11 alimentos para aumentar a libido

29 Agosto, 2020
Alguns alimentos contêm nutrientes que são benéficos para o aumento do desejo sexual. Obviamente, eles devem ser incluídos como parte de uma dieta saudável. Você quer conhecê-los?

Você sabia que pode aumentar sua libido com o consumo de alguns alimentos? É verdade que existem muitos fatores que afetam o desejo sexual. Segundo a Wikipediaé um estado que pode ser ativado por sinais internos e externos. Além disso, está fortemente relacionado ao estado nutricional, idade e saúde geral.

Portanto, é essencial levar em consideração que a nutrição adequada pode ajudar a manter o desejo sexual ativo e, em geral, uma boa qualidade de vida sexual. Nesse sentido, é conveniente saber quais alimentos têm propriedades benéficas.

Alimentos que ajudam a aumentar a libido

Segundo a psicóloga e sexóloga Marián Pontea atividade sexual é regulada por hormônios sexuais que são sintetizados no corpo, em grande parte, através dos alimentos. Falamos sobre estrogênio, progesterona e testosterona.

Quando sua concentração não está adequada, há menos interesse em manter relações sexuais. Por exemplo, os estrógenos são responsáveis ​​pela excitação e sensação de bem-estar emocional. Por esse motivo, uma alimentação saudável é crucial para cuidar da sexualidade.

Vejamos quais são os alimentos mais recomendados.

1. Morangos e framboesas

Morangos e framboesas contêm zinco. Segundo estudos com animais, como o publicado no Journal of Human Reproductive Sciences, esse mineral pode ajudar com os problemas da esfera sexual. No entanto, mais pesquisas ainda são necessárias.

Em todo caso, é interessante consumir essa variedade de alimentos, pois contêm nutrientes que contribuem para a saúde e o bem-estar, o que também é decisivo para a manutenção do desejo sexual.

Alimentos que aumentam a libido
Morangos e framboesas estimulam o desejo sexual pelo seu teor de zinco.

Leia também: 6 razões pelas quais você não gosta de sexo plenamente

2. Abacates

Os abacates contêm ácido fólico e vitamina B6. Ambos os nutrientes são essenciais quando se trata de cuidar da saúde sexual e do bem-estar. No entanto, faltam evidências para determinar se o abacate realmente ajuda a aumentar a libido. Em qualquer caso, é um alimento saudável que vale a pena ser introduzido no quadro de uma alimentação saudável e equilibrada.

3. Nozes

A inclusão de nozes na sua dieta diária pode ajudar a melhorar a qualidade do seu esperma, embora ainda sejam necessários mais estudos que o comprovem. No entanto, algumas evidências científicas sugerem que melhoram significativamente a sua vitalidade e mobilidade.

Em todo caso, são alimentos energéticos e podem proporcionar um melhor desempenho sexual. Consuma de forma moderada para não exceder nas calorias.

4. Melancia

O consumo regular de melancia ajuda a melhorar a qualidade da ereção do pênis masculino e o clitóris feminino. Isso ocorre porque a melancia contém um aminoácido não proteico chamado citrulina. Este elemento faz com que o corpo produza arginina em maiores quantidades.

O resultado é uma melhor circulação sanguínea nas veias e vasos. Uma boa circulação garante uma boa saúde, já que permite que o corpo responda aos estímulos. De acordo com estudos da Texas A&M University, a citrulina tem a propriedade de tornar a ereção mais potente.

aumentar a libido
Um dos aminoácidos presentes na melancia é benéfico para melhorar a circulação e a atividade sexual.

5. Amêndoas

Outro fruto seco que não deve faltar na sua dieta diária são as amêndoas. Elas contêm arginina, algo que já mencionamos anteriormente.

Se você tiver problemas para aumentar sua libido, inclua amêndoas e seus derivados em sua dieta. Você pode comê-las diretamente ou preparar algumas sobremesas com farinha de amêndoas. Você também pode adicionar leite de amêndoas à sua dieta.

Conforme detalhado em uma publicação no Proceedings of the National Academy of Sciences, as amêndoas contêm ácidos graxos ômega 3 e 6 essenciais que regulam as prostaglandinas. Esses elementos são essenciais para produzir hormônios sexuais.

6. Chocolate

O chocolate por si só vai não ajudar a aumentar sua libido. No entanto, consumir chocolate escuro regularmente faz com que o corpo libere serotonina e endorfinas. Estes têm um efeito relaxante e nos colocam em um estado mental receptivo aos estímulos de nosso parceiro.

Para melhores resultados, é melhor escolher chocolate escuro, o mais puro possível. Você encontrará opções que indicam pureza de 70%, 80% e 90%. Essa porcentagem indica a quantidade de cacau que o produto possui. Seria melhor evitar chocolates com muito açúcar.

7. Café para aumentar a libido

Como todos sabemos, o café é um estimulante do sistema nervoso central. Por esse motivo, tomar café pode mantê-lo alerta e aumentará a sua energia. O consumo regular desta bebida pode ajudar a aumentar o desejo sexual ou libido. 

Um estudo publicado na revista Plos One determinou, entre outras coisas, que a ingestão de cafeína pode reduzir as chances de disfunção erétil prevalecente, especialmente com uma ingestão de entre 2-3 xícaras de café por dia.

8. Ostras

É um dos primeiros alimentos que você irá pensar quando quiser aumentar sua libido. As ostras contêm grandes quantidades de zinco. Portanto, isso pode ajudar a corrigir qualquer deficiência que possa estar dificultando a excitação.

É o oligoelemento necessário para a produção de andrógenos, hormônios sexuais masculinos. O déficit de zinco, de acordo com alguns estudos, tem sido associado à apatia sexual. Mesmo assim, alguns estudos randomizados falharam em demonstrar as supostas qualidades afrodisíacas das ostras.

 

aumentar a libido
Até hoje, não há evidências de que podemos associar o consumo de ostras a um maior desejo sexual. No entanto, a literatura popular diz que são afrodisíacas.

9. Figos para aumentar sua libido

Na cultura popular, os figos são considerados um dos alimentos que podem aumentar sua libido. Algumas pessoas acreditam que a única razão para esse efeito é sua aparência. No entanto, além de sua aparência, os figos contêm minerais e vitaminas essenciais que podem contribuir para um melhor desempenho sexual.

Os níveis de magnésio, potássio e ferro são os nutrientes mais importantes neste momento. Além disso, por ser rico em vitamina B6 também fornece a energia necessária.

10. Romãs

As romãs são muito conhecidas pelos seus altos níveis de nutrientes e antioxidantes. Embora não haja estudos que relacionem o seu consumo com um melhor desempenho sexual, acredita-se que ajuda a aumentar a sensibilidade nas zonas erógenas, já que contribui para melhorar a circulação.

A este respeito, de acordo com um estudo recente da Universidade Queen Margaret, em Edimburgo (Reino Unido),  beber um copo diário de suco de romã pode causar efeitos semelhantes aos do viagra.

Além disso, os pesquisadores descobriram que a ingestão de um copo deste suco de frutas todos os dias por duas semanas produziu um aumento nos níveis de testosterona de até 30%, causando um aumento no desejo sexual em homens e mulheres.

Visite este artigo: Sucos vermelhos para perder peso de forma saudável

11. Baunilha para aumentar sua libido

O aroma da baunilha é apreciado por muitos e é usado na aromaterapia como um auxiliar para aumentar a libido e o clima entre o casal. As opções para tirar proveito de seus benefícios são: 

  • Óleo: nada melhor para começar o romance do que uma massagem com óleo de baunilha.
  • Essência: sobremesas que combinem chocolate, baunilha e frutas vermelhas são uma boa referência de alimentos que estimulam sua libido.

Você ainda não experimentou esses alimentos?

Existem muitos alimentos cujas propriedades nutricionais podem ser benéficas para aumentar a libido e reduzir os problemas de disfunção sexual. No entanto, é importante incluí-los em uma dieta balanceada e saudável. Além disso, eles devem ser complementados com bons hábitos.

Por outro lado, sabendo que a falta de desejo sexual pode advir de muitos problemas subjacentes, um médico ou especialistas em saúde sexual devem ser consultados. 

  • Dissanayake D, Wijesinghe PS, Ratnasooriya WD, Wimalasena S. Effects of zinc supplementation on sexual behavior of male rats. J Hum Reprod Sci. 2009;2(2):57–61. doi:10.4103/0974-1208.57223
  • Coffua LS, Martin-DeLeon PA: Effectiveness of a walnut-enriched diet: Involvement of Reduced Lipid Peroxidative stress: Heliyon 3 e00250 (2017).
  • Lopez D., Wang R., et al. PLoS One. Role of Caffeine Intake on Erectile Dysfunction in US Men: Results from NHANES 2001-2004. (2015).
  • Salas-Huetos, A., Moraleda, R., Giardina, S., Anton, E., Blanco, J., Salas-Salvadó, J., & Bulló, M. (2018). Effect of nut consumption on semen quality and functionality in healthy men consuming a Western-style diet: A randomized controlled trial. American Journal of Clinical Nutrition108(5), 953–962. https://doi.org/10.1093/ajcn/nqy181
  • Cormio, L., De Siati, M., Lorusso, F., Selvaggio, O., Mirabella, L., Sanguedolce, F., & Carrieri, G. (2011). Oral L-citrulline supplementation improves erection hardness in men with mild erectile dysfunction. Urology77(1), 119–122. https://doi.org/10.1016/j.urology.2010.08.028
  • Christianson, D. W. (2005). Arginase: Structure, mechanism, and physiological role in male and female sexual arousal. Accounts of Chemical Research38(3), 191–201. https://doi.org/10.1021/ar040183k
  • Bagga, D., Wang, L., Farias-Eisner, R., Glaspy, J. A., & Reddy, S. T. (2003). Differential effects of prostaglandin derived from ω-6 and ω-3 polyunsaturated fatty acids on COX-2 expression and IL-6 secretion. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America100(4), 1751–1756. https://doi.org/10.1073/pnas.0334211100
  • Scholey, A., & Owen, L. (2013). Effects of chocolate on cognitive function and mood: A systematic review. Nutrition Reviews71(10), 665–681. https://doi.org/10.1111/nure.12065
  • Lopez DS, Wang R, Tsilidis KK, et al. Role of Caffeine Intake on Erectile Dysfunction in US Men: Results from NHANES 2001-2004. PLoS One. 2015;10(4):e0123547. Published 2015 Apr 28. doi:10.1371/journal.pone.0123547
  • Read, J. (2004). Sexual problems associated with infertility, pregnancy, and ageing. BMJ329(7465), 559–561. https://doi.org/10.1136/bmj.329.7465.559
  • Mawa S, Husain K, Jantan I. Ficus carica L. (Moraceae): Phytochemistry, Traditional Uses and Biological Activities. Evid Based Complement Alternat Med. 2013;2013:974256. doi:10.1155/2013/974256
  • Zarfeshany A, Asgary S, Javanmard SH. Potent health effects of pomegranate. Adv Biomed Res. 2014;3:100. Published 2014 Mar 25. doi:10.4103/2277-9175.129371