5 benefícios do chá de cúrcuma e como prepará-lo

A cúrcuma é uma especiaria de cor laranja usada em várias preparações e popular por seus benefícios para a saúde. Contamos mais sobre o chá de cúrcuma e como prepará-lo da maneira certa a seguir.

Última atualização: 26 Janeiro, 2021

Os benefícios do chá de cúrcuma estão relacionados à origem da planta, uma herbácea da família das Zingiberáceas, à qual também pertencem o gengibre e o cardamomo. Este alimento ganhou muita popularidade nos últimos anos, pois oferece vários benefícios à saúde por suas propriedades anti-inflamatórias e antioxidantes.

Certamente você já viu esta raiz com sua cor laranja característica e se perguntou para que serve ou como é preparada. A seguir, vamos dizer quais são os benefícios de consumi-la e como prepará-la para aproveitar todo o seu potencial. 

Quais são os benefícios do chá de cúrcuma?

Muitos benefícios são atribuídos à cúrcuma graças às suas propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. Uma das formas mais populares de consumi-la é no chá. Desta forma, pode-se desfrutar do seu sabor característico e obter todas as virtudes que lhe apresentamos na lista seguinte.

1. Ajuda a aliviar os sintomas da artrite

Um dos principais compostos da cúrcuma é a curcumina, uma substância conhecida por ter efeitos antioxidantes. Embora a pesquisa em humanos ainda esteja em seus estágios iniciais, algumas evidências a nível molecular podem apoiar seus efeitos.

É o caso de um estudo publicado na Springer Plus, que indica que esse elemento pode ser eficaz na redução da dor em pacientes com osteoartrite. Essa condição ocorre quando a cartilagem que protege as articulações se deteriora gradualmente, causando danos ao osso.

Você pode fazer o chá de cúrcuma com alguns ingredientes simples em casa.

Leia também: 3 vitaminas de cúrcuma ricas em antioxidantes, tão deliciosas que você não vai acreditar nos seus benefícios

2. Ajudaria a prevenir o Alzheimer

Embora a causa específica desta doença ainda não seja conhecida, uma publicação do Centro de Pesquisa de Alzheimer sugere que a curcumina poderia reduzir a perda de marcadores sinápticos e o acúmulo de amiloide. Ambos estão relacionados ao desenvolvimento da patologia.

3. Estimula o sistema imunológico

Outro benefício do chá de cúrcuma é que ele parece ajudar a estimular o sistema imunológico. Em relação a isso, um estudo publicado no Journal of Clinical Immunology sugere que o seu consumo teria resultados positivos para o tratamento de doenças autoimunes.

4. Diminuição do colesterol circulante

O colesterol é uma substância necessária para que o corpo forme células saudáveis. No entanto, seus níveis elevados no sangue aumentam o risco de formação de depósitos nos vasos sanguíneos. Isso faz com que surjam algumas enfermidades graves, como doenças cardíacas e acidentes vasculares cerebrais.

De acordo com um estudo publicado no Nutrition Journal, a cúrcuma e a curcumina mostraram-se eficazes na redução do risco de doenças cardiovasculares graças ao seu efeito cardioprotetor. Além disso, seu consumo ajudou a reduzir os níveis de colesterol e triglicerídeos em pacientes com essa afecção e de alto risco.

5. Ajuda no tratamento da uveíte

Uveíte é o nome dado ao inchaço e vermelhidão da camada média do globo ocular. Embora sua causa principal seja desconhecida, parece que alguns fatores, como a presença de certos vírus ou o aparecimento de doenças inflamatórias, podem ter um impacto no seu desenvolvimento.

A curcumina é usada há anos para tratar várias doenças, incluindo as inflamatórias. Em relação à uveíte, uma pesquisa publicada na Clinical Ophthalmology comenta que esse componente da cúrcuma pode ser um coadjuvante no tratamento para melhorar essa condição.

Você pode estar interessado: Poderosa bebida de cúrcuma, canela e mel para estimular o seu cérebro

Como preparar o chá de cúrcuma corretamente?

Para preparar esta simples bebida em casa e desfrutar de todos os benefícios citados aqui, você só precisa de água e cúrcuma. Siga os passos que listamos abaixo.

Ingredientes

  • 2 xícaras de água (400 ml).
  • 1 colher de chá de cúrcuma (6 g).
  • Mel (opcional).
  • Gengibre (opcional).

Preparação

  • Despeje as 2 xícaras de água em uma panela e leve ao fogo alto.
  • Quando estiver fervendo, abaixe o fogo para médio ou baixo, adicione a colher de chá de cúrcuma e mexa bem. Se você quiser adicionar propriedades extras e sabor à bebida, nesta etapa poderá incluir 2 fatias de gengibre.
  • Cozinhe em fogo baixo por cerca de 5 a 10 minutos.
  • Coe o chá no recipiente em que irá consumi-lo.
  • Se desejar, adoce com um pouco de mel.

Os benefícios do chá de cúrcuma podem ser apreciados em casa com o preparo caseiro desta infusão.

Possíveis riscos e efeitos colaterais

Embora o consumo de cúrcuma seja considerado seguro de modo geral, existem certos efeitos colaterais que podem ocorrer se ela for ingerida em altas doses. Em relação a isso, uma publicação do Centro de Farmácia Especializada aponta que os sinais de intoxicação mais comuns podem ser os seguintes:

  • Constipação, dispepsia e diarreia.
  • Inchaço e dor de estômago.
  • Refluxo gastroesofágico com náuseas.
  • Fezes amarelas

Por fim, vale ressaltar que os benefícios do chá de cúrcuma não podem ser considerados, por nenhum motivo, como um tratamento para nenhuma das condições de saúde mencionadas na lista acima. Por isso, se você tiver alguma dúvida sobre o seu consumo, não se esqueça de que é melhor consultar o seu médico. 

Pode interessar a você...

Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
8 dicas para desintoxicar o organismo diariamente sem esforço

Para desintoxicar o organismo o ideal é fazer isso aos poucos e com ações simples. Assim nosso corpo não sofrerá os efeitos das curas restritivas.



  • Allegri, P., Mastromarino, A., & Neri, P. (2010). Management of chronic anterior uveitis relapses: efficacy of oral phospholipidic curcumin treatment. Long-term follow-up. Clinical ophthalmology (Auckland, N.Z.)4, 1201–1206. https://doi.org/10.2147/OPTH.S13271
  • Jagetia GC, Aggarwal BB. “Spicing up” of the immune system by curcumin. J Clin Immunol. 2007;27(1):19-35. doi:10.1007/s10875-006-9066-7
  • Henrotin, Y., Priem, F., & Mobasheri, A. (2013). Curcumin: a new paradigm and therapeutic opportunity for the treatment of osteoarthritis: curcumin for osteoarthritis management. SpringerPlus2(1), 56. https://doi.org/10.1186/2193-1801-2-56
  • Marmitt, Diorge Jônatas, et al. “Revisión sistemática de las plantas de interés para el Sistema de Salud con potencial terapéutico cardiovascular.” Revista Cubana de Plantas Medicinales 21.1 (2016): 108-124.
  • Freire-González, Rosa A., and Marlén Vistel-Vigo. “Caracterización fitoquímica de la Curcuma longa L.” Revista Cubana de Química 27.1 (2015): 9-18.
  • Chacín, Yemina Josefina Figuera, et al. “Constituyentes químicos de las hierbas y especias: Efectos sobre la salud humana.” Revista Científica UDO Agrícola 13.1 (2013): 1-16.