6 dicas preventivas para a exposição ao frio

· 15 de março de 2019
A exposição ao frio aumenta o risco de algumas doenças devido ao enfraquecimento do sistema imunológico. No entanto várias dicas preventivas que ajudam a minimizar esses efeitos

Baixas temperaturas podem causar um enfraquecimento do sistema imunológico. Por esta razão é importante seguir uma série de dicas preventivas para a exposição ao frio.

Crianças menores de cinco anos, mulheres, e idosos são os mais vulneráveis ​​a desenvolver certas condições nessa época. No entanto, sem o devido cuidado, qualquer pessoa será afetada.

Que medidas devem ser tomadas para minimizar os efeitos da exposição ao frio? Bem, considerando que muitos não tem esse conhecimento, compilamos 6 recomendações básicas.

Dicas preventivas para cuidar da saúde durante a exposição ao frio

Durante as baixas temperaturas, aumentam as chances de sofrer alguns problemas de saúde, especialmente do tipo respiratório. Manter o corpo aquecido e seguir alguns cuidados é essencial para ativar os mecanismos de defesa.

Desta forma, um “plus” de força é dado às funções imunológicas, impedindo que alguns germes e antígenos ambientais causem estragos no corpo. Quais são essas dicas?

Veja também: Usar um pijama quente ou um cobertor? Saiba como dormir no frio

1. Escolher as roupas certas

6 dicas preventivas para a exposição ao frio: escolha as roupas certas

Por razões óbvias, o vestuário da estação fria é muito diferente dos outros dias do ano. Manter o corpo aquecido é um dos objetivos e, por isso é essencial escolher roupas quentes. Antes da exposição ao frio é importante adquirir roupas cujos tecidos forneçam calor.

Luvas, blusas soltas, e xales são algumas das opções que não podem faltar. Outros itens que podem ser considerados nessa época são:

  • Casacos
  • Gorros
  • Protetores de ouvidos
  • Cachecóis
  • Meias
  • Botas de inverno.

Vale ressaltar que, além de escolher as roupas certas, recomenda-se vestir-se em camadas para controlar o frio e a umidade. Essa técnica conserva melhor o calor corporal, e evita que o corpo resfrie instantaneamente quando exposto diretamente ao clima frio.

2. Evitar o consumo de bebidas alcoólicas

Os períodos de exposição ao frio não são os melhores para consumir bebidas alcoólicas. Como muitos já sabem, sua ingestão pode enfraquecer o sistema imunológico, aumentando o risco de infecções. Por outro lado, a consciência mental é afetada, e a capacidade de reconhecer os sintomas derivados de uma temperatura baixa é limitada. O álcool dilata os vasos sanguíneos do corpo e aumenta a perda de calor.

3. Adotar uma boa dieta

6 dicas preventivas para a exposição ao frio: adote uma boa dieta

A nutrição adequada é essencial para minimizar o impacto da exposição ao frio no sistema imunológico. Alimentos ricos em vitaminas A e C fortalecem as defesas, e reduzem a suscetibilidade às infecções respiratórias.

Comer saudavelmente também é essencial para manter um peso estável nesse momento. Durante os meses frios aumenta-se a sensação de ansiedade por comida, e há mais chances de cair em excesso de calorias. Alguns alimentos recomendados para esse tempo são:

  • Mamão
  • Cenoura
  • Maçãs
  • Abacates
  • Frutos secos.
  • Carnes magras
  • Frutas cítricas
  • Vegetais verdes
  • Peixes e mariscos.
  • Cereais integrais.

4. Consumir muito líquido

Infusões quentes e água são essenciais para cuidar do organismo em períodos frios. Esses líquidos saudáveis ​​contribuem para manter a circulação ativa, evitando doenças nas extremidades.

Que por sua vez, ajudam a garantir uma hidratação adequada da pele que, infelizmente, tende a sofrer algumas agressões devido à diminuição da umidade do ar.

Leia também: Você sente frio e inchaço nas extremidades? Controle-os com remédios para a circulação

5. Usar protetor labial

6 dicas preventivas para a exposição ao frio: usar protetor labial

A exposição ao frio pode produzir consequências perceptíveis na pele delicada dos lábios. Esta, quando seca ao extremo, tende a rachar e desenvolver vários tipos de infecções. É muito importante adquirir ou preparar um bom protetor labial, já que seu uso várias vezes ao dia pode neutralizar o efeito da súbita mudança de temperatura.

6. Evitar a automedicação

Pacientes com uma determinada condição de saúde devem consultar seu médico sobre os hábitos que devem adotar para reduzir o impacto da exposição ao frio. Algumas das doenças com as quais se deve ter cuidado são:

  • Problemas cardíacos
  • Hipertensão
  • Bronquite crônica e asma
  • Gripe e resfriado
  • Hipotireoidismo
  • Diabetes

7. Conclusões para levar em conta durante a exposição ao frio

É essencial ter em mãos os medicamentos prescritos pelo profissional e evitar qualquer forma de automedicação. Muitos sintomas podem dever-se a várias condições, por esse fato, consumir um medicamento não prescrito é perigoso.

Você está preocupado em sofrer problemas com a exposição ao frio? Não hesite em seguir estas dicas simples para evitar que o frio afete seu organismo.