8 dicas para principiantes em dietas

28 de outubro de 2019
Os principiantes em dietas geralmente cometem alguns erros que fazem com que os resultados não saiam como o esperado ou, inclusive, tenham o efeito contrário ao desejado.

Na primeira vez que entramos no mundo das dietas, podemos não ter ideia de quais medidas levar em consideração. Se te soa familiar, não fique angustiado, é normal. Por isso, nesta ocasião daremos algumas recomendações que podem ser muito práticas e fáceis de aplicar, e que são especialmente projetadas para principiantes em dietas.

8 dicas para principiantes em dietas

1. Coma mais

Principiantes em dietas precisam saber que é necessário comer mais

Certamente parece contraditório. Você pode estar se perguntando: como vou comer mais se o que quero é perder peso? Embora pareça absurdo, de fato, se restringir a comer não te ajudará adequadamente, porque deixará o seu metabolismo mais lento. Quando seu corpo começa a receber menos alimentos de repente, ele os retém.

O que você deve fazer é esquecer essa história de que devemos fazer apenas 3 refeições por dia. Coma 5 vezes ao dia. Obviamente, essas refeições não devem ser pesadas. Tome um bom café da manhã, um almoço, um jantar leve e dois lanches entre as refeições principais. Com isso, você manterá seu metabolismo ativo, se ajudando a perder peso de maneira mais rápida e eficaz.

2. Tenha um bom café da manhã

Não há nada pior para a sua dieta do que pular uma refeição, mas é inaceitável que você pule o café da manhã ou o tome de forma insuficiente.

Primeiramente, o café da manhã ativa seu metabolismo, pois é a primeira refeição do dia. Em segundo lugar, fornece a energia que você precisará durante a maior parte do dia. Pense que, além disso, você também vem de um período prolongado sem comer ou beber nada porque estava dormindo.

Um bom café da manhã deve ser tomado assim que você acordar. Ele precisa conter carboidratos saudáveis, frutas ou sucos, laticínios, cafeína (no café ou no chá), proteínas saudáveis ​​(como peru ou ovos), uma pequena dose de gordura saudável e doce.

Lembre-se de que nesta refeição você pode se dar um pouco mais de liberdade do que no resto, porque você terá o dia todo para queimar as calorias consumidas.

3. Não se esqueça de fazer um lanche de forma saudável

Muitos veem com maus olhos a ideia de petiscar entre horas e, até certo ponto, estão certos. Não é saudável consumir frequentemente produtos nocivos para o organismo. No entanto, é normal que, ao iniciar uma dieta, se despertem o apetite e a ansiedade. Isso acontece com os principiantes em dietas.

Por um lado, petiscar te ajudará a controlar a ansiedade e, por outro, impedirá que você chegue com uma fome atroz na próxima refeição. Obviamente, essa recomendação faz sentido se você consumir produtos saudáveis como, por exemplo, nozes, frutas, iogurte e biscoitos ricos em fibras ou aveia.

Descubra:  6 receitas de lanches saudáveis e fáceis de preparar

4. Principiantes em dietas: não desistam dos carboidratos

Arroz, fonte de carboidratos

Muitos principiantes em dietas atribuem seus quilos extras a alimentos ricos em carboidratos, como pão, macarrão e legumes. No entanto, o pior inimigo do nosso peso são os doces industriais, bem como todos os produtos que contêm açúcar refinado e fast food.

Você precisa comer carboidratos porque são a principal fonte de energia para o corpo, com a condição de que coma os melhores, como grãos integrais. Porém, evite consumi-los à noite, pois são liberados muito lentamente na corrente sanguínea.

5. Elimine o açúcar das dietas

Geralmente, os principiantes em dietas acreditam que pararam de ingerir açúcar só porque abandonaram as bebidas abertamente açucaradas e outros doces. No entanto, esse elemento é encontrado em muitos alimentos sem que estejamos cientes disso. Por exemplo:

  • Verduras enlatadas
  • Pão de forma
  • Alimentos pré-cozidos
  • Sopas enlatadas

Daí a importância de ler em detalhes os rótulos dos alimentos que você compra. Só assim você controlará completamente a composição dos produtos que consome.

E descubra aqui a nova pirâmide de alimentação saudável

6. Coma doce de maneira inteligente

principiantes em dietas não entendem que podem comer doces, porém de forma inteligente

É completamente normal que os principiantes em dietas sintam uma necessidade extrema de comer algo doce. Embora seja aconselhável minimizar o consumo de açúcar, você pode se permitir comer um doce, desde que procure uma alternativa saudável.

  • Quando você tiver muita vontade de comer um doce, lembre-se de que, uma vez que o comer, não deixará de sentir ansiedade, porque quando o comer, seu corpo pedirá mais.
  • Tente fazer com que sua quantidade diária de doces seja proveniente de fontes que não contenham açúcar refinado. Você pode optar por chocolate amargo, biscoitos integrais e frutas.

7. Para principiantes em dietas, comer na hora certa é fundamental

A maioria dos problemas com os quais você pode se encontrar como principiante em dietas tem a ver com a hora que você escolhe para comer certos alimentos.

Os carboidratos são necessários para o organismo, mas devem ser consumidos apenas em grandes quantidades pela manhã. Ao meio dia e à tarde, reduza-os.

Durante a noite, você deve evitá-los, pois eles se acumulam durante o sono. No jantar, escolha consumir proteínas para alimentar seus músculos.

8. Não se exercite nos primeiros dias

Se você é principiante em dietas, seu corpo se cansará um pouco devido ao regime alimentar. Se você adicionar o cansaço causado pela atividade física, acabará deixando a dieta e os exercícios por se sentir estressado. Acostume-se ao processo e inicie uma rotina de exercícios progressivos semanas depois.

De qualquer forma, se você tiver algum tipo de preocupação durante esse estágio, consulte um especialista confiável. Ele saberá como guiá-lo da melhor maneira.

OMS. (2015). Alimentación sana. https://doi.org/Nota descriptiva No. 394

Rodríguez-Rodríguez, E., Perea, J. M., López-Sobaler, A. M., & Ortega, R. M. (2009). Obesidad, resistencia a la insulina y aumento de los niveles de adipoquinas: Importancia de la dieta y el ejercicio físico. Nutricion Hospitalaria. https://doi.org/10.1007/s10790-007-9062-z