5 mudanças durante a gravidez que você não conhecia

· 9 de setembro de 2018
A gravidez é um processo de transformação, não só do corpo que inicia uma nova vida, mas também prepara a mulher para a maternidade. As mudanças emocionais são o começo da transformação.

Quando você está grávida, há uma verdadeira agitação em seu corpo, em sua mente e em sua vida. A notícia da chegada de um bebê muda tudo e revira o nosso modo de pensar e viver consolidado. Você vai experimentar inúmeras mudanças durante a gravidez e será preciso estar ciente disso.

Os hormônios responsáveis ​​pelas mudanças que seu corpo sofrerá para gerar o bebê também atrapalharão seu modo de ser e a sua percepção da vida. Se você pensou que sentia extrema sensibilidade nos dias de TPM ou de ovulação, essa sensação é incomparável com a explosão emocional resultante da gravidez.

Se você está grávida: prepare-se!

Não se trata apenas do ganho de peso, náusea e tontura, ou a hipersensibilidade do paladar e do olfato. Os hormônios são responsáveis ​​por regular e garantir que a gravidez se desenvolva normalmente: que o óvulo fertilizado esteja bem implantado, que o embrião seja formado e que se torne um feto antes de se tornar um bebê.

Ao mesmo tempo, os hormônios afetam as mudanças durante a gravidez no estado de espírito da mulher. Os neurotransmissores no cérebro são alterados, visto que não estavam recebendo estes níveis hormonais antes da gravidez.

Mulher mostrando sua gravidez

Esses altos e baixos emocionais fazem parte da preparação para a maternidade. O corpo da gestante prepara a mente da mulher para aceitar que a vida mudou para sempre: agora somos mães, e o papel materno se tornará parte de nossa nova existência.

1. Mudanças de humor repentinas

Um pai disse à sua esposa grávida: “Se você fica assim com a menstruação, imagina como será com a gravidez”. Ao que uma mãe mais experiente – e intrometida – respondeu: “Prepare-se amigo, você ainda não viu nada”.

De fato, a gestante vai da alegria para o choro descontrolado em minutos. Uma discussão comum de casal pode se tornar em briga, mesmo quando a gravidez seja o produto de um acordo de amor genuíno.

A imagem idílica da felicidade absoluta durante toda a gravidez é uma ficção publicitária. Muitas mulheres ficam em dúvida porque não se sentem assim, pois, na realidade, elas sentem uma explosão de emoções conflitantes. Isso é ainda mais forte quando a mulher decidiu seguir em frente com uma gravidez indesejada ou inesperada; os sentimentos ficam muito variáveis.

2. Espaço para a reflexão e redefinição

Depois que a mulher desenvolveu uma carreira e uma forma de vida bem diferente da maternidade, a notícia de que ficou grávida envolve uma reflexão e redefinição necessárias. transição para a maternidade – e também para a paternidade – é uma mudança psicológica fundamental, evidente e definidora.

Saiba Como se alimentar durante a gravidez

Há mudanças na pele durante a gravidez

3.  O despertar da criatividade

Mesmo as mães menos criativas vão se sentir estimuladas com a chegada do bebê em suas vidas. Quando você está grávida, é estimulante pensar em como decorar o quarto do bebê, como organizar o chá de bebê ou como preparar a família para receber o novo membro.

A futura mãe que tem maiores habilidades certamente fará uma demonstração de talentos. Aquelas que se sentirem menos criativas ficarão surpresas com as novas ideias que surgirem e com as coisas serão capazes de fazer.

A conexão com o bebê é uma fonte de inspiração para desenhar, pintar, criar com as próprias mãos, de fazer roupinhas para o bebê, artigos de decoração para o quarto, ou cozinhar.

4. Medo e estresse: mudanças durante a gravidez

Quando você está grávida, haverá também momentos de insegurança e medo de que exista alguma malformação. Surgirá em sua cabeça a dúvida de se realmente você está preparada para cuidar de um recém-nascido ou de qualquer situação que ameace a sua vida ou a do seu filho. Tudo isso passará muitas vezes pela sua cabeça.

Mesmo que o seu médico faça todos os testes pré-natais para garantir que o bebê esteja em perfeitas condições, essas dúvidas muitas vezes perseguem a mulher grávida. Se você tiver uma gravidez de alto risco, as preocupações ficarão ainda mais evidentes.

Com o medo, desencadeia-se o estresse, que libera cortisol e adrenalina que geram nervosismo e ansiedade. Estes desconfortos são comuns, mas devem ser abordados a tempo, porque afetam o desenvolvimento normal da gestação e do bebê.

5. Entre a tranquilidade e o conflito

Nesse estado de introspecção que vem com a maternidade, você irá continuamente flutuar entre a tranquilidade e o conflito. Para as nossas avós foi um pouco mais fácil, porque elas foram criadas para serem esposas, donas de casa e mães.

Mulher sentindo mudanças durante a gravidez

A mulher moderna, independentemente do ponto de vista econômico e trabalhista, acha que a maternidade a faz diminuir o ritmo e a produtividade, faz com que ela reencontre uma mulher que talvez considerasse estranha para si mesma. Além disso, os ambientes de trabalho nem sempre são gentis com as mudanças emocionais da gestante.

A conexão com a sua própria cultura, com sua história familiar ou com gestações anteriores, se houver, servirão de grande ajuda para superar os conflitos, e abrirá o caminho para a tranquilidade que você precisa para ter uma gravidez e parto tranquilos, e um bebê feliz.

Recomendamos ler: O que é a exterogestação

Recomendações finais

Lembre-se: o bebê não só percebe a luz e os sons, ele também percebe as emoções de sua mãe. Se estiver grávida, tenha pensamentos e afirmações positivas sobre a sua maternidade.

Assim:

  • Informe-se sobre as mudanças que seu corpo está passando para ativar a conexão com sua gravidez e seu bebê.
  • Ouça música e cante. Cantar libera endorfinas e ativa a conexão que a boca, mandíbula e garganta têm com o canal do parto.
  • Ative sua criatividade. Pinte mandalas; você não precisa de grandes habilidades, apenas deixe seu interior se expressar através da cor.
  • Acaricie sua barriga e visualize seu bebê em seus braços, saudável e feliz.

Se você acha que as mudanças emocionais durante a gravidez a incomodam demais, converse com seu médico, ele certamente indicará que você procure uma terapia especializada para que você desfrute plenamente da maternidade.