Adoçantes naturais, melhor opção para a saúde

· 17 de agosto de 2013
Conheça alguns adoçantes naturais para você substituir o açúcar de sua dieta e levar uma vida mais saudável

Os adoçantes naturais são úteis na substituição do açúcar, são consumidos por pessoas que objetivam perder peso, ajudam a controlar e manter a saúde daqueles que sofrem de diabetes, já que as mesmas devem cortar açúcar de sua alimentação e acabam sendo bons na prevenção contra as cáries.

No mercado, existe uma grande variedade de adoçantes que, iguais aos naturais, não contêm calorias, mas que não são derivados de vegetais.

Quais são esses adoçantes naturais?

Entre os adoçantes naturais, podemos destacar: o mel, o xarope de ácer, o agave, o melaço e o concentrado de uva, mas essas fontes adoçantes são ricas em calorias.

Como ficou claro, apesar de sabermos que os adoçantes não contêm calorias, existem alguns riscos.

Logo, se você estiver controlando a sua alimentação de modo que não possa consumir carboidratos, deve prestar muita atenção nas etiquetas dos produtos que pretende consumir, porque alguns deles contêm carboidratos para melhorar seu sabor.

Conheça: 6 consequências de uma dieta sem carboidratos

Quais são mais seguros?

Existem alguns tipos de adoçantes sem nenhum tipo de calorias, já que seus ingredientes principais são extraídos diretamente das plantas, sem que tenham passado por nenhum processo químico que possa prejudicar a saúde.

Entre eles, o mais conhecido é o preparado a partir das folhas de estévia, uma planta que contém glicosídeos, um componente chamado esteviosídeo, e que tem um sabor de larga duração, além de ter a particularidade de ser 300 vezes mais doce que o açúcar que extraem da cana.

Leia também: Benefícios da estévia na perda de peso

Os glicosídeos dessa planta contêm alguns minerais como, por exemplo, cálcio, potássio, ferro, fósforo, magnésio e zinco, que são metabolizados rapidamente pelo organismo humano e, por isso, uma vez que não ficam acumulados, proporcionam energia.

Esse é o motivo pelo qual são recomendadas àquelas pessoas que seguem uma alimentação sem calorias como ajuda para perder peso.

Estudos realizados mais a fundo sobre esse adoçante natural comprovaram sua eficiência pra reduzir a pressão e a inflamação das artérias além disso, descobriram também sua capacidade antioxidante.

Os profissionais da saúde estão a espera do resultado de novas pesquisas com respeito a esse produto natural para ter a segurança de que podem recomendá-lo como terapêutico.

Quem pode consumir?

O adoçante natural que provém da estévia pode ser uma saudável e segura alternativa para pessoas que sofrem de diabetes tipo 2, já que, como sabemos, essas pessoas não podem consumir nenhum tipo de caloria.

Portanto, a elas estão expressamente proibidas bebidas e alimentos que contenham carboidratos, o que obviamente quer dizer que não podem adoçar nada com açúcar refinado.

Nesse caso, os naturais são mais aconselhados por serem considerados mais seguros quando relacionados aos adoçantes artificiais.

Antes de tomar qualquer decisão sobre deixar de consumir o produto de sempre e começar a experimentar outro, é muito importante consultar o seu médico sobre as vantagens e desvantagens existentes.

  • Goyal, S. K., Samsher, & Goyal, R. K. (2010). Stevia (Stevia rebaudiana) a bio-sweetener: A review. International Journal of Food Sciences and Nutrition. https://doi.org/10.3109/09637480903193049
  • Anton, S. D., Martin, C. K., Han, H., Coulon, S., Cefalu, W. T., Geiselman, P., & Williamson, D. A. (2010). Effects of stevia, aspartame, and sucrose on food intake, satiety, and postprandial glucose and insulin levels. Appetite. https://doi.org/10.1016/j.appet.2010.03.009