3 razões para se fazer o Papanicolau ou citologia vaginal

O Papanicolau é um procedimento usado para obter células cervicais e observá-las com um microscópio para detectar se existem células cancerígenas presentes no sistema reprodutor.
3 razões para se fazer o Papanicolau ou citologia vaginal

Última atualização: 08 Julho, 2021

O vírus do papiloma humano é a condição mais frequente no trato reprodutivo. Na verdade, a maioria das mulheres e homens sexualmente ativos irá contrair a infecção. Agora, se você for mulher, sabe quando deve fazer o teste de Papanicolaou? A seguir, nós contaremos para você.

O que é o teste de Papanicolau?

Também conhecido como citologia vaginal, é um método usado para diagnosticar o câncer cervical. Este é um método usado para obter células do colo do útero com o objetivo de analisá-las sob um microscópio. Desta forma, a presença de células cancerosas no colo do útero pode ser detectada.

Quem deveria fazer o teste?

É indicado para todas as mulheres que tiveram relações sexuais e, principalmente, a partir dos 21 anos. Ressalta-se que, uma vez realizado pela primeira vez, o estudo deve continuar, pelo menos a cada 3 anos, até atingir os 69 anos, como forma de controle.

O que é o colo do útero?

O colo do útero é uma abertura encontrada na entrada do útero. Ou seja, o canal que se conecta à vagina durante o parto.

Qual é o procedimento Papanicolau?

  • Primeiro, um espéculo é colocado dentro da vagina. Ou seja, um instrumento que pode ser de metal ou plástico, usado para manter a vagina aberta.
  • Posteriormente, uma raspagem leve é ​​realizada para obter o muco que se encontra no ectocervix com uma pequena espátula e uma amostra de células.
  • Finalmente, uma pequena escova é inserida no colo do útero para tirar a amostra do endocervix.

Por que fazer um teste de Papanicolau?

Aqui estão as razões pelas quais você não deve hesitar em fazer o teste de Papanicolau:

1. Prevenir a propagação do vírus do papiloma humano (HPV)

O HPV é um vírus que ataca diretamente as células da pele. Existem diferentes tipos de HPV. Aproximadamente 40 tipos de vírus genitais, que atacam homens e mulheres. No entanto, o que é alarmante é que vários deles podem levar ao câncer uterino nas mulheres.

Leia também: Vírus do papiloma humano 

O que é câncer do útero?

Este tipo de câncer geralmente ocorre principalmente no colo do útero, mas também em outras partes do corpo. Geralmente, se desenvolve lentamente. Demora de 10 a 15 anos para que as células anormais se transformem em câncer.

Felizmente, o exame de Papanicolau pode detectar os primeiros sinais de câncer cervical. Sua origem é multifatorial e algumas cepas de HPV o produzem.

Sintomas

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), as infecções causadas pelo HPV são geralmente assintomáticas. Mas o preocupante é que se elas não forem tratadas a tempo, elas podem evoluir para o câncer. Alguns dos sintomas neste estágio avançado são:

  • Fadiga.
  • Falta de apetite.
  • Perda de peso.
  • Mau cheiro no corrimento vaginal.
  • Inchaço em apenas uma perna.
  • Dor nas costas, perna e pélvica.
  • Sangramento vaginal anormal e períodos menstruais.

2. Detecta inflamação no colo do útero

Mulher consultando médica por dores de ovário
O ginecologista relaciona o exame de Papanicolau e correlaciona com os sintomas da paciente.

A inflamação do colo do útero é conhecida como cervicite. O colo do útero está na parte inferior do útero e passa pelo canal cervical. Este último é onde a menstruação passa até chegar à vagina.

O exame permite detectar alterações patológicas ou, na sua falta, a presença de secreções cervicais.

3. Verrugas genitais

Às vezes, as verrugas genitais aparecem externamente nas dobras da pele ao redor da vagina, podem ser planas ou elevadas. São da cor da pele e têm aparência de couve-flor.

Mas quando as verrugas aparecem dentro do colo do útero, elas só podem ser detectadas através do exame de Papanicolau, pois geralmente não apresentam sintomas.

O que acontece com um resultado anormal?

Se as células irregulares  forem detectadas no colo do útero, chamadas de displasias ou lesões precursoras do câncer, a paciente vai para uma clínica de colposcopia para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento o mais rápido possível.

Leia: Sinais de alerta sobre o câncer do útero

Indicações para realizar o teste

Exame
Este processo é fácil e indolor.
  • Não deve ser feito durante o período menstrual. O ideal é 5 dias após o término.
  • Não use espumas, tampões ou lubrificantes que possam dificultar o resultado.
  • Evite duchas higiênicas pelo menos 3 dias antes do teste.
  • Abster-se de fazer sexo 2 dias antes do teste.

Medidas preventivas

  • Pergunte ao seu especialista sobre a vacina contra a HPV.
  • Controle o número de parceiros sexuais.
  • O uso de preservativos reduz o risco de contrair HPV.
  • Os cremes espermicidas evitam certas bactérias.
  • Evite o uso de tabaco, pois aumenta o risco de câncer cervical.

Lembre-se de ir regularmente ao ginecologista e fazer um exame de Papanicolaou pelo menos a cada 3 anos como preventivo. Lembre-se de que a sua saúde reprodutiva é importante e merece ser cuidada com responsabilidade.

Pode interessar a você...
Câncer de colo de útero: origem e prevenção
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
Câncer de colo de útero: origem e prevenção

De acordo com a OMS (Organização Mundial de Saúde), o câncer de colo de útero é o segundo tipo de câncer mais frequente na mulher. Saiba mais!