6 dicas para prevenir e tratar torções de tornozelo

· 30 de setembro de 2017
Para evitar possíveis lesões futuras no tornozelo, é fundamental ir ao médico nos primeiros momentos após sofrer a torção para receber o tratamento adequado.

As torções de tornozelo são lesões bastante comuns. Os atletas costumam sofrê-la com mais frequência.

Todo esporte implica altos riscos, e um deles é a torção de tornozelo. Além disso, qualquer simples movimento também pode dar origem à entorse.

Uma torção de tornozelo consiste em uma lesão nos ligamentos. Embora se trate de uma lesão quase inevitável, existem certos conselhos que podem preveni-la e ajudam a tratá-la.

Após sofrer uma entorse, o tornozelo precisará de certos cuidados especiais. Não é uma condição grave, mas pode causar grandes inconvenientes.

Existe um tratamento determinado ao sofrer torções de tornozelo. O problema é que muitas pessoas sofrem as consequências de não segui-lo ao pé da letra.

As torções mal curadas podem precisar de intervenção cirúrgica. É muito importante que elas se curem bem para que não ocorram novamente.

Conselhos e dicas para prevenir e curar torções de tornozelo

Treino proprioceptivo

Desenho de torção no tornozelo

Este é um tipo de treino fundamental. É utilizado para fortalecer os ligamentos do tornozelo. Desta maneira prevenimos as torções.

O treino proprioceptivo é muito usado no caso de atletas.

Sua função principal é preparar o tornozelo para responder diante de futuras lesões. Isso facilita que as consequências não sejam tão graves.

Equilíbrio entre as duas pernas

Todas as pessoas costumam manter uma extremidade dominante. Isso faz com que a outra extremidade não se desenvolva como deveria.

Ter um tornozelo mais resistente do que o outro pode ser um problema, já que aumenta o risco de sofrer lesões futuras.

É necessário treinar as duas pernas por igual para prevenir torções de tornozelo. Além disso, é fundamental ter um desenvolvimento muscular equilibrado de ambas as extremidades.

Treino muscular

Tornozelo com torção

Um treinamento muscular adequado reforçará de forma ótima a região do tornozelo. Isso ajudará a prevenir torções e demais lesões.

Os músculos bem treinados tensionam a delicada área do tornozelo, protegendo-a.

Treinar o músculo não apenas implica intensidade de exercício, mas também atividades de equilíbrio e coordenação.

Eliminar o medo

Após a entorse, muitas pessoas sentem medo de que a lesão se repita. Isso gera algumas limitações de origem mental, tanto na postura quanto ao realizar certas atividades.

Para que o tornozelo afetado se cure adequadamente é necessário voltar a exigi-lo da mesma maneira. Do contrário, ele pode ir se atrofiando. Se isso acontecer, será muito mais difícil recuperá-lo por completo.

Um bom tratamento de recuperação ajuda a imobilizar adequadamente o tornozelo. Desta forma a pessoa perderá o medo diante de uma futura lesão.

Após um tempo de repouso, é fundamental que o tornozelo receba os estímulos adequados. Assim, poderá ir se recuperando pouco a pouco.

A importância da recuperação

Torção no tornozelo com apósito

Ao sofrer uma entorse de tornozelo, a recuperação é essencial. O simples passar do tempo não servirá para nada neste tipo de caso.

Embora a inflamação possa diminuir, a musculatura continuará prejudicada. Quando isso acontece, é provável que tenhamos outra entorse.

As torções de tornozelo são lesões delicadas. Ao sofrê-las, é necessário consultar um médico imediatamente.

Ir ao médico será o primeiro passo. Depois disso o fisioterapeuta poderá ajudar no desenvolvimento do tratamento.

Embora possa se tratar de um prazo de tempo longo, é a única maneira de assegurar a recuperação total do tornozelo.

Agir rápido

Os primeiros dois 2 após a entorse são fundamentais. É muito importante ir ao médico neste lapso de tempo. Se isso não for feito, o tornozelo poderá se danificar de forma irreversível.

Uma entorse no tornozelo exige uma ação rápida. Se for possível, o ideal é ir ao médico logo depois de sofrer a lesão, sem esperar. Isso evitará vários inconvenientes futuros.

Embora as torções de tornozelo não sejam lesões graves, seu tratamento é fundamental, já que se não forem tratadas de maneira adequada, podem necessitar de outra intervenção.

Além disso, como mencionamos, em muitos casos a falta de tratamento atrofia de forma irreversível a extremidade.

As pessoas que praticam esportes e atividades físicas devem ter mais cuidado. O alongamento dos músculos é essencial. Antes e depois de fazer atividade física, os músculos devem ser preparados e aquecidos. Desta maneira, o desgaste e o impacto não serão tão fortes.

O alongamento e o aquecimento prévios são a melhor forma de prevenção para as torções de tornozelo.