Como ajudar um idoso a superar uma doença

Quando um adulto idoso é diagnosticado com uma doença grave, isso causa uma impressão forte, por isso é fundamental ajudá-lo a lidar com ela da melhor forma.
Como ajudar um idoso a superar uma doença

Última atualização: 25 Janeiro, 2020

A terceira idade começa aos 65 anos e é onde existe maior risco de o idoso contrair doenças. Porém, isso será determinado pelo estilo de vida que a pessoa tenha levado e pela passagem do tempo.

Quando um adulto idoso é diagnosticado com uma doença grave se enfrenta ao fato de que não poderá continuar com seu estilo de vida anterior. Este fato pode lhe causar uma forte impressão, tanto a ele quanto ao seu entorno familiar.

Nestes casos, se devem procurar as maneiras adequadas para que tal processo seja o mais leve possível. Por isso, oferecemos seis conselhos úteis para ajudar um idoso a superar possíveis doenças.

1. Seja honesto

É muito importante ser honesto e sincero com o diagnóstico da doença. Junto com o apoio familiar e uma boa orientação médica, deve-se procurar as palavras corretas para poder informar sobre o diagnóstico com clareza.

É importante evitar criar um ambiente de tristeza, desespero ou desesperança no idoso. Não se deve ocultar de um idoso o fato de estar doente, por mais grave que a situação seja, mas deve-se ter muito tato.

2. Ouça e respeite a decisão do idoso

Jovem ouvindo atentamente e respeitando as decisões do idoso

Um adulto idoso é uma pessoa que adquiriu muita experiência durante o transcorrer de sua vida. Por isso, e levando em conta os estragos e a gravidade da doença, deve-se sempre respeitar sua decisão.

É importante explica-lo as consequências do problema para que decida se deseja seguir um tratamento ou quer continuar um estilo de vida diferente, porém saudável. Neste aspecto, é fundamental que a família dê seu apoio na hora de tomar a decisão. Isso reduzirá o estresse e brigas com o paciente.

3. Procure ajudar ao paciente para que viva da forma mais normal possível

Um diagnóstico de doença em um adulto idoso não implica necessariamente que a pessoa deve se prostrar na cama. Pelo contrário, deve continuar fazendo suas atividades diárias com total normalidade, ainda que com a ajuda e colaboração de seus seres queridos.

  • Ainda, é recomendável incentivá-lo a desenvolver novas atividades que beneficiem ao seu estado de saúde física e mental.

4. Toda a família deve apoiar ao paciente

É aconselhável que a família dê atenção constante ao idoso quanto aos cuidados e assistência. Pode-se criar turnos ou rotinas, de forma que todo o grupo familiar colabore.

Dentro de cada rotina deve-se incluir as visitas, tempo para conversar, e no caso das pessoas mais próximas ao idoso, o tempo para o cuidado. Desta maneira se evitará um sentimento de abandono e que certos membros da família se sintam angustiados, esgotados ou sobrecarregados de responsabilidades.

5. Procure ajuda psicológica

Um idoso precisa de ajuda psicológica

É muito recomendável a ajuda médica profissional na hora de lidar e superar a doença de uma pessoa idosa.

A intervenção de um psicólogo especialista em pacientes idosos pode ajudar o paciente a drenar suas emoções, sentimentos ou inquietudes sobre sua nova etapa. Isso também ajudará aos familiares a superar o processo.

Uma boa alternativa é procurar por um tanatologista que apoie a toda a família. Este processo pode ajudar todos a se unirem e melhorarem suas relações.

6. Mantenha ou fomente um estilo de vida saudável

Deve-se alentar ao idoso a ter um estilo de vida melhor a partir do momento em que se detecta a doença. Como se disse anteriormente, isso equivale a fazer novas atividades como fazer exercício ou se alimentar de forma saudável.

  • O primeiro passo é controlar o consumo de comidas ou bebidas que possam ser prejudiciais para o seu estado de saúde.
  • Além disso, deve-se animá-lo a sair de casa, dar um passeio e conhecer pessoas novas.

Isso permitirá que o idoso se sinta melhor, apesar de sua condição. Inclusive pode acontecer de sua saúde geral melhorar até aumentar sua qualidade e tempo de vida.

E você, como lidou com as pessoas idosas que viram sua saúde afetada? Ainda que cada um tenha formas diferentes de enfrentar a situação é importante que sempre procure manter o controle.

Pode interessar a você...
Qual a verdadeira idade do seu corpo?
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Qual a verdadeira idade do seu corpo?

Para que nossa idade biológica corresponda à idade de nosso corpo, é importante que cuidemos de nossos hábitos e pratiquemos exercícios.



  • Turner, J., & Kelly, B. (2000). Emotional dimensions of chronic disease. Western Journal of Medicine172(2), 124–128.
  • “Helping pays off: People who care for others live longer.” ScienceDaily. ScienceDaily, 22 December 2016. www.sciencedaily.com/releases/2016/12/161222094834.htm
  • Warburton, D. E. R., Nicol, C. W., & Bredin, S. S. D. (2006). Health benefits of physical activity: the evidence. CMAJ : Canadian Medical Association Journal174(6), 801–809. http://doi.org/10.1503/cmaj.051351