Diferenças entre a fome real e a ansiedade por comida. Descubra-as!

· 6 de novembro de 2018
Conhecer as diferenças entre fome real e a ansiedade por comida é importante para poder controlar os impulsos que nos levam a comer sem medida, porque o excesso de comida pode afetar sua saúde.

Você tem problemas para perder peso porque come o tempo todo? Não pode parar mesmo se já comeu? Nesta ocasião vamos falar sobre as diferenças entre fome real e ansiedade por comida.

A ansiedade é a doença mental mais frequente em todo o mundo, por isso é importante aprender a identificá-la. Na alimentação, a ansiedade nos induz a comer sem nenhum controle. O objetivo quando comemos por ansiedade não é nutrir o organismo, mas suprir momentaneamente as emoções, sentimentos e angústias.

Conhecer as diferenças entre fome real e ansiedade é importante porque o excesso de comida pode afetar sua saúde. Pode causar distúrbios alimentares graves, por exemplo, a bulimia nervosa.

A fome real aparece de repente

Mulher com fome e pouca comida

A primeira das diferenças entre fome real e ansiedade é que a primeira ocorre quando o corpo precisa de mais energia. Isso acontece quando as horas passam e seu corpo está queimando as reservas de calorias, para realizar suas atividades habituais.

Para evitar esse tipo de fome recomenda-se fazer refeições leves a cada poucas horas. Desta forma você irá controlar o seu peso e gradualmente reabastecer a energia do seu corpo.

Por outro lado, a ansiedade causa fome em todos os momentos. Quando você tiver esse distúrbio precisará comer mesmo depois de comer. Embora não haja motivo para comer você se sentirá desesperado para continuar a comer.

  • É comum que a fome por ansiedade tenda a aumentar durante a noite, quando você pode pensar mais em seus problemas.

Ansiedade por comida traz desejos por alimentos pouco saudáveis

Outra diferença entre fome real e ansiedade é que na primeira você não tem um desejo particular sobre o que vai comer. Neste caso, o que seu corpo procura é obter a energia de que necessita. Por essa mesma razão, você poderia comer qualquer coisa.

Pelo contrário, quando experimenta um ataque de ansiedade, você vai querer alimentos ricos em carboidratos. Neste caso você poderia ter uma fruta ou uma batida saudável à mão, mas não as consumiria porque simplesmente não é o que você quer.

Em um ataque de ansiedade é comum querer comer alimentos processados ​​com alto teor de gorduras e açúcares, por exemplo, batatas fritas, bolos, biscoitos, etc… O problema com a ansiedade é que, uma vez que consuma esses produtos, você pode cair em um tipo de vício onde cada vez mais desejará comida não saudável.

Descubra: 7 alimentos que não podem faltar na sua cozinha se quiser perder peso

Você continua comendo, mesmo quando está satisfeito

Quando você está verdadeiramente com fome só dá ao seu corpo a quantidade de comida que ele requer. Por esse motivo, assim que se sentir satisfeito pode parar de comer.

No entanto, quando você está ansioso ou estressado continua a comer desesperadamente, como se não tivesse comido antes. Assim, a ansiedade leva você a consumir mais comida do que o necessário.

Se você está regularmente ansioso é muito provável que esteja com sobrepeso ou obesidade. Por essa razão é importante que aprenda a lidar com esse problema por meio de técnicas de relaxamento. Caso contrário você pode desenvolver sérios problemas metabólicos.

Nos sentimos culpados depois de comer

Homem com ansiedade por comida.

A palavra culpa se refere ao fato de nos sentirmos responsáveis ​​por algo que está errado. A fome física não nos causa culpa porque é uma necessidade fisiológica. Com isso, seu corpo fica saudável e pronto para continuar funcionando.

Por outro lado, a ansiedade causa culpa. Este é um efeito gerado pelas características dos alimentos ricos em açúcar e gorduras insaturadas. Além disso, ao ficar comendo o dia todo você se sentirá pesado e não poderá realizar sua rotina diária habitual.

Leia este artigo: Descubra por que é importante comer em um horário adequado antes de dormir

Aprenda a reconhecer as diferenças entre a fome real e a ansiedade

É essencial que você identifique as diferenças entre a fome real e a ansiedade por comida. Caso contrário poderia entrar em um ciclo em que você come para esquecer seus problemas.

Embora isso possa ser uma opção rápida para esquecer o que está afetando você, lembre-se de que não é uma atitude saudável. Está provado que o consumo de alimentos ricos em fibras, como frutas e vegetais, pode ajudar a reduzir os níveis de ansiedade. Além disso, você deve optar por uma dieta pobre em açúcares e gorduras.

Analise seu comportamento e se você perceber que está se alimentando por ansiedade, procure a ajuda de um profissional.