6 valores de uma família feliz

· 22 de agosto de 2018
Amor, respeito, empatia, honestidade, autonomia e perdão são os valores fundamentais que toda família precisa para alcançar a felicidade.

No mundo globalizado de hoje, a tecnologia e as redes sociais impõem tendências, mas a educação baseada em bons valores ainda continua vigente e deve prevalecer. Sem dúvida, são a base de uma vida bem estruturada. Os valores de uma família feliz continuam sendo o melhor caminho para a construção de um mundo melhor.

Os valores são os que permitem uma convivência pacífica. Ou assim deveria ser. Educar os filhos com os valores de uma família feliz pode ser a garantia de um futuro bem-sucedido, para vivermos em um mundo com menos violência, medo e incerteza.

Quais são os valores de uma família feliz?

Os valores de uma família feliz são os acordos ou normas que orientam a convivência, a paz e a união dos seus membros. Trata-se do caminho para a felicidade e realização, tanto pessoal como familiar.

1. Amor

Para começar, a base para a convivência harmoniosa, o sustento que alimenta a coexistência de outros valores, a razão pela qual as pessoas se unem e trazem filhos para formar uma família, é o amor. Ou assim deveria ser.

Parece óbvio incluir o amor como o primeiro dos valores de uma família feliz, mas se fosse tão óbvio, não haveria tantos divórcios, famílias disfuncionais e pais ausentes.

Todos os membros da família precisam entender que é preciso aprender a amar. O amor é exigente, implica estabelecer limites e cumpri-los para crescer e garantir a felicidade da família. É a principal fonte de cura de todas as feridas.

A união com os filhos é um hábito de uma família feliz

2. Respeito

O amor cresce quando existe o respeito a regras próprias e à dignidade da família. Alimenta a confiança em cada um de seus membros.

Na medida em que se estabelecem relações de respeito às necessidades, particularidades e preferências de cada membro da família, ela se torna mais unida. É importante lembrar que esse respeito deve se estender a todos, desde o recém-nascido, o bebê, as crianças, os adolescentes, os pais e até avós.

Além disso, o respeito inclui reconhecer e valorizar a forma de pensar do outro, mesmo quando ela é oposta à sua. O respeito dentro da família transcende e permeia tudo o que a rodeia.

Confira As 5 chaves do respeito entre o casal

3. Empatia

Para poder respeitar as diferenças entre os membros da família, será preciso muitas vezes se colocar no lugar do outro. Nem sempre é fácil. Em muitas ocasiões, isso implica abrir mão de padrões ou preconceitos antigos ou curar as feridas que podem ter surgido durante a convivência diária.

O apoio é um hábito de uma família feliz

A empatia e o amor dão força para a união familiar. Sustenta a família diante de situações difíceis, ajuda a resolver as crises e a continuarem crescendo juntos.

Enquanto que, com a empatia, é possível entender pelo que o outro está passando, avaliar os esforços e comemorar a conquista das metas, mesmo que sejam pequenas. A empatia cresce com a generosidade que oferece carinho, tempo para compartilhar e compreensão.

Visite também: Os 4 valores mais importantes a transmitir aos seus filhos

4. Honestidade

A comunicação entre os membros de uma família deve ser honesta, sem medos.

Sem honestidade, todas as demais relações dos membros da família correrão riscos ao longo da vida.

É um elemento essencial das relações duradouras. Quando a confiança se quebra, isso põe em risco a união familiar. A honestidade está irremediavelmente ligada à confiança e à transparência.

5. Autonomia

Primeiro, é preciso reconhecer as diferenças entre os integrantes de uma mesma família, respeitar seus pensamentos e preferências. Afinal, a família apoia o crescimento espiritual e autônomo de cada um de seus membros.

Os pais não devem “cortar as asas” dos filhos, mas apoiar o seu crescimento e o fortalecimento de seu voo, alimentando sua autoestima.

Compartilhar tempo na cozinha é um hábito de uma família feliz

Os filhos reconhecem o esforço dos pais e os apoiam. Crescem e tomam suas próprias decisões, a partir da autonomia que lhes deram os pais. São indivíduos capazes de trabalhar em equipe para a realização do bem comum.

6. O perdão

O perdão é uma excelente forma de expressar o amor. Ao longo da vida familiar, serão muitas as vezes em que você vai cometer erros. Aceitar que cometeu uma falta, perdoar e corrigir fazem parte da dinâmica de uma família saudável e feliz.

Com a rigidez, a negatividade e o orgulho, não se constrói o perdão. Em contrapartida, se combinarmos amor, honestidade e empatia, tudo será possível.

Para encontrar a força, tanto para perdoar como para pedir perdão quando for necessário, o segredo é praticar diariamente. Assim, quando for necessário, não será uma tarefa homérica, mas algo natural.