5 alimentos que aliviam a dor do reumatismo

· 12 de setembro de 2018
A dieta para tratar o reumatismo propõe um plano de alimentação completo e equilibrado, com alimentos que ajudam a reduzir a inflamação. Sua adoção não cura a doença, mas ajuda a controlar os sintomas.

A dieta para tratar o reumatismo não cura a doença, mas pode fornecer os nutrientes necessários para aliviar os sintomas e prevenir complicações. De fato, existem alimentos anti-inflamatórios que servem como aliados para promover o bem-estar.

Embora os pacientes com estas doenças se acostumem a viver com a dor, o ranger e as dificuldades de movimento, mudanças pequenas na alimentação podem ser úteis para melhorar a qualidade de vida e, de quebra, perder peso.

O melhor de tudo é que não se trata de seguir um regime de alimentação restrito. Embora o mais apropriado seja que a dieta se adapte a cada caso, nesta, incluem-se todos os grupos de nutrientes sem expor o organismo a outros efeitos indesejados.

Quais são os alimentos que aliviam a dor? Quais os alimentos que devo evitar? Compreendendo que muitos estão lutando contra esse problema, a seguir queremos responder a estas questões em detalhes. Não perca!

O que você deve levar em conta na hora de fazer uma dieta para lidar com o reumatismo

A realização de uma dieta para tratar o reumatismo não implica em parar de consumir os medicamentos prescritos pelo médico, ou ignorar outros hábitos que são fundamentais para o tratamento. A ideia de melhorar a dieta é poder paliar os sintomas para melhorar a qualidade de vida.

Mulher com dor do reumatismo

Outro aspecto relevante é que, através da alimentação, pode-se controlar o peso corporal, reduzindo a pressão exercida nas articulações e as dores constantes. Você sabe o que deve ter em mente?

  • Em primeiro lugar, é conveniente saber se existe algum tipo de sensibilidade alimentar que possa gerar um aumento da permeabilidade intestinal. Muitas vezes a falta de controle desse problema dificulta o alívio da artrite reumatoide.
  • A eliminação de alimentos que produzem hipersensibilidade e alergias é uma medida muito benéfica contra os sintomas.
  • A nutrição ideal deve ser garantida sem chegar a uma superalimentação. Infelizmente, mais da metade dos pacientes com reumatismo tem algum tipo de má nutrição.
  • Os alimentos que contêm purinas devem ser limitados ao máximo para alcançar uma maior sensação de bem-estar. Além disso, é aconselhável evitar o excesso de sal, cafeína e açúcares.

Pode te interessar ler: Qual é o tempo recomendado para manter uma dieta?

Alimentos que você deve incluir na dieta para o reumatismo

Há muitos alimentos que podem e devem ser incluídos em um plano de dieta equilibrada para tratar o reumatismo. No entanto, devido às suas propriedades, alguns deles são mais benéficas do que outros. Muitos deles fazem parte da dieta mediterrânea ou da chamada “dieta anti-inflamatória”.

 1. Peixes gordurosos

Todas as variedades de peixes gordurosos contêm altas doses de ácidos graxos ômega 3, uma substância que é chave para o controle do reumatismo. Sua assimilação no organismo diminui a produção de agentes que aumentam a inflamação.

Além disso, têm a capacidade de inibir as enzimas que causam o problema. Por outro lado, fornece uma quantidade interessante de vitamina D, que é fundamental na prevenção do inchaço das extremidades e da dor.

 2. Azeite de oliva extra virgem

O consumo moderado de azeite de oliva extra virgem é muito benéfico na dieta para o reumatismo. Este alimento contém uma substância chamada oleocantal, que serve para inibir as enzimas envolvidas nos processos inflamatórios.

 3. Frutas cítricas

As frutas cítricas e outros alimentos ricos em vitamina C ajudam a proteger o colágeno, principal componente da cartilagem que reveste as articulações. Por causa disso, sua inclusão na alimentação diminui a deterioração do tecido e a inflamação.

Frutas para aliviar a dor do reumatismo

 4. Frutos secos e sementes

Esta variedade de alimentos é recomendada como complemento para qualquer tipo de dieta para tratar o reumatismo. Seus principais benefícios são atribuídos ao seu teor de ácidos graxos ômega 3, um nutriente essencial que favorece o controle do excesso de inflamação.

Eles também são uma fonte de aminoácidos e fibra dietética, substâncias que ajudam a manter um nível ótimo de energia e boa saúde digestiva. Apesar disso, o consumo deve ser moderado, pois eles contêm muitas calorias.

 5. Cebola e alho-poró

A cebola e o alho-poró contêm um tipo de antioxidante conhecido como quercetina, que ajuda a inibir compostos que causam inflamação no organismo. De fato, lhes é atribuído um leve efeito analgésico, semelhante ao causado pela aspirina ou pelo ibuprofeno.

Quais são os alimentos que devem ser evitados em uma dieta para reumatismo?

Pacientes que desejam adotar uma boa dieta para lidar com o reumatismo devem estar cientes de que alguns alimentos podem piorar a condição. Portanto, é necessário aprender a identificá-los e procurar alternativas orgânicas e saudáveis ​​para substituí-los.

Alimentos que deve evitar para aliviar a dor do reumatismo

Leia também: 10 coisas que a cerveja pode fazer para melhorar sua qualidade de vida

Alguns deles são:

  • Frutos do mar e carne vermelha;
  • Carnes embutidas ou defumadas;
  • Óleo de palma e soja;
  • Pão e pastelaria industrial;
  • Açúcar e doces;
  • Refrigerantes e bebidas carbonatadas;
  • Alimentos ricos em oxalatos (espinafre, beterraba, acelga, cacau em pó, etc.);
  • Produtos lácteos integrais;
  • Fast food e comida processada;
  • Alimentos enlatados.

Você sofre de alguma doença reumática? Melhore em 100% sua alimentação e descubra que você pode melhorar sua qualidade de vida. Embora não seja simples modificar os hábitos alimentares, seus benefícios fazem com que o esforço valha a pena.