5 dicas para evitar que seu filho adolescente se torne uma pessoa problemática

· 27 de setembro de 2018
Como toda mãe, você quer o melhor para seu filho ou filha. Na fase da adolescência, é preciso reforçar alguns valores. Saiba como ajudá-lo a viver feliz e focado.

Seu filho adolescente problemático é produto da forma como vê o mundo nesta fase da vida. É importante apoiar o seu filho durante mudanças físicas e psicológicas, para evitar que se torne uma pessoa problemática.

A adolescência é aquela fase em que seu filho(a) começa a experimentar mudanças, portanto, seus sentimentos são mais intensos. Seus gostos e opiniões costumam variar frequentemente, e sua imaginação se torna muito mais ativa. Existe uma alta probabilidade de que os jovens apresentem sinais de rebeldia durante a adolescência.

Responder agressivamente, ignorar os pais quando falam, bater portas e gritar são comportamentos que indicam que seu filho chegou a esta fase difícil.

1. Procure saber os gostos do seu filho adolescente e o que faz feliz

Para chegar a esse ponto, é necessário ter uma comunicação aberta e eficaz com seu filho adolescente. É importante transmitir tranquilidade ao partilhar as suas ideias e fazê-lo saber que os pais são os melhores e mais confiáveis amigos que alguém pode ter.

Assim, o jovem vai sentir confiança e segurança no momento de conversar com a mãe e o pai. Além disso, será mais fácil recorrer aos familiares, quando necessitar de apoio ou de ajuda com uma situação complexa.

Seu filho adolescente deve ter metas

As metas são essenciais na vida, já que nos ajudam a crescer como pessoa. Ter metas reflete a necessidade de progresso, de se desenvolver continuamente nos diferentes aspectos de nossas vidas, como o emocional, social e pessoal.

Se um adolescente aprende a definir metas e esforça-se por alcançá-las, vai crescer com a ideia de que é capaz de realizar o que se propõe e, desta forma, se tornará um adulto bem-sucedido. Para isso, você deve ensiná-lo que, com compromisso e determinação, será capaz de alcançar os seus objetivos.

Recomendamos ler: Mindfulness para crianças e adolescentes, será que é eficaz?

Seu filho deve ter boas relações com os seus amigos

Amigos de mãos dadas na praia

Os amigos são determinantes no desenvolvimento de seu filho adolescente. Nesta fase, os jovens costumam passar mais tempo com eles do que em outras atividades; por isso, os pais devem estar atentos a tudo o que está relacionado ao seu círculo social.

O mais importante é a maneira como se relaciona com seus amigos. Ensine-o que deve ser respeitoso e atencioso com outras pessoas. Além disso, você deve estar ciente de como seu filho(a) é tratado(a) pelos outros.

Se, em seu ambiente, fazem com que ele ou ela se sintam excluído(a) ou afetam sua autoestima, o mais comum é que libere tal frustração em casa e se torne um adolescente conturbado. Se for assim, fale com ele para descobrir o que está acontecendo e, ao descobrir, ajude-o a procurar uma solução para o problema.

Seu filho deve ter uma boa autoestima

Durante a adolescência, é normal que os jovens tenham autoestima baixa, isso se deve a todas as mudanças físicas que sofrem nessa fase da vida. Isso pode levar a drásticas mudanças de humor, depressão e comportamentos agressivos.

Para que seu filho adolescente tenha boa autoestima, é importante elogiá-lo cada vez que atingir uma meta ou apresentar um comportamento correto. Faça-o sentir que você está orgulhoso dele e, além disso, o aceita como ele é.

2. Motive-o a participar de atividades esportivas ou artísticas

Jovens tocando violão

As atividades extracurriculares trazem uma série de benefícios, tanto para a mente como para o corpo. Depois das aulas, fazer exercício beneficia o desempenho e desenvolvimento físico de seu filho adolescente. Se a atividade escolhida for de natureza artística, trará benefícios para suas aptidões intelectuais e habilidades motoras.

Estas atividades são uma opção para liberar qualquer tipo de frustração ou aborrecimento que seu filho adolescente possa ter; além disso, é um tempo que dedicará a se socializar e a descobrir seus talentos.

3. Convide-o a defender alguma causa benéfica

Em algumas ocasiões, durante a adolescência, os jovens preocupam-se apenas com o que acontece com eles. Estressam-se por situações cotidianas, esquecendo as coisas boas e os recursos que têm a seu alcance.

Ao envolver o seu filho adolescente em trabalhos voluntários para causas benéficas, ele poderá sentir empatia pelas pessoas que estão ao seu redor. Estas atividades podem ajudá-lo a se conectar com os outros e impedir que se torne uma pessoa egoísta.

4. Faça com que seu lar seja um lugar de paz para o seu filho

Ter um lar harmonioso fará com que seu filho se sinta à vontade e queira passar mais tempo em casa. Além disso, beneficia a comunicação familiar e será mais fácil do que ele converse sobre as situações que lhe causam desconforto.

Lembre-se de que, com uma boa comunicação, será mais fácil ajudá-lo a encontrar uma solução para problemas que surgirem na vida.

Veja também: Quais são as mudanças psicológicas durante a adolescência?

5. Passe tempo com ele

Mesmo que existam problemas entre você e o seu filho adolescente, busca formas de passar mais tempo com ele. O simples fato dele notar que você está preocupado, pois compartilham momentos de qualidade juntos, fará com que a relação pai e filho melhore e a confiança se fortaleça.

Conclusão

Filha adolescente feliz, com os pais ao fundo

A adolescência é uma fase complicada para o seu filho. Você deve entender que, nesse momento de sua vida, precisa afastar-se da proteção paternal e começar a ser independente, o que o ajudará a tornar-se um adulto responsável e com seus próprios objetivos pessoais.

Para evitar que seu filho adolescente seja uma pessoa problemática, é preciso manter uma comunicação aberta e constante com ele. Assim será capaz de falar sobre o que lhe incomoda ou faz mal, sem a necessidade de expressá-lo através de um comportamento agressivo em casa.