Tratamento do colesterol com plantas medicinais

19 de fevereiro de 2019
Incluir uma série de plantas e ervas no nosso dia a dia, acompanhado de uma dieta saudável, exercício físico e controle do estresse, pode ser uma grande ajuda para reduzir os níveis de colesterol.

O tratamento do colesterol é fundamental para garantir uma boa saúde cardiovascular. Em muitos casos, podemos encontrar a solução em remédios naturais.

Assim então, neste artigo, compartilharemos 6 plantas medicinais muito eficazes para reduzir o colesterol alto.

Ainda assim, devemos levar em conta outros fatores, como uma dieta saudável, exercícios físicos, bons hábitos e uma boa dose de emoções positivas todos os dias.

Remédios para o tratamento do colesterol alto

Colesterol nas artérias

Algumas plantas medicinais podem nos ajudar no tratamento do colesterol naturalmente e sem efeitos colaterais para a saúde.

No entanto, ao mesmo tempo, devemos levar em conta a importância de controlar a ingestão de alimentos de origem animal e aumentar nosso consumo de vegetais.

Além disso, é essencial reduzir a gordura trans. Estas são encontradas em abundância em todos os tipos de produtos processados e industrializados, como margarinas, molhos, cremes, sorvetes, frituras, etc.

Por fim, também é muito importante levar em conta a influência do sistema nervoso. Neste sentido, o estresse é um fator porque afeta de forma muito negativa as funções do fígado.

Isso, como consequência, aumenta os níveis de colesterol.

Recomendamos que leia também: Gengibre, alho e mel: o melhor remédio para o colesterol alto

1. Chá verde

O chá verde é uma bebida antiga que é consumida em muitas culturas para proporcionar grandes benefícios medicinais.

Seu alto poder antioxidante faz com que seja uma bebida excelente para prevenir o envelhecimento. Além disso, seu conteúdo de catequina ajuda a reduzir o colesterol ruim (LDL).

Recomendamos tomar uma ou duas xícaras de chá verde por dia. Porém, é melhor tomá-lo em horários diferentes das refeições, pois dificulta a absorção do ferro presente nos alimentos.

Também devemos notar que este chá contém cafeína, embora em menor quantidade que o chá preto.

2. Folha de alcachofra

Chá para o tratamento do colesterol alto

A alcachofra é um vegetal muito saudável e benéfico para o fígado. Do mesmo modo, o chá feito com suas folhas é um remédio com um sabor forte e amargo, mas muito eficaz no tratamento do colesterol alto.

Além disso, esta infusão é um bom tratamento para melhorar toda a função gastrointestinal e purificar o corpo de toxinas.

Desta forma, podemos melhorar nossa saúde e prevenir grandes distúrbios crônicos.

3. Gengibre

O gengibre não pode faltar em uma dieta saudável porque traz uma série de benefícios. Além de diminuir os níveis de colesterol, também facilita a digestão, combate a retenção de líquidos e nos ajuda a perder peso.

Por outro lado, podemos usar gengibre fresco ou seco para preparar o chá ou adicioná-lo a todos os tipos de receitas doces e salgadas. O resultado é um sabor e suculência maior em qualquer prato.

Também podemos comprá-lo desidratado ou cristalizado para que esteja sempre à mão.

4. Dente-de-leão

O dente-de-leão é uma planta medicinal com alto poder desintoxicante para a função do fígado e dos rins. Desta forma, é uma opção ideal para purificar o nosso corpo e prevenir qualquer problema.

Ademais, esta planta contém inositol, um componente que não apenas reduz o colesterol, mas também impede o seu efeito negativo nas artérias. Para obter esses resultados, podemos tomá-lo em forma de chá ou também consumi-lo cru e em saladas, por exemplo.

Não perca: Descubra quais os níveis adequados de colesterol

5. Açafrão

Açafrão para o tratamento do colesterol alto

O açafrão é um remédio para o tratamento do colesterol pouco conhecido, mas muito eficaz. Esta planta é muito popular como corante para tingir alimentos amarelados. No entanto, o seu chá também nos ajuda a reduzir o colesterol alto.

O componente responsável por essas virtudes curativas é exatamente o pigmento, que é chamado crocetina. Ao consumi-lo diariamente, estamos nutrindo os capilares sanguíneos e prevenimos a aterosclerose. Desta forma, garantimos uma boa saúde cardiovascular.

Cardo de leite

Finalmente, o último dos nossos remédios para o tratamento do colesterol alto é o cardo de leite. Esta planta medicinal é um dos melhores tratamentos para o fígado porque, além de facilitar e melhorar seu funcionamento, também ajuda a regenerá-lo em casos de cirrose, hepatite, gordura no fígado, etc.

Também, o consumo de cardo de leite em forma de chá ou como suplemento regula os níveis de triglicerídeos no sangue e reduz qualquer processo inflamatório. É muito aconselhável tomá-lo uma ou duas vezes ao ano durante três meses para purificar o sangue e prevenir todos os tipos de problemas.

  • Lawes, C. M. M., Hoorn, S. Vander, Law, M. R., & Rodgers, A. (2004). High cholesterol. In Comparitive Quantification of Health Risks. https://doi.org/10.1007/s11356-012-1164-x
  • Chacko, S. M., Thambi, P. T., Kuttan, R., & Nishigaki, I. (2010). Beneficial effects of green tea: A literature review. Chinese Medicine. https://doi.org/10.1186/1749-8546-5-13
  • Hartley, L., Flowers, N., Holmes, J., Clarke, A., Stranges, S., Hooper, L., & Rees, K. (2013). Green and black tea for the primary prevention of cardiovascular disease. Cochrane Database of Systematic Reviews. https://doi.org/10.1002/14651858.CD009934.pub2
  • Gebhardt, R. (1998). Inhibition of Cholesterol Biosynthesis in Primary Cultured Rat Hepatocytes by Artichoke (Cynara scolymus L.) Extracts . Journal of Pharmacology and Experimental Therapeutics .
  • Bundy, R., Walker, A. F., Middleton, R. W., Wallis, C., & Simpson, H. C. R. (2008). Artichoke leaf extract (Cynara scolymus) reduces plasma cholesterol in otherwise healthy hypercholesterolemic adults: A randomized, double blind placebo controlled trial. Phytomedicine. https://doi.org/10.1016/j.phymed.2008.03.001
  • Thomson, M., Al-Qattan, K. K., Al-Sawan, S. M., Alnaqeeb, M. A., Khan, I., & Ali, M. (2002). The use of ginger (Zingiber officinale Rosc.) as a potential anti-inflammatory and antithrombotic agent. Prostaglandins Leukotrienes and Essential Fatty Acids. https://doi.org/10.1054/plef.2002.0441
  • Jafarnejad, S., Keshavarz, S. A., Mahbubi, S., Saremi, S., Arab, A., Abbasi, S., & Djafarian, K. (2017). Effect of ginger (Zingiber officinale) on blood glucose and lipid concentrations in diabetic and hyperlipidemic subjects: A meta-analysis of randomized controlled trials. Journal of Functional Foods. https://doi.org/10.1016/j.jff.2016.12.006
  • Choi, U. K., Lee, O. H., Yim, J. H., Cho, C. W., Rhee, Y. K., Lim, S. Il, & Kim, Y. C. (2010). Hypolipidemic and antioxidant effects of dandelion (Taraxacum officinale) root and leaf on cholesterol-fed rabbits. International Journal of Molecular Sciences. https://doi.org/10.3390/ijms11010067
  • Derosa, G., Bonaventura, A., Bianchi, L., Romano, D., D’Angelo, A., Fogari, E., & Maffioli, P. (2013). Berberis aristata / Silybum marianum fixed combination on lipid profile and insulin secretion in dyslipidemic patients. Expert Opinion on Biological Therapy. https://doi.org/10.1517/14712598.2013.832751