5 razões para ser vegetariano

· 28 de fevereiro de 2019
As razões para ser vegetariano são várias. Descubra as mais relevantes aqui.

Se não tiver certeza sobre porque ser vegetariano, aqui estão algumas boas razões. A coisa mais importante a lembrar é que é um estilo de vida tão válido quanto qualquer outro.

1. Ser vegetariano reduz o risco de apresentar vários tipos de doenças

Há antecedentes de doença cardíaca ou diabetes na sua família? Nesse caso, deverá saber que ser vegetariano ajudará você a manter sua saúde de várias maneiras:

  • Reduz o colesterol no sangue
  • Elimina a presença de doenças cardíacas.
  • Reduz a pressão arterial e o risco de desenvolver hipertensão.
  • Reduz o desenvolvimento de diabetes tipo 2.

Este efeito deve-se ao fato de as dietas habituais incluírem, em maior ou menor grau, gorduras saturadas e colesterol em grandes quantidades. No entanto, as dietas vegetarianas aumentam o consumo de fibra alimentar, potássio, vitaminas, flavonoides e vitaminas de vários tipos.

Leia também: Como fazer nuggets vegetarianos: 3 receitas

Ser vegetariano reduz o risco de apresentar vários tipos de doenças

Por outro lado, para que esses efeitos sejam reais, a comida que você come deve ser de boa qualidade e livre de frituras e produtos químicos. Isso significa consumir produtos naturais, antes de serem congelados.

Você estaria interessado em ler: 6 vitaminas e alimentos que evitam o aparecimento precoce de fios brancos

2. Ser vegetariano reduz o risco de desenvolver câncer de vários tipos

Outra razão para ser vegetariano é que é uma maneira de se proteger contra o câncer. Embora as verdadeiras razões pelas quais o câncer se desenvolve não sejam conhecidas, acredita-se que exista uma relação direta com fatores ambientais. Alguns desses fatores podem ser, dieta, exposição ao sol, obesidade, e falta de exercício.

Um estudo realizado entre 1970 e 1980 mostrou que há uma relação direta entre a diminuição do risco de câncer e o consumo de uma dieta baseada em vegetais. Entre os tipos de câncer que podem ser evitados estão os que afetam os seguintes órgãos:

  • Cólon
  • Pulmões
  • Seios
  • Cérebro
  • Pele

Estes tipos de câncer têm sido associados ao consumo de proteína animal, ovos, carne e leite. Nesse sentido é importante saber que o consumo adequado de antioxidantes, como vitamina C, betacaroteno, e fibra vegetal, reduz consideravelmente esses riscos.

3. Ser vegetariano ajuda a reduzir o peso

Ser vegetariano também ajudará a perder peso, o que é uma excelente notícia se esta for uma de suas lutas constantes. Isso foi demonstrado em uma investigação realizada para verificar se a dieta vegetariana realmente ajuda a reduzir o peso.

Ser vegetariano ajuda a reduzir o pes

Sem dúvida alguma, você terá todos os nutrientes que seu corpo requer. A única coisa que deve considerar é que sua dieta vegetariana inclua todos os nutrientes necessários. É comum que quando você comece com esses tipos de mudanças, concentre-se em alguns grupos de alimentos.

Idealmente, você deve investigar um pouco para entender os nutrientes fornecidos por cada grupo ou tipo de vegetais e frutas. Em seguida, forme seu menu com as combinações corretas. Se tiver a possibilidade, tente procurar o conselho de um nutricionista para ajudá-lo a determinar as quantidades, porções, e nutrientes que você precisa em cada refeição.

4. Ser vegetariano ajuda a viver mais e melhor

Devido a que ser vegetariano lhe fornece nutrientes naturais, seu sistema imunológico fica fortalecido. Isso significa que você pode ter uma vida mais longa e de melhor qualidade. A única coisa que deve levar em conta é que sua dieta não é o único fator que influencia. Você também deve seguir uma vida saudável, que inclui:

  • Não fumar, ou deixar o cigarro se o fizer.
  • Beber o mínimo de álcool possível.
  • Fazer exercício constante

5. Ser vegetariano dará a você uma dieta variada e colorida

Ser vegetariano dará a você uma dieta variada e colorida

Por último, ao ser vegetariano você vai se forçar a comer de uma maneira menos monótona. Isso é lógico se levar em conta que terá uma grande quantidade de opções de alimentos para escolher. Em vez de ficar satisfeito com um pedaço de carne e dois legumes você terá que ser mais engenhoso.

Em pouco tempo descobrirá que há muitos produtos interessantes que poderá experimentar, desde especiarias exóticas à novas frutas e vegetais.

Em conclusão, o que você está esperando para experimentar este novo tipo de dieta? Se no final da experiência não gostar de ser vegetariano, pode sempre voltar a ter uma alimentação onívora.

  • Brignardello G, J., Heredia P, L., Paz Ocharán S, M., & Durán A, S. (2013). Conocimientos alimentarios de vegetarianos y veganos chilenos. Revista Chilena de Nutrición. https://doi.org/10.4067/S0717-75182013000200006
  • Martínez Biarge, M. (2017). Niños vegetarianos, ¿niños sanos? AEPap (Ed.). Curso de Actualización Pediatría.
  • Slywitch, E. (2014). Guia alimentar de dietas vegetarianas. Sociedade Vegetariana Brasileira.