As dietas de desintoxicação realmente funcionam?

12 de janeiro de 2020
As dietas de desintoxicação são a grande moda dos dias de hoje, seguidas por personagens famosos. Entretanto, antes de iniciar esse tipo de dieta, devemos conhecer seus possíveis riscos.

Existem diferentes dietas de desintoxicação. Algumas são projetadas em base a bebidas, ervas ou através de jejum e ingestão de pequenas porções de legumes e frutas, além de certos suplementos.

As dietas para desintoxicar o organismo são planos rigorosos para perder peso rapidamente e ajudar a limpar seu corpo de produtos químicos tóxicos.

A desintoxicação do corpo se baseia no fato de eliminar do organismo todas as toxinas que se acumulam devido ao consumo de alimentos enlatados e poluentes ambientais.

Mas, são realmente seguras? Funcionam? Continue lendo que tiramos as suas dúvidas.

As dietas de desintoxicação são seguras?

Dietas de desintoxicação em base a frutas e verduras

Essas dietas incentivam você a comer alimentos naturais e incluem muita água e vegetais, coisas que são boas para sua saúde. E até ouvimos pessoas famosas que fazem dietas de desintoxicação. Então, uma dieta de desintoxicação não deve ser uma boa opção?

Como muitas outras dietas da moda, as dietas de desintoxicação podem ter efeitos colaterais prejudiciais que devemos conhecer antes de aplicá-las.

O que dizem os estudos sobre essas dietas?

Embora sejam necessários mais estudos para demonstrar a eficácia das dietas de desintoxicação, os que são a favor dessas dietas argumentam que as toxinas nem sempre saem do corpo adequadamente durante a eliminação de resíduos.

Pelo contrário, afirmam que as toxinas permanecem no sistema digestivo, no trato gastrointestinal e no sistema linfático, bem como na pele e cabelos, causando assim, problemas como cansaço, dores de cabeça e náusea.

A ideia básica subjacente às dietas de desintoxicação é desistir temporariamente de certos tipos de alimentos que podem conter toxinas. O objetivo é purificar e limpar o corpo de tudo o que for “nocivo”. No entanto, a verdade é que o corpo humano é projetado com seus próprios mecanismos de desintoxicação.

Como funcionam as dietas de desintoxicação?

Jejum para desintoxicar

As dietas detox variam. A maioria delas requer um período de jejum, ou seja, parar de comer por alguns dias e depois gradualmente reintroduzir certos alimentos na dieta.

Muitas dessas dietas também incentivam as pessoas a ter uma irrigação ou enema colônico para “limpar” o cólon. Outras dietas recomendam tomar suplementos ou tipos especiais de chá para ajudar no processo de “purificação”.

Jesús Román, presidente da Sociedad Española de Dietética y Ciencias de la Alimentación (SEDCA) e professor de nutrição humana e dietética na Universidade Complutense de Madri (UCM), diz que são dietas “difíceis de seguir”, porque quem as segue “não pratica uma dieta, mas centenas delas”.

Há muitas alegações sobre o que uma dieta de desintoxicação pode fazer. Desde a prevenção e cura de doenças até o fornecimento de mais energia ou concentração às pessoas.

Certamente, seguir uma dieta pobre em gordura e rica em fibras é um padrão de alimentação saudável. Mas as pessoas que estão a favor das dietas de desintoxicação afirmam que isso se deve à eliminação de toxinas.

No entanto, há uma falta de evidências científicas de que essas dietas ajudam o corpo a eliminar toxinas mais rapidamente ou que essa eliminação fará de você uma pessoa mais saudável e com mais energia.

Leia também: 5 dietas da moda que colocam a saúde em risco

Em que você deve prestar atenção?

Muitas pessoas acreditam que perderão peso se tentarem uma dessas dietas. Mas você precisa levar em consideração alguns de seus riscos:

  • As dietas de desintoxicação não são indicadas para pessoas com certas doenças. Não são recomendadas, por exemplo, para pessoas com diabetes, doenças cardíacas ou outras doenças médicas crônicas. Aliás, se você estiver grávida ou tiver problemas de alimentação, evite essas dietas.
  • As dietas de desintoxicação podem criar um vício. Isso ocorre porque a falta de alimento ou a administração de um enema gera uma sensação especial. Para algumas pessoas, é quase como a estimulação que outras pessoas recebem através da nicotina ou do álcool.
  • Os suplementos de desintoxicação podem ter efeitos colaterais. Muitos dos suplementos usados ​​durante essas dietas de desintoxicação são realmente laxantes, projetados para fazer as pessoas irem ao banheiro com mais frequência. Isso pode produzir efeitos graves para a saúde. Os suplementos laxantes podem causar desidratação, desequilíbrios na quantidade de minerais e problemas no sistema digestivo.
  • As dietas detox são projetadas apenas para atingir objetivos em curto prazo. Porque, além de causar outros problemas de saúde, o jejum por períodos prolongados pode retardar o metabolismo de uma pessoa. Isso facilita a recuperação de peso perdido e é mais difícil perder mais peso no futuro.

Não deixe de ler: 8 dicas para principiantes em dietas

Alimente-se corretamente e seu corpo fará o resto

Frutas e verduras para uma alimentação saudável

Obviamente, é uma boa ideia comer muitas frutas, vegetais e fibras, além de beber mais água. Mas você também precisa ter todos os nutrientes de outros alimentos. Incluindo proteínas, bem como vitaminas e minerais de várias fontes. O importante, portanto, é garantir uma dieta equilibrada.

Lembre-se de que o corpo humano é projetado para se purificar. Você pode ajudá-lo comendo uma grande variedade de alimentos saudáveis. Entretanto, se tiver dúvidas sobre dietas de desintoxicação ou se estiver preocupado com o seu peso, consulte o seu médico ou um nutricionista.

  • Zamora Navarro Salvador, Pérez-Llamas Francisca. Errors and myths in feeding and nutrition: impact on the problems of obesit. Nutr. Hosp.  [Internet]. 2013  Sep [citado  2019  Feb  07] ;  28( Suppl 5 ): 81-88. Disponible en: http://scielo.isciii.es/scielo.php?script=sci_arttext&;amp;pid=S0212-16112013001100009&lng=es.
  • Zamora S. Errores y mitos en la alimentación (Errors and myths in feeding). En: Pérez-Llamas F, Garaulet M, Sánchez de Medina F, Zamora S, eds. Alimentación y Salud. Murcia: Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia, 2001; pp. 285-93.
  • Mendiola P, Pérez-Llamas F, Zamora S. Dietas milagro y alternativas (Miracle diets and alternatives). En: Pérez-Llamas F, Zamora S, eds. Nutrición y Alimentación Humana. Murcia: Servicio de Publicaciones de la Universidad de Murcia, 2002; p. 265-76.
  • Teens Health. Are Detox Diets Safe? (September 2015)  https://kidshealth.org/es/teens/detox-diets-esp.html"; target=”_blank” rel=”noopener”>kidshealth.org/es/teens/detox-diets-esp.html