Quais são as mudanças psicológicas durante a adolescência?

05 Janeiro, 2020
As mudanças psicológicas que ocorrem durante a adolescência são inevitáveis ​​e necessárias para o desenvolvimento das pessoas. Uma vez que o jovem aprende a gerenciá-las, poderá seguir o caminho da maturidade mais facilmente.

As mudanças psicológicas na adolescência fazem parte do desenvolvimento de todas as pessoas. Elas são inevitáveis ​​e não têm um padrão único, embora possamos identificar algumas características comuns.

Portanto, elas não ocorrem exatamente iguais em todos os indivíduos. Para auxiliar as crianças e ajudá-las a lidar com elas, é essencial entender que não é necessário exercer pressão ou fazer imposições.

O caminho para a maturidade não é curto e, embora em alguns momentos possa ser difícil, ele pode ser gerenciado corretamente. A chave é aplicar uma boa estratégia de comunicação em casa, que priorize o respeito e o carinho. 

A seguir, mostraremos quais são as mudanças psicológicas durante a adolescência e por que é importante saber como entendê-las.

As mudanças psicológicas durante a adolescência

As mudanças psicológicas durante a adolescência

Na adolescência, o corpo experimenta importantes mudanças que dão lugar a características da idade adulta, tanto física como mental. Podemos distinguir diferentes etapas, que vão marcando o ritmo do processo de desenvolvimento.

Estas mudanças são totalmente normais nesta etapa e fazem parte do crescimento humano.

Desenvolvimento da capacidade de pensamento 

A capacidade de pensar

A pré-adolescência vai desde o 8 até os 11 anos de idade. É a etapa na qual se produz a transição da infância para a adolescência. Na maioria dos casos coincide com o anúncio da puberdadeAs mudanças físicas que aparecem nesta etapa são notáveis e afetam muitas partes do corpo.

Também aparecem grandes progressos na capacidade para pensar em termos de abstração. Por isso, o adolescente é capaz de refletir sobre situações hipotéticas ou sobre operações lógicas e matemáticas. Do mesmo modo, procura se encaixar nos papéis de gênero.

Consolidação da capacidade de pensar 

O visual é uma das mudanças psicológicas durante a adolescência

No início da adolescência, a capacidade total de pensar em termos abstratos é conquistada. Agora, isso só ocorre se essa habilidade tiver sido praticada e uma boa educação tiver sido desfrutada.

Em seu gregarismo, o adolescente tende a valorizar a opinião dos outros sobre ele. Considera que a imagem e a estética são componentes primordiais da própria identidade.

As principais mudanças do tipo hormonal aparecem no início da adolescência, entre os 11 e os 15 anos. Estas mudanças são muito drásticas, até o ponto que, ao abandonar esta fase, o corpo está bem diferente do que era na pré-adolescência.

Culmina no desenvolvimento da consciência

Culmina no desenvolvimento da consciência

A terceira e última etapa é a adolescência tardia e ocorre aproximadamente entre os 15 e 19 anos de idade. Nesta etapa termina de desenvolver a consciência socialComeça a dedicar mais tempo pensando e nos processos que não estão limitados na experiência empírica.

Os planos a longo prazo passam a ocupar um papel muito importante para o adolescente. A imagem, ainda que siga sendo relevante, começa a deixar de ser um dos pilares fundamentais da própria identidade.

Renuncia ao egocentrismo típico das etapas anteriores 

A rebeldia é uma das mudanças psicológicas durante a adolescência

O adolescente abandona boa parte do egocentrismo, que definia a infância e o resto da etapa da adolescência, ainda que não desapareça totalmente. Isso torna mais provável que os jovens se interessem pela política e pela problemática social geral. Seus objetivos existenciais passam a estar mais relacionados com a transcendência. 

A importância da aparência pessoal costuma diminuir. Em alguns casos, a estética segue sendo importante e pode desenvolver problemas como a anorexia e a bulimia.

Devido à grande quantidade de mudanças que aparecem, o tema da adolescência seguirá sendo um assunto principal de pesquisa para a psicologia moderna. Devemos apoiar nosso filho adolescente a todo momento e fazê-lo saber que pode contar conosco para responder todas as suas dúvidas.

Caso não saiba como ajudá-lo durante as mudanças psicológicas durante a adolescência, o mais recomendado é procurar um especialista que possa ajudar ambos a viver este processo da melhor maneira possível.

  • Benlloch IM, Campos AB, Sánchez LG, Bayot A. Identidad de género y afectividad en la adolescencia: Asimetrías relacionales y violencia simbólica. Anu Psicol. 2008.
  • Sánchez-Queija I, Oliva A, Parra Á. Empatía y conducta prosocial durante la adolescencia. Rev Psicol Soc. 2006.