Remédios naturais para o alívio das dores nas articulações

3 de dezembro de 2019
As dores nas articulações podem causar um desconforto terrível. No entanto, existem vários remédios naturais que podem aliviá-las.

Há pessoas que sofrem diariamente com dores e isso afeta a sua qualidade de vida. Entretanto, você pode conseguir um alívio das dores nas articulações se esse for o seu caso. Descubra aqui conosco.

Esse tipo de dor é constante e não dá tranquilidade. Pode se instalar em várias regiões do corpo, mas aqui você descobrirá como pode aliviá-la.

A dor nas articulações faz com que o tempo passe mais devagar. Parecem agulhadas com inflamação e talvez contratura ou rigidez. Pode se instalar nos tornozelos, joelhos, cotovelos, munhecas, ombros, enfim… em diversas partes do corpo.

Essa dor é a causa de muitas consultas médicas. Sem um bom tratamento, levam a doenças crônicas, como artrite, artrose ou outras doenças reumáticas. Embora seja impossível eliminar completamente a dor, aliviar o desconforto é um objetivo possível.

Remédios naturais para o alívio das dores nas articulações

A medicina natural sempre será um grande aliado e este caso não é uma exceção. A seguir, especificaremos como a natureza e suas propriedades podem ajudar.

1. Use argila para cataplasma

A argila em todas as suas apresentações, vermelha ou verde, é ideal para acalmar dores, aliviar a inflamação e acelerar o processo de recuperação. Serve para artrite, artrose, entorses e golpes.

Você deve preparar o cataplasma com uma espessura de ½ a 1 cm e usá-lo na área dolorida. Para dores reumáticas sem inflamação, contraturas e neuralgia use água quente. Em caso de entorses, golpes, áreas avermelhadas ou inflamadas, a água deve ser fria.

Plantas para o alívio das dores nas articulações

Quando se trata do alívio das dores nas articulações, existem muitas plantas que podem ser usadas. Entre elas:

Boswellia

Tem um poderoso efeito anti-inflamatório ideal para dores nas articulações, além de reduzir os riscos de degeneração porque atua como protetor. Deve ser usado na forma de extrato e as tomas devem ser de 350 a 450 mg, no máximo três vezes ao dia. Não use em caso de gravidez ou amamentação.

 Cúrcuma

Cúrcuma é um remédio natural para várias doenças

Seus benefícios são ideais para aproveitar em caso de distúrbios reumáticos agudos. Também é anti-inflamatória e pode ser obtida na forma de extrato seco. Entretanto, deve ser evitada em casos de cálculos biliares, gravidez ou amamentação.

Leia mais: Gengibre e cúrcuma, a bebida medicinal para as articulações

Gengibre

No caso de dores nas articulações, existem muitos compostos que aliviam a inflamação do local afetado. Nestes casos, o gengibre, principalmente sua raiz, bloqueia seus efeitos e atua como um anti-inflamatório. Não deve ser consumido em caso de úlceras estomacais.

Lúpulo

É um relaxante natural e sedativo que ajudará a reduzir a tensão muscular e aliviar a dor nas articulações. No entanto, esta opção deve ser descartada em caso de insuficiência respiratória, uso de ansiolíticos, gravidez ou amamentação.

Suplementos naturais para o alívio das dores nas articulações

A natureza também fornece vitaminas e minerais que ajudarão no alívio das dores nas articulações.

Entretanto, antes de entrar em detalhes, recomendamos consultar um especialista para indicar se você pode tomá-los.

Enxofre orgânico

É o mais utilizado para essas patologias, pois é calmante e proporciona maior elasticidade e resistência à cartilagem. É recomendado em casos de tendinite, artrite e artrose.

A quantidade recomendada é de no máximo 3 gramas, dividida em três doses após as refeições. Entretanto, deve ser evitado se você estiver com tratamentos anticoagulantes, ou durante a gravidez ou amamentação.

Cálcio de coral

Contém mais de 70 minerais e tudo o que você precisa para manter uma boa saúde óssea e neuromuscular, como magnésio e cálcio.

A recomendação diária é de no máximo 2 gramas divididos em duas doses. Deve ser tomado após as refeições, por um a três meses.

Magnésio e colágeno hidrolisado

O magnésio é necessário para o metabolismo do cálcio e do colágeno. No caso das articulações, ajuda a reduzir as dores e os riscos de contraturas e espasmos musculares. A dose indicada é de 200 a 400 mg por dia durante as refeições por um período de 15 ou 30 dias.

Por outro lado, o colágeno hidrolisado ajuda a melhorar a elasticidade das articulações. Além disso, proporciona maior firmeza aos tecidos. Tome 5 a 12 grs por dia.

Glucosamina e sulfato de condroitina

São os dois componentes básicos da cartilagem, portanto, são essenciais para a recuperação completa da articulação afetada. Além de proporcionar proteção e resistência, ajudam no alívio das dores nas articulações. A quantidade indicada é de 1200 e 1500 mg de glucosamina diariamente e 600 a 800 mg de sulfato de condroitina por três meses seguidos. Depois de um descanso de um mês, retome o tratamento por mais dois meses e retorne ao mesmo período de descanso.

Você pode estar interessado: Alimentação adequada para cuidar das articulações

Exercício, dieta e bons hábitos para o alívio das dores nas articulações

O exercício é essencial para enfrentar a dor nas articulações, pois permite mantê-las em constante movimento. Aliás, favorece também os músculos.

Realize qualquer atividade física de forma regular logo após o alívio do surto inflamatório. Durante esse período de descanso, realize alongamentos e movimentos leves na articulação afetada. Dessa forma, você impedirá que a doença ou desconforto aumente.

Maus hábitos como o tabaco, por exemplo, prejudicam completamente o processo de recuperação das articulações. Evite-os e siga uma vida saudável aliada a uma boa alimentação.

Embora não exista dieta específica para essas condições, evitar a obesidade ajuda a impedir inflamações e dores nas articulações.

Como sempre sugerimos, a consulta com um especialista é indispensável, porque somente ele indicará a raiz da doença e o tratamento adequado.

  • Barragán-Berlanga, Abel Jesús, Silvia Mejía-Arango, and Luis Miguel Gutiérrez-Robledo. “Dolor en adultos mayores de 50 años: prevalencia y factores asociados.” salud pública de méxico 49.S4 (2007): 488-494.
  • Pérez, José A., et al. “Empleo de metáforas en las sugestiones hipnóticas para manejar el dolor articular: estudio de caso.” Revista de Psicopatología y Psicología Clínica 17.1 (2012): 57-73.
  • Porras, Oscar. “Dolor articular en la niñez.” Revista Médica del Hospital Nacional de Niños Dr. Carlos Sáenz Herrera 34 (1999): 61-68.