em superfícies contaminadas. Por outro lado, o período de incubação pode durar de 3 a 7 dias.
Vírus de Coxsackie: como afeta adultos e crianças e como se proteger dele?

Última atualização: 23 Outubro, 2020

O vírus Coxsackie, também conhecido como coxsackievirus, está presente em todos os continentes e pode afetar crianças e adultos. Seu nome vem da cidade de Nova York, onde foi isolado e investigado pela primeira vez.

Em países de clima tropical, o vírus pode aparecer em qualquer época do ano. Já em países com as quatro estações bem diferenciadas, o vírus tem mais probabilidade de aparecer no verão e no outono.

A seguir, vamos falar um pouco mais sobre esse vírus e sobre as medidas que podem ser tomadas para se proteger dele.

O que é o vírus de Coxsackie?

O coxsackievirus também é conhecido como doença mão-pé-boca, pois seus principais sintomas estão localizados nas extremidades e garganta do paciente.

O vírus de Coxsackie pertence ao gênero enterovírus, que afeta o ser humano e causa várias doenças, como a poliomielite ou a hepatite A, entre outros.

Embora também tenham sido encontrados pacientes maiores de idade com coxsackievirus, ele afeta principalmente crianças menores de 12 anos de idade.

Existem dois tipos de vírus de coxsackie, o vírus tipo A e vírus tipo B, embora seus sintomas sejam praticamente os mesmos.

Quais são os principais sintomas do vírus de Coxsackie?

Bebê doente na cama

Muitas das crianças infectadas com esse vírus não apresentam nenhum tipo de sintoma. Entre os sinais gerais que podem estar relacionados a ele, encontramos:

  • Náusea.
  • Dor de cabeça.
  • Dor abdominal.
  • Perda de apetite.
  • Febre acima de 38 °C.
  • Dor e irritação na garganta.

Além disso, existem outros sintomas que pertencem inteiramente ao coxsackievirus, tais como:

  • Formação de bolhas pequenas nos pés e nas mãos que, em geral, ficam muito sensíveis ao toque.
  • Formação de bolhas na garganta, no palato e dentro das bochechas, acompanhadas de vermelhidão ao redor.
  • Irritação da esclerótica (membrana branca que cobre o olho), que produz fotossensibilidade e inflamação.

Recomendamos ler: Como o sistema imunológico trata infecções virais

Como o vírus de Coxsackie é contraído?

Mulher espirrando

Sendo um vírus, podemos encontrá-lo em qualquer ambiente, e pode ser contraído através das vias respiratórias. No entanto, existem outras formas de contrair o vírus, tais como:

  • Tocar nossas mucosas (olhos, nariz ou boca) depois de entrar em contato com superfícies contaminadas.
  • Ter contato direto com as mucosas de um paciente contaminado.
  • Entrar em contato direto com as fezes de um paciente contaminado.
  • Ter contato direto com os fluidos que saem das bolhas dos pacientes.

Esse vírus pode permanecer ativo por até 3 dias nas superfícies onde é encontrado. Provavelmente, uma criança tem mais tendência a contrair o vírus em uma creche ou escola.

Além disso, o período de incubação do vírus no organismo pode ser de 3 a 7 dias, então não saberemos se o vírus está presente até então.

Tratamento para combater os sintomas do coxsackievirus

Comprimidos e remédios

Não existe um tratamento específico para a doença mão-pé-boca, pois é o próprio organismo que combate e erradica o vírus.

Embora todos os sintomas desapareçam após cerca de 7 dias, existem alguns medicamentos e remédios caseiros para reduzir sua incidência. Também se acredita que alguns remédios naturais possam ajudar a melhorar a condição. Contudo, recomendamos que você consulte seu médico sobre o tratamento mais adequado de acordo com o caso.

Medicamentos

Fármacos como paracetamol ou ibuprofeno podem ser encontrados em qualquer farmácia e são de venda livre. No entanto, é de vital importância que um médico diagnostique e determine o tratamento e a dosagem apropriados.

Leia também: 4 mitos sobre o ibuprofeno

Remédios caseiros para o alívio de alguns sintomas

Desde que o médico considere válido, as seguintes diretrizes podem ser realizadas para o alívio de alguns sintomas:

  • Para ajudar a reduzir a febre, compressas quentes podem ser usadas na cabeça, nas mãos e nos pés.
  • A realização de banhos de camomila pode ajudar a reduzir as urticárias e as bolhas na pele.
  • Beber bastante líquido ajudará seu corpo a ficar hidratado e a combater melhor o vírus.

Como prevenir o vírus de Coxsackie?

Mãe ensinando filha a lavar as mãos

É muito importante evitar o contato com pessoas infectadas, lavar corretamente as mãos e, no caso dos bebês, fazer a troca de fraldas tomando todas as medidas de higiene possíveis. A pessoa diagnosticada com esse vírus deve ser responsável por não infectar outras pessoas.

A melhor maneira de reduzir o risco de contrair o vírus Coxsackie é ensinar às crianças as regras básicas de higiene e aplicá-las nós mesmos também.

Vírus do Papiloma Humano

Vírus do Papiloma Humano

O vírus do papiloma humano (HPV) é a infecção sexualmente transmissível mais comuns. Descubra tudo sobre essa doença aqui!



  • California Childcare Health Program. UCSF School of Nursing. Enfermedad De Mano-Pie-Boca (Enterovirus Coxsackie A16). cchp.ucsf.edu/sites/cchp.ucsf.edu/files/HandFootMouth_SP_0509.pdf
  • Martínez Estrada V. Et Al. Rev Cent Dermatol Pascua. Vol. 8, Núm. 1. Enfermedad mano-pie-boca. (1999).
  • CARPENTER, C. M., & BOAK, R. A. (1952). Coxsackie viruses; a review of pathologic, epidemiologic, diagnostic and etiologic observations. California medicine, 77(2), 127–130
    • Guerra AM, Waseem M. Hand Foot And Mouth Disease. [Updated 2019 Dec 23]. In: StatPearls [Internet]. Treasure Island (FL): StatPearls Publishing; 2020 Jan-. Available from: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK431082/
    • Zhang S, Zhi C, Li H, et al. Umifenovir effectively inhibits IL-10 dependent persistent Coxsackie B4 virus infection. Antiviral Res. 2017;141:165‐173. doi:10.1016/j.antiviral.2017.02.018