Você tem períodos menstruais irregulares? Pratique estes 7 hábitos

24 de agosto de 2019
Para equilibrar períodos menstruais irregulares, é essencial controlar o estresse, além de seguir uma dieta adequada, beber bastante água e tentar descansar o tempo necessário.

As mulheres que sofrem de períodos menstruais irregulares têm poucas soluções além dos anticoncepcionais. No entanto, esses medicamentos não resolvem as causas do problema, mas fornecem regularidade temporária durante o tempo que estiverem sendo tomados.

Neste artigo, compartilhamos 7 bons hábitos para resolver esse problema. A alimentação, as emoções e o estilo de vida são fatores-chave para equilibrar nossas funções hormonais de maneira saudável e natural.

Bons hábitos para períodos menstruais irregulares

1. Evite esses alimentos

Evitar excesso de açúcar no caso de sofrer períodos menstruais irregulares

Uma dieta desequilibrada é em grande parte responsável por períodos menstruais irregulares. Porque, ao comer de forma inadequada, não obtemos os nutrientes necessários para que os hormônios desempenhem bem as suas funções. Portanto, devemos evitar ou eliminar esses alimentos da nossa dieta:

  • Açúcar e adoçantes artificiais
  • Gorduras hidrogenadas
  • Embutidos e carnes processadas
  • Farinhas refinadas
  • Comida pré-cozida
  • Derivados de leite
  • Sal refinado

Descubra: 5 alimentos reguladores hormonais

2. Fique longe de tóxicos

Os alimentos não saudáveis ​​não são os únicos que podem alterar o nosso período menstrual. Os hormônios são muito sensíveis às toxinas que nos cercam, como por exemplo, os aditivos alimentares, produtos químicos que usamos, poluição ambiental ou mesmo a contaminação eletromagnética.

Portanto, para que nossos períodos menstruais irregulares comecem a se equilibrar, precisamos nos afastar o máximo possível de todas essas substâncias tóxicas com as quais entramos em contato diariamente. Devemos escolher alimentos e produtos orgânicos e desligar os dispositivos eletrônicos sempre que não os usarmos.

3. Mantenha a barriga quente

Você sabia que a área do ventre esfria facilmente e isso pode alterar nosso período menstrual? Tanto a parte inferior do abdômen quanto a região lombar precisam sempre de uma temperatura morna, caso contrário, isso pode afetar nossos órgãos sexuais. Aliás, as mulheres sempre agasalharam bem esta área do corpo com faixas e cintos desde os tempos antigos.

Escolha roupas que sempre cubram essa parte do seu corpo, especialmente em climas frios. Você pode fortalecer o calor do corpo usando almofadas elétricas ou bolsas de água quente quando está em casa e quando for se deitar. Você também pode usar cintas que agasalhem durante o dia, pois elas podem ser usadas discretamente sob a roupa.

4. Beba água para evitar os períodos menstruais irregulares

Um dos melhores hábitos para prevenir períodos menstruais irregulares e muitos outros problemas de saúde é também o mais simples e mais econômico. Por que é tão difícil nos acostumarmos a beber cerca de dois litros de água por dia? Aliás, esta quantidade deve ser aumentada ainda mais se estiver muito quente ou se fizermos esforços físicos.

A água melhora o funcionamento dos nossos órgãos, reduz a inflamação e promove a eliminação de toxinas, entre outras propriedades curativas. Esses simples e importantes motivos deveriam ser suficientes para adotarmos esse bom hábito.

5. Descanse o necessário

O descanso é importante para regular os hormônios

Há outro fator importante que desequilibra nosso corpo: não descansar o suficiente. Nem todas as pessoas precisam dormir 8 horas, pois isso depende de cada organismo. O que sim precisamos, é ter um bom descanso e isso é reparador.

Para fazer isso, devemos garantir que nosso quarto seja aconchegante. Portanto, ele deve ter requisitos indispensáveis como:

  • escuridão,
  • silêncio,
  • boa ventilação,
  • ordem, limpeza, etc.

No entanto, se temos problemas de insônia, sempre podemos demorar um pouco antes de ir para a cama para meditação, música relaxante ou alongamento suave.

6. Evitar o estresse ou as emoções negativas

Se sofrermos de períodos de menstruação irregular, devemos rever como estamos no nível psicológico e emocional. O estresse pode ser o culpado por um grande número de desequilíbrios. No entanto, atitudes de medo, culpa ou auto exigência também estão intimamente relacionadas a esses distúrbios hormonais.

Para superar esses estados, devemos dedicar tempo a nós mesmos, a atividades que gostamos e nos fazem desenvolver nosso talento e criatividade. Há também aqueles que relaxam com atividades tranquilas como a ioga, por exemplo, e outros, ao contrário, relaxam com esportes intensos e de aventura.

Não perca: Tudo o que você precisa saber sobre a ioga

7. O sol ajuda os períodos menstruais irregulares

Finalmente, esse bom hábito pode ser muito agradável: devemos nos conectar com o natural, especialmente se moramos na cidade. A natureza é um dos melhores tratamentos para qualquer desequilíbrio. A montanha, o campo, a praia, os lagos e rios, etc. Portanto, qualquer opção é boa e eficaz.

Além disso, será um bom momento para se beneficiar com um grande regulador hormonal: o sol. Expor-nos à luz solar, com moderação, nos ajudará a regular o período menstrual. Podemos fazê-lo por curtos períodos de tempo, mas durante todo o ano.

Então, gostou do nosso artigo? Sendo assim, continue conosco porque temos mais dicas para a sua saúde e bem-estar.

  • Lawson, C. C., Whelan, E. A., Lividoti Hibert, E. N., Spiegelman, D., Schernhammer, E. S., & Rich-Edwards, J. W. (2011). Rotating shift work and menstrual cycle characteristics. Epidemiology. https://doi.org/10.1097/EDE.0b013e3182130016
  • Krassas, G. E., Pontikides, N., Kaltsas, T., Papadopoulou, P., Paunkovic, J., Paunkovic, N., & Duntas, L. H. (1999). Disturbances of menstruation in hypothyroidism. Clinical Endocrinology. https://doi.org/10.1046/j.1365-2265.1999.00719.x
  • Zimmermann, A., Bernuit, D., Gerlinger, C., Schaefers, M., & Geppert, K. (2012). Prevalence, symptoms and management of uterine fibroids: An international internet-based survey of 21,746 women. BMC Women’s Health. https://doi.org/10.1186/1472-6874-12-6