Alimentos que não devem ser misturados

Substâncias como os taninos da uva podem inibir a absorção de certos minerais. Elas são chamadas de antinutrientes. Saiba mais detalhes a seguir.
Alimentos que não devem ser misturados

Última atualização: 25 Janeiro, 2021

Você já comeu lentilha na refeição e iogurte de sobremesa? Essa combinação não é uma boa escolha, pois há certos alimentos que não devem ser misturados.

Existem produtos que podem conter substâncias conhecidas como “antinutrientes”, que poderiam agir dificultando a obtenção dos benefícios de:

  • Gorduras.
  • Proteínas.
  • Vitaminas.
  • Minerais.
  • Carboidratos.

Normalmente, sabemos o que os alimentos industrializados contêm lendo a sua composição nutricional, mas os alimentos frescos nem sempre carregam rótulos nutricionais. É por isso que vamos explicar quais são essas substâncias que fazem com que alguns alimentos não devam ser misturados com outros.

O que são os antinutrientes?

Os antinutrientes são produtos químicos naturalmente presentes nos alimentos que interferem ou inibem diretamente a absorção de certos nutrientes. Isso pode acontecer porque eles se unem a estes nutrientes formando complexos que acabam sendo eliminados nas fezes, ou porque inativam ou reduzem a atividade das enzimas digestivas.

Essas substâncias são encontradas principalmente em alimentos vegetais, pois fazem parte do mecanismo de defesa das plantas contra insetos e outras ameaças externas.

Frutas e vegetais

Quais são os antinutrientes que indicam os alimentos que não devem ser misturados?

Os antinutrientes são encontrados principalmente em vegetais, oleaginosas, sementes e cereais, embora também possamos encontrar alguns nos ovos, por exemplo. Estes são os mais comuns.

Ácido fítico

O ácido fítico está presente em sementes, grãos, oleaginosas e leguminosas. Pode afetar a absorção de zinco, ferro, magnésio, cobre, fósforo e cálcio, de acordo com um artigo publicado na revista International Journal for Vitamin and Nutrition Research. Também pode inibir enzimas digestivas necessárias para quebrar o amido e proteínas em frações menores.

Ácido oxálico

O ácido oxálico forma complexos não absorvíveis com minerais como ferro, magnésio, zinco ou cálcio presentes em alimentos vegetais, como espinafre, beterraba ou acelga. É encontrado principalmente no chocolate, espinafre e café.

Substâncias bociogênicas

As substâncias bociogênicas reduzem a absorção de iodo da dieta e estão presentes no repolho, couve-flor, nabo, etc., embora sua atividade seja reduzida com o cozimento. Deve-se tomar um cuidado especial com as pessoas que sofrem de hipotireoidismo, já que o iodo faz parte da estrutura da glândula tireoide.

Tripsina e lecitina

São proteínas encontradas em leguminosas, principalmente nos feijões brancos. Elas agem como inibidores de protease, o que significa que a digestão proteica ocorre mais lentamente, de acordo com um estudo publicado no Journal of AOAC International.

Taninos

Os taninos estão presentes no vinho e no chá verde. Eles têm uma função quelante, uma vez que se juntam a certos metais, como ferro e zinco, e depois são eliminados através da urina ou das fezes.

Castanhas e taça de vinho

Quais alimentos não devem ser misturados?

Uma vez que já sabemos o que são os antinutrientes e em quais alimentos eles estão presentes, podemos evitar certas combinações. Com isso, preveniremos a diminuição da absorção de minerais e a lentidão na digestão.

Aqui estão alguns exemplos de combinações comuns que devemos evitar:

  • Lentilha e, para a sobremesa, iogurte: como dissemos, as leguminosas contêm ácido fítico, o que dificulta a absorção do cálcio do iogurte. Uma combinação melhor seria comer uma laranja ou um kiwi na sobremesa, já que a vitamina C ajuda a absorver o ferro presente nas lentilhas.
  • Uma taça de vinho com oleaginosas: é normal que, ao pedir uma taça de vinho, sejam servidas oleaginosas como acompanhamento. No entanto, os taninos presentes no vinho impedem a absorção de ferro e zinco das oleaginosas.
  • Espinafre gratinado com queijo: vegetais de folhas verdes contêm oxalatos, substâncias que reduzem a absorção do cálcio presente no queijo e nos laticínios.
  • Feijão branco com carne: se você quiser fazer um ensopado de feijão branco, a melhor opção é fazê-lo com legumes, já que a tripsina e a lecitina presentes nessas leguminosas dificultam a digestão da carne.

Antes de combinar alimentos, aprenda sobre os seus antinutrientes

O fato de que alguns alimentos contêm antinutrientes não significa que você tem que parar de consumi-los. Esses alimentos têm muitos compostos benéficos para a saúde.

Cozinhar e deixar os alimentos de molho são as duas técnicas básicas para inativar os antinutrientes, além de evitar certas combinações explicadas. Tenha isso em mente especialmente se você tiver problemas de digestão, deficiência de vitaminas ou minerais ou doenças autoimunes. Nesses casos, procure um nutricionista para obter mais orientações.

Pode interessar a você...
Nutrição e insuficiência renal: tudo o que você precisa saber 
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Nutrição e insuficiência renal: tudo o que você precisa saber 

Ter controle sobre a nutrição quando há insuficiência renal é muito importante para prevenir a desnutrição do paciente e retardar a doença. Saiba mais.



  • He W., Li X., Ding K., Li Y., Li W., Ascorbic acid can reverse the inhibition of phytic acid, sodium oxalate and sodium silicate on iron absorption in caco 2 cells. Int J Vitam Nutr Res, 2018. 88 (1-2): 65-72.
  • Gilani GS., Cockell KA., Sepehr E., Effects of antinutritional factors on protein digesetibility and amino acid availbility in foods. J AOAC Int, 2005. 88 (3): 967-87.