Acabe com a irritabilidade, ansiedade e depressão

· 28 de julho de 2014
Uma boa alimentação e a atividade física afetam a saúde de nosso cérebro, e por isso podem influenciar positivamente na hora de tratar estes problemas.

A irritabilidade, ansiedade e depressão são os problemas de saúde mental mais comuns em nossa sociedade. Muitas vezes são sentidos como um complexo conjunto de desafios emocionais e funcionais.

A ciência nos ajuda a compreender a conexão existente entre a mente e o corpo e vemos como a ansiedade e a depressão podem ser provocados por uma variedade de fatores.

Estes fatores podem ser de natureza nutricional, psicológica, física, emocional, ambiental, social e espiritual, mas também pode ser genética ou devido à uma doença cerebral.

Enquanto que muitas vezes ouvimos falar de uma causa bioquímica, não está claro se o nível dos neurotransmissores é a causa real da irritabilidade, ansiedade e depressão, ou simplesmente um sintoma de que uma pessoa está ansiosa ou deprimida.

A irritabilidade, ansiedade e a depressão não são a mesma coisa, mas às vezes se apresentam juntas. Não é raro que as pessoas com depressão experimentem ansiedade e as pessoas com ansiedade apresentem a depressão, assim como a irritabilidade.

Descubra: 5 ótimas dicas de yoga para a ansiedade

Melhorar a nossa saúde mental

Enquanto que a depressão e a ansiedade em geral se classificam como doenças mentais, é mais fácil pensar nelas como transtornos da saúde cerebral, o que está diretamente relacionado com a estrutura física e os mecanismos do cérebro, assim como os problemas emocionais e relacionais.

Esta perspectiva coloca em destaque a necessidade de cuidar do cérebro, o qual, igual aos outros órgãos do corpo, se vê afetado pelo nosso estilo de vida. Como tal, o que comemos, como nos movimentamos e a qualidade de nosso sono afeta o funcionamento do cérebro.

Além disso, a forma como administramos o estresse e outras emoções, a qualidade de nossas relações e as nossas motivações, tudo isso influencia a nossa saúde mental.

Sintomas da ansiedade e depressão

Como acabar com a depressão

A ansiedade e a depressão nos impedem de desenvolver nossa vida de forma normal, alteram nossos hábitos e comportamentos, afetam nossas relações em geral; trabalho, família, companheiros, etc.

Manifestam-se mediante sintomas que podem ser de origem física (como dor abdominal, pontadas, taquicardias, dificuldade para respirar, enjoos, tremores musculares, sudorese, cansaço, etc.) ou mental (como a irritabilidade, angústia, medo, fuga ou evitação).

Em geral, estes transtornos são produzidos por preocupações exageradas e reiteradas, assim como a dificuldade para nos adaptarmos às mudanças em nossa vida pessoal ou profissional.

Leia também: Dieta para a depressão: alimentos que melhoram o humor

10 ações para acabar com a irritabilidade, ansiedade e depressão

Comece a cuidar do seu cérebro com os seguintes conselhos:

  1. Respire lentamente; a exalação lenta ajuda a relaxar o corpo.
  2. Movimente o seu corpo.
  3. Passe mais tempo em contato com a natureza.
  4. Procure dormir um sono regular e reparador.
  5. Passe mais tempo com o apoio de amigos e familiares.
  6. Aceite a imperfeição.
  7. Consuma alimentos funcionais e beba muita água.
  8. Medite (sentado ou em movimento) ou reserve um tempo regular para a prática de autoconhecimento.
  9. Pratique o perdão consigo e com o outro.
  10. Pratique o agradecimento consigo e com o outro.