6 chaves ideais para exercitar o abdômen

· 17 de outubro de 2017
Os músculos abdominais se encarregam de proteger a coluna vertebral e as costas, portanto é fundamental exercitá-los, embora seja necessário fazer isso com cuidado e sem forçar em excesso para não nos lesionarmos.

Exercitar o abdômen, uma das áreas do corpo que mais cria conflito na hora de perder peso, não é fácil.

Muitas vezes perder a gordura localizada nesta região é um processo lento, já que as rotinas de exercícios não são realizadas corretamente e o equilíbrio entre a alimentação e a atividade física não é o adequado.

No âmbito da estética, as pessoas querem ter um abdômen chapado com músculos definidos, já que isso representa saúde e desempenho atlético.

No entanto, muito além da parte visual, esta região do corpo é fundamental para o equilíbrio do mesmo, por isso é tão importante exercitá-la e mantê-la forte.

Muitos que querem criar uma rotina de exercícios específicos para exercitar o abdômen não sabem por onde começar.

Também não sabem quais atividades escolher de acordo com as suas necessidades, e nem como realizá-las. Se você pertence a este grupo, hoje compartilharemos as 6 chaves que você deve levar em conta ao exercitar o abdômen.

Para que servem os músculos abdominais?

A principal função de ter um abdômen forte é a de equilibrar o corpo, manter as costas e a coluna vertebral protegidas.

Se acumularmos pouca gordura nesta região, também se armazenará menos em outras partes do corpo, o que fará com que sejamos pessoas saudáveis e de visual atlético.

Em culturas antigas os homens com o abdômen definido representavam uma maior capacidade de sobreviver. Além disso, também se dizia que esta condição era de pessoas com bons genes para procriar.

Antes de começar com um treino físico é importante saber como são compostos os músculos abdominais:

  • Reto abdominal: é o músculo que causa os “quadrados”.
  • Oblíquos internos: estão abaixo do reto abdominal e dos oblíquos externos.
  • Oblíquos externos: localizados ao lado do reto abdominal. São os responsáveis por ter um quadril forte e atraente.
  • Transverso abdominal: o músculo mais profundo da região média do corpo. Ele se encarrega de sustentar todos os demais músculos, e é um dos mais difíceis de trabalhar.
Região para exercitar o abdômen

Chaves para exercitar o abdômen

Todos sabem que a chave para ter um abdômen definido é o exercício acompanhado de uma dieta balanceada.

  • Coma frutas e vegetais que ofereçam nutrientes e fibras.
  • É fundamental deixar completamente de lado as guloseimas, o álcool e os excessos.

1. Cuidado com o pescoço

Muitas pessoas tendem a cometer este grave erro. Nunca devemos usar o pescoço para ganhar impulso. A postura correta é colocar as mãos separadas na cabeça, mas nunca no pescoço.

  • O recomendável é que exista um espaço entre o peito e o queixo. Ao fazer isso garantimos que todo o trabalho é realizado pela área abdominal, e não tensionamos os músculos do pescoço.

2. Cotovelos

Mulher exercitando o abdômen

Seguindo com a posição dos braços, encontramos a posição dos cotovelos.

  • Estamos acostumados a ouvir que os cotovelos devem ir para a frente, mas este é um erro gravíssimo.
  • Eles devem se dirigir para os lados, abertos e separados, para evitar exercer pressão desnecessária no pescoço e na cabeça.

3. Respiração

Uma respiração correta é fundamental para exercitar da forma mais adequada a área abdominal.

  • Recomenda-se inspirar antes de fazer a flexão e expirar o ar quando contrair o abdômen.
  • Este tipo de respiração evitará o cansaço e tornará a contração mais eficaz.

4. Costas

As costas e sua posição também estão entre os erros mais recorrentes na hora de praticar este exercício.

  • Elas devem adquirir uma posição arredondada, mas não arqueada.
  • O arredondamento ajuda a exercitar os músculos correspondentes e a proteger a coluna vertebral.
  • Por outro lado, se nos arquearmos e apoiarmos na região lombar, maltrataremos e forçaremos as costas sem necessidade.
Movimento para exercitar o abdômen

5. Descanso

Assim como ocorre com outros músculos, é preciso dar-lhes um descanso após uma sessão de exercícios.

  • Fazer alongamentos depois de malhar ajudará a conseguir resultados mais eficazes e a evitar lesões e dores posteriores.

6. Cuidado

É muito importante fazer os abdominais devagar, sem balançar e sem dar impulso.

  • O melhor é se esforçar de acordo com o seu nível de experiência e a condição física que apresenta.

Agora você já sabe o essencial para começar a exercitar o abdômen e conseguir a definição que tanto deseja. Não se esqueça de que os exercícios devem ser complementados com descanso, alongamentos e outras rotinas para evitar lesões.

Lembre-se de que é essencial manter uma boa alimentação para ajudar a fortalecer o abdômen de dentro para fora. Exercite-se corretamente e mantenha seu corpo saudável e forte.