Dieta para a depressão: alimentos que melhoram o humor

Os alimentos com aminoácidos e gorduras saudáveis podem ajudar a estimular a secreção de serotonina para promover o bem-estar e combater a depressão.

A dieta para a depressão é aquela que sugere uma combinação de alimentos que beneficiam o sistema nervoso e o cérebro. Ainda que no aparecimento deste problema incidam muitos fatores, alguns nutrientes são determinantes para o seu controle.

Na verdade, existe uma variedade de alimentos que promovem a secreção de serotonina e endorfinas, mais conhecidos como hormônios do bem-estar. Graças a isso, sua ingestão melhora o humor e reduz os sintomas vinculados a este transtorno.

Por que é tão importante seguir uma dieta para a depressão? Quais alimentos devemos incluir nela? Sabemos que muitos desconhecem a função que a nutrição desempenha. Por esta razão, a seguir repassaremos seus aspectos mais relevantes e algumas sugestões.

Combater a depressão por meio da alimentação

A depressão é um dos problemas de saúde pública que mais afetam a população moderna. Ela se caracteriza por um estado de tristeza profunda, no qual também aumentam a irritabilidade, os sentimentos de desesperança e a perda de interesse pela vida.

Mulher sem apetite

A doença é cada vez mais preocupante, dado que muitos ignoram seus sintomas até que começam a afetar a qualidade de vida. Além disso, alguns dos afetados são crianças e adolescentes, que às vezes têm mais dificuldades para enfrentá-la.

Existem muitos fatores que se vinculam ao seu surgimento, e a maioria é do tipo emocional. No entanto, também pode se originar por fatores ambientais, mudanças hormonais ou problemas relacionados com uma vida sedentária.

O tratamento pode variar em cada caso, em função do impacto que gera na vida do afetado. Independentemente disso, recomenda-se fazer uma série de mudanças na dieta com o objetivo de dar prioridade aos alimentos que promovem o bem-estar. Quais são?

Nutrientes recomendados para uma dieta para a depressão

Uma dieta para a depressão respeita as características de uma alimentação balanceada e completa. A grande diferença é que sugere aumentar a ingestão de alguns nutrientes cuja assimilação tem um efeito antidepressivo. Entre estes destacam-se:

  • Vitamina C: encarregada de intervir na síntese de neurotransmissores e reduz os efeitos do estresse oxidativo.
  • Triptofano: é um aminoácido essencial que age como relaxante natural e precursor da serotonina.
  • Fenilalanina: outro tipo de aminoácido que estimula a secreção de endorfinas.
  • Ácidos graxos ômega 3: mantêm o equilíbrio mental, melhoram a concentração e evitam a depressão.
  • Cálcio e magnésio: intervêm na produção de neurotransmissores.
  • Potássio: acalma o sistema nervoso, reduz a irritabilidade e combate a depressão.

Leia mais: Nutrição e alimentação para ter uma pele mais saudável

Alimentos que melhoram o humor

Os alimentos que contêm nutrientes que melhoram o humor podem ser adicionados em toda dieta para a depressão. Não se trata de usá-los como base da alimentação, e sim de incluí-los como um grande complemento para o controle dos sintomas. 

Vegetais de folhas verdes

Graças ao seu significativo teor de magnésio, os vegetais de folhas verdes ajudam a equilibrar o sistema nervoso. Por isso, são aconselhados como aliados contra transtornos emocionais como a ansiedade e a depressão.

Vegetais de folhas verdes

Nozes

As nozes e outras variedades de oleaginosas ajudam a promover o bem-estar graças ao seu teor de ômega 3, aminoácidos e minerais como o potássio e o magnésio.

Sementes de linhaça

As sementes e o óleo de linhaça contêm ácidos graxos ômega 3, recomendados para regular a saúde nervosa. Estes, entre outras coisas, aliviam a inflamação e melhoram a saúde cardiovascular.

Cacau

O cacau, incluindo o contido no chocolate amargo, é um dos alimentos mais recomendados em uma dieta para a depressão. Seus aminoácidos aumentam a secreção de serotonina, neurotransmissor da felicidade.

Ovo

Rico em vitamina B12 e aminoácidos, o ovo é um dos alimentos mais completos para a dieta. Estes nutrientes equilibram a atividade do sistema nervoso e previnem a ansiedade e a depressão.

Outros alimentos contra a depressão

  • Sementes de chia e girassol
  • Abacate
  • Laranja
  • Iogurte natural
  • Carnes magras
  • Peixes magros
  • Feijão
  • Agriaõ
  • Cereais integrais

Alimentos proibidos em uma dieta para a depressão

Infelizmente, diante de um estado de depressão existe uma certa tendência a consumir alimentos que são nocivos para a saúde. Como consequência, não só pioram a crise emocional, mas também aumentam o peso e as sequelas físicas. Quais são?

Donuts ricos em açúcares

  • Carnes embutidas
  • Açúcares refinados e derivados
  • Refrigerantes e bebidas com gás
  • Frituras e fast food
  • Bebidas alcóolicas
  • Café em excesso
  • Confeitaria
  • Queijos gordurosos
  • Cereais refinados

Leia também: Como usar o manjericão para a fadiga e depressão

Concluindo

Os alimentos que melhoram o humor servem como aliados contra a depressão. No entanto, para obter resultados a médio e a longo prazo, devem ser incorporados em uma dieta balanceada e completa.

Também é primordial colocar em prática outros métodos terapêuticos contra o transtorno, dado que a nutrição não é suficiente. Um profissional em atenção psicológica pode determinar quais outras pautas devem ser incluídas no tratamento.

Recomendados para você