Água com sabor: tudo o que você precisa saber

24 de setembro de 2019
Com o furor do estilo de vida saudável e a propaganda negativa de refrigerantes, a água saborizada chega fortemente ao mercado. Descubra tudo o que se esconde por trás dessa bebida.

Hoje em dia, ninguém duvida da importância de manter o corpo bem hidratado. Nem a indústria de alimentos. É por isso que uma grande variedade de novas bebidas proliferou nos últimos anos. Entre elas, a água com sabor.

Com que nos hidratamos?

Com os verões cada vez mais quentes, os alertas de especialistas sobre altas temperaturas estão se tornando cada vez mais familiares. Proteger-nos do sol, não realizar exercícios nas horas centrais do dia, manter-nos frescos e hidratados.

Todos nós sabemos que devemos beber cerca de dois litros de água por dia, pois isso é estabelecido pelos principais especialistas em saúde. Um estado de desidratação pode levar a graves distúrbios metabólicos e funcionais.

Sem dúvida, a melhor opção para que nos mantenhamos hidratados é a água. Mas para muitas pessoas nem sempre é fácil beber essas quantidades, pois acham que a água é tão insípida que não a toleram.

É por isso que há um grande consumo de outros tipos de bebidas no mundo todo, como refrigerantes, sucos ou bebidas energéticas. De acordo com vários estudos, o Brasil está entre os 10 maiores consumidores de refrigerantes do mundo.

O problema é a grande quantidade de açúcar adicionado que a maioria das bebidas com sabor costuma ter. E cada vez mais são as vozes que alertam para a alta presença de açúcares em nossa dieta e os perigos que eles representam para a saúde. É por isso que devemos prestar atenção especial à redução do consumo desse tipo de bebida.

Não deixe de ler: 5 erros de hidratação mais comuns

Água com sabor: seus pontos fortes

Morangos para preparar água com sabor

As águas com sabor feitas com ingredientes naturais, como frutas, são ideais para a hidratação. Além disso, são ideais para evitar o consumo de refrigerantes.

Quando falamos de água com sabor, queremos dizer água com infusão ou sabor de frutas, legumes ou especiarias. Nada mais. Nesse caso, estaríamos falando de uma bebida tão saudável e recomendada quanto a água.

A água com sabor pode ser uma opção muito boa para tornar a hidratação algo mais saborosa, variada e divertida. E não só isso. Pode ser uma maneira de reduzir o consumo de refrigerantes, optando por outras bebidas que nos hidratam sem prejudicar a saúde. E que inclusive, podem até nos proporcionar prazer.

Cuidado com os pontos fracos

A água com sabor encontrou um lugar no mercado entre as pessoas que estão cientes do risco do alto consumo de açúcar e da importância de comer bem para cuidar de sua saúde.

A combinação da água com a fruta parece uma opção muito saudável. Mas nem todas as águas com sabor do mercado são o que parecem a priori e têm algumas desvantagens.

Quantidades de açúcar

Analisando os rótulos de algumas das águas com sabor que podemos encontrar no mercado, percebemos que a maioria contém açúcar ou outros adoçantes entre seus ingredientes.

Assim, algumas delas são mais parecidas com refrigerantes do que com água mineral. Podem conter o equivalente a duas ou três colheres de chá de açúcar por copo. Algumas até chegariam ao limite diário estabelecido pela OMS em uma única lata de bebida.

Por isso, e mesmo acreditando que optamos por uma bebida mais saudável, estaríamos adicionando muito açúcar à nossa dieta.

Leia mais: Você sabia que os refrigerantes light aumentam nossa gordura abdominal?

Uma longa lista de ingredientes

Já vimos que os ingredientes ideais deveriam ser água e frutas ou vegetais. Mas em algumas delas, a lista de ingredientes pode ser muito longa. Além do açúcar ou adoçantes mencionados acima, podemos encontrar: sucos concentrados de frutas, aromas, acidulantes, conservantes e corantes.

Muito longe, portanto, do que consideramos aceitável para uma bebida que quer se parecer com água mineral.

Ervas, vitaminas e minerais para preparar água com sabor

O que procuramos na água é uma bebida que nos hidrate e reabasteça os minerais perdidos. Exceto em condições muito especiais, a água não deve nos fornecer outros nutrientes que já obtemos com os alimentos.

Portanto, devemos ter cuidado ao encontrar mensagens de saúde nos rótulos. Não se deixe seduzir pelas mensagens de energização, desintoxicação ou equilíbrio, pois a função de uma bebida deve ser a hidratação.

Para apreciar as propriedades medicinais das plantas, é melhor ir a centros especializados, onde nos aconselharão de forma personalizada.

A melhor água com sabor: a caseira

Infusões com frutas para hidratar

As águas com sabor feitas em casa são saudáveis ​​e ideais para que nos refresquemos no verão. No entanto, certifique-se de fazê-lo apenas com ingredientes saudáveis, como frutas, legumes e especiarias.

Se prepararmos nossa própria água com sabor em casa, saberemos exatamente os ingredientes que estamos usando.

Além disso, também podemos inovar e experimentar ingredientes diferentes, experimentar novas ervas e aproveitar algumas frutas ou legumes que temos em casa prestes a estragar.

Se seguirmos essas três regras básicas, teremos bebidas saudáveis ​​e refrescantes pelo resto do verão. E ótimos refrescos para surpreender nossos amigos e convidados!

1. A água deve ser a base

O ingrediente principal deve ser a água ou, se preferirmos, água com gás. Vamos adicioná-la no final do processo. Depois de preparada, deixamos descansar no mínimo 12 horas antes de tomar para que adquira mais sabor. Antes de servir, podemos adicionar cubos de gelo para manter a frescura.

2. Qualquer fruta de que gostamos é válida

Limão, laranja pera, laranja lima, abacaxi, manga, morangos ou a fruta que você preferir. Cortamos em pedaços e os colocamos em uma jarra de boca larga. Quanto menores os pedaços, melhor. E podemos picar ou amassar bem as frutas mais suculentas, como morangos, framboesas ou mirtilos, assim liberam mais sucos e aromas. Com pepino, cenoura ou aipo, também obteremos boas combinações.

3. Adicione temperos e ervas frescas na água com sabor

As especiarias e ervas frescas combinam muito bem com as frutas e nos dão uma frescura e sabor extras. No caso de ervas frescas (hortelã, manjericão, sálvia, salsinha, etc.), cortamos algumas folhas e as misturamos diretamente com as frutas. No caso de especiarias como canela, cardamomo, cravo ou gengibre, faremos previamente uma infusão e a adicionamos quando tiver amornado.

Então, você se anima a preparar suas próprias águas com sabor? Como você pode ver, essas bebidas são uma boa opção para hidratar quando você as faz com frutas e ingredientes naturais. Se possível, evite apresentações que contenham açúcares e aditivos.

  • European Food Safety Authority . Panel sobre productos dietéticos y alergias (NDA). Opinión Científica sobre los valores dietéticos de referencia para el agua. Revista EFSA 2010; 8(3):1459.
  • España. Real Decreto Ley 15/1992. Reglamento Técnico Sanitario de Elaboración, Circulación y Venta de Bebidas Refrescantes. BOE (27-1-1992).
  • Ministerio de Agricultura, Pesca y Alimentación. Informe del Consumo de Alimentación en España 2017. Madrid 2018.
  • Popkin, B. M., D’Anci, K. E., & Rosenberg, I. H. (2010). Water, hydration, and health. Nutrition Reviews. Blackwell Publishing Inc. https://doi.org/10.1111/j.1753-4887.2010.00304.x