5 benefícios da proteína de soja

28 de setembro de 2019
A proteína de soja é uma das proteínas vegetais mais completas e benéficas. De fato, não perde em nada para as proteínas obtidas de ingredientes animais.

Cada vez mais pessoas decidem apostar nos benefícios da proteína de soja. Em suma, este alimento de origem vegetal é uma completa fonte de aminoácidos essenciais que incidem de forma positiva em funções vitais do organismo.

A soja é uma espécie da família das leguminosas cultivada desde a antiguidade para a alimentação humana. Além disso, o grão e seus subprodutos, como o leite e o tofu, se tornaram símbolos dos movimentos vegetarianos e veganos.

O que é a proteína de soja?

A proteína da soja é uma proteína de alta qualidade que é obtida das favas da soja. Em resume, distingue-se por ser a principal fonte de aminoácidos vegetais, sendo ideal para substituir os alimentos proteicos de origem animal.

Ainda mais, seu consumo é eficaz para a manutenção e restauração dos músculos após o treinamento físico, o que favorece a formação de massa muscular. Ademais, é de alto valor energético e apoia funções importantes como a síntese de hormônios e absorção de nutrientes.

Ao contrário de outros alimentos vegetais com proteínas, a soja traz todos os aminoácidos, essenciais e não essenciais. Destes cabe destacar alguns importantes como:

  • Triptofano
  • Metionina
  • Isoleucina
  • Leucina
  • Histidina
  • Treonina
  • Fenilalanina
  • Lisina
  • Glicina

Além disso, fornece flavonoides, isoflavonoides, ácido fenólico, bem como outros componentes com efeitos antioxidantes. Por isso, inclui-la na alimentação protege o corpo contra os radicais livres e apoia a perda de peso.

Benefícios da proteína da soja

Os benefícios da proteína de soja apoiam a nutrição dos atletas ou aficionados no fitnessDe fato, tornou-se uma das alternativas à proteína do soro do leite, principalmente para aqueles que desejam seguir uma dieta vegana.

Apesar de ser uma proteína vegetal, é muito completa e seu aminograma não perde muito para as opções de origem animal. Por entanto, conheça os principais motivos para começar a consumi-la.

Leia este artigo: Perder peso: 25 métodos sem sofrimento

1. Melhora a digestão

A protepina de soja contribui com a digestão

Um dos benefícios da proteína da soja mais importantes é sua capacidade de melhorar a digestão. Graças ao seu alto teor de vitaminas do grupo B, influencia nos processos enzimáticos, portanto, ajudam a ter um ótimo processo digestivo.

Além disso, participa na síntese de ácidos graxos e ajuda a aprimorar o funcionamento do sistema imune. O melhor é que não contém lactose, assim como evita crises inflamatórias no intestino.

2. Regula o colesterol

Graças ao seu teor de lecitina, esta proteína vegetal pode ajudar a controlar os níveis altos de colesterol. De fato, aumenta a secreção de colesterol bom (HDL) reconhecido por sua capacidade de remover os lipídeos nocivos das artérias.

3. Apoia a formação de massa muscular

Sem dúvida, este é um dos principais benefícios da proteína da soja. Graças ao seu teor balanceado de aminoácidos essenciaisé ideal para cuidar e aumentar a massa muscular. Além disso, sua assimilação ajuda a reduzir a degradação das fibras musculares e evita a fadiga logo após o treinamento.

4. Combate o sobrepeso

A soja ajuda a manter o peso

Esta variedade de proteína vegetal é um excelente complemento para os pacientes com sobrepeso. Dado que impulsiona e favorece a formação de massa magrarecomenda-se para alcançar um índice de massa corporal saudável.

Contudo, não é um produto milagroso para emagrecer. Com isso, para ver seus efeitos é necessário seguir uma dieta de acordo com as necessidades do corpo.

5. Previne a retenção de líquidos

O potássio contido neste alimento permite combater o excesso de sódio e, assim, evitar a retenção de líquidos. Como alguns sabem, este problema afeta a saúde muscular e incide no aumento de peso.

Descubra: 7 conselhos para evitar a retenção de líquidos

Desvantagens da proteína de soja

Os benefícios dão razões suficiente para adicionar a proteína da soja na dieta; no entanto, não é bom ignorar as desvantagens. Quais são:

  • Pode alterar o sistema endócrino por seu conteúdo de genisteína. Esta proteína afeta as funções do pâncreas e da tireoide.
  • No caso dos homens afeta a qualidade do esperma e reduz os níveis de androgênios.
  • Além disso, pode gerar alterações hormonais por seu teor de fitoestrogênios.
  • A proteína de soja pode produzir alterações alérgicas e, em alguns casos, causa alopecia.

Por fim, está buscando uma alternativa vegetal para obter proteína suficiente? Não descarte esta opção. Ainda que seja importante considerar suas desvantagens, quase nunca representam problemas. Ante qualquer dúvida, consulte com seu médico ou nutricionista de confiança.