6 truques para comer 300 calorias a menos por dia

25 de fevereiro de 2019
Escolher lanches leves e preparar algumas infusões de plantas pode ajudar a economizar até 300 calorias por dia. Isso também poderia favorecer a perda de meio quilo por semana.

Não é um segredo para ninguém que o consumo excessivo de calorias é um dos principais gatilhos do sobrepeso, juntamente com os maus hábitos e o sedentarismo. Por esse motivo, aprender os truques para comer 300 calorias a menos durante todo o dia podem ajudar a atingir o peso ideal.

Por esta razão, ao invés de seguir esses planos ‘milagrosos’ o melhor é manter uma dieta equilibrada. Assim, aplicando algumas dicas para minimizar o total de calorias, é possível perder peso com segurança e eficazmente. Descubra!

Os melhores truques para comer 300 calorias a menos

Deixar de comer menos 300 calorias durante o dia pode ajudá-lo a perder até meio quilo em uma semana. No entanto, seus efeitos variam dependendo da taxa de metabolismo de cada indivíduo e, claro, dos outros hábitos alimentares que mantenha.

É inútil pôr em prática os truques recomendados se a alimentação continua sendo rica em gorduras, açúcares e outros alimentos prejudiciais. Então, para conseguir uma mudança notável, aplique-os dentro de uma dieta equilibrada e completa. Está pronto para tentar?

Veja também: Você sabia que praticar ioga ajuda a queimar calorias?

 1. Faça um lanche saudável

Consuma 300 calorias a menos comendo lanches saudáveis

Algumas pessoas mantêm hábitos alimentares saudáveis ​​e se preocupam com a ingestão de pratos principais reduzidos em calorias. No entanto, quando chega a hora do lanche, eles fazem escolhas que não são totalmente boas porque contêm muitas calorias.

Por exemplo, um croissant pode chegar até 300 kcal por porção, sem contar quem adiciona um café com leite e açúcar, que são até 66 kcal. Por outro lado, um iogurte pobre em gorduras, uma tigela de frutas ou um copo de leite vegetal não somam mais de 150 kcal. Existem lanches mais saudáveis? Sim!

  • Tigela de aveia com frutas
  • Farinha de aveia
  • Biscoitos integrais com abacate
  • Infusões de plantas
  • Vitaminas de frutas e vegetais (sem cremes ou aditivos)
  • Punhado de frutas secas com iogurte pobre em gorduras
  • Sanduíche de vegetais
  • Sumo de laranja

 2. Comer sanduíches abertos

Sem dúvida alguma, os sanduíches podem ser uma bomba quando não são preparados com cuidado.  Por isso, se você está procurando comer 300 calorias a menos, uma boa opção é fazer sanduíches abertos. Com este método você economizar até 110 kcal; Além disso, se você evitar os molhos, vai salvar outros 120 kcal. Finalmente, se você usar atum em água, economiza 65 kcal comparado ao óleo.

 3. Escolha saladas leves

Consuma 300 calorias a menos comendo saladas

Muito cuidado! Às vezes, as saladas são que levam a dieta ao fracasso. Embora nós tendemos a relacionar esta refeição com um prato leve e saudável, nem todas as receitas são boas. De fato, muitas são inimigas potenciais de um peso saudável.

Para comer 300 calorias a menos por dia, seria bom verificar quais ingredientes a salada escolhida contém. Se você tem adicionados queijo, presunto ou molhos cheios de gordura, é melhor descartá-la. Em vez disso deve comer as que são abundantes em vegetais frescos e crus.

 4. Consumo moderado de óleo

Existem muitos métodos que permitem moderar o consumo de óleo na alimentação regular. Embora existam opções saudáveis, como o azeite de oliva, canola ou o óleo de girassol, em qualquer caso é melhor minimizar sua ingestão ao fazer receitas.

Portanto, para reduzir o total de calorias dos pratos é bom optar por métodos de cozimento ao vapor ou em água. Se for necessário usar óleo, uma boa dica é aplicá-lo com um pincel de silicone ou spray para não cair em excessos.

 5. Evitar os cremes e natas

Consuma 300 calorias a menos evitando creme de leite

Creme e natas de leite são proibidos em qualquer plano de dieta para perder peso. Embora uma colher acrescente apenas umas 52 kcal, usar em saladas ou sopas pode facilmente adicionar até 300 kcal.

Portanto, melhor é excluí-los da dieta e substituir por opções mais leves como iogurte desnatado ou os leites vegetais. Isso sim, também devem ser usados com moderação, pois em quantidades abundantes somam calorias desnecessárias.

Veja também: Os piores alimentos que você pode comer e suas alternativas mais saudáveis

 6. Consuma infusões

A sensação de fome pode atacar entre as refeições, mesmo depois de fazer os dois lanches recomendados. Por causa disso, muitas pessoas acabam comendo em excesso e somando mais calorias do que as necessárias.

Então, para não ter esse problema, e de quebra comer 300 calorias a menos, uma boa ideia é fazer infusões com propriedades de ‘queima de gordura’. Estas bebidas quase não fornecem calorias e contêm nutrientes que estimulam o metabolismo e a desintoxicação.

Algumas opções interessantes são:

  • Chá verde
  • Infusão de abacaxi e gengibre
  • Chá vermelho
  • Canela e camomila
  • Infusão de limão

Em conclusão, você se anima a pôr em prática esses truques? Embora você deva melhorar sua dieta em geral, seguir estas simples dicas pode ser útil para perda de peso. Não se esqueça de complementá-las tomando muita água por dia e fazendo exercício físico.

  • Finer N. Low-Calorie Diets and Sustained Weight Loss. Obes Res. 2001;
  • Hall KD, Bemis T, Brychta R, Chen KY, Courville A, Crayner EJ, et al. Calorie for calorie, dietary fat restriction results in more body fat loss than carbohydrate restriction in people with obesity. Cell Metab. 2015;
  • Piehowski KE, Preston AG, Miller DL, Nickols-Richardson SM. A Reduced-Calorie Dietary Pattern Including a Daily Sweet Snack Promotes Body Weight Reduction and Body Composition Improvements in Premenopausal Women Who Are Overweight and Obese: A Pilot Study. J Am Diet Assoc. 2011;
  • Harvey-Berino J. Calorie restriction is more effective for obesity treatment than dietary fat restriction. Ann Behav Med. 1999;
  • Stroebele N, de Castro JM, Stuht J, Catenacci V, Wyatt HR, Hill JO. A small-changes approach reduces energy intake in free-living humans. J Am Coll Nutr. 2009;