Vantagens e desvantagens de embalar os alimentos a vácuo

Armazenar os alimentos em sacos plásticos selados permite prolongar a sua vida útil de forma considerável. No entanto, também há uma série de desvantagens que é preciso conhecer.
Vantagens e desvantagens de embalar os alimentos a vácuo

Última atualização: 04 agosto, 2022

Muitas pessoas se perguntam se é interessante comprar uma máquina para embalar os alimentos a vácuo. Quando se trata da conservação de alimentos, existem várias maneiras de atingir o objetivo de prolongar a sua vida útil. Isso é necessário, especialmente, quando fazemos compras grandes.

O método a vácuo apresenta múltiplas vantagens, seja através de uma técnica manual ou de uma máquina para embalar. No entanto, esta forma de conservação não é infalível e também apresenta alguns inconvenientes.

O que significa embalar os alimentos a vácuo?

A embalagem a vácuo é uma técnica de conservação de alimentos. Consiste em retirar o ar que envolve o produto.

O próximo passo é selá-lo dentro de uma embalagem para protegê-lo de agentes externos e ameaças. Isso tem como objetivo favorecer a vida útil do alimento, uma vez que a sua deterioração seria acelerada caso ele permanecesse exposto ao ambiente.

Esse tipo de embalagem é comum em restaurantes e cozinhas industriais, pois reduz o oxigênio a níveis de 1%. Isso evita a oxidação e o aparecimento de fungos. Os produtos geralmente são embalados em um saco plástico selado.

No entanto, nem todos os alimentos são adequados para este método. Ele geralmente é mais utilizado, inclusive em supermercados para a venda ao público, com os seguintes produtos:

Vantagens de embalar os alimentos a vácuo

A embalagem a vácuo possui uma série de vantagens que a tornam uma ótima opção de conservação. Especialmente quando fazemos compras grandes e queremos controlar a alimentação semanal.

Congelamento a vácuo de alimentos.
As famílias que preferem fazer os preparativos para a semana inteira em um único dia geralmente usam as embalagens a vácuo.

Evita a oxidação

O método de embalagem a vácuo atua contra o contato dos alimentos com as enzimas oxidativas que causam a sua degradação. Desta forma, evitam-se os processos químicos que provocam a oxidação dos alimentos, o que favorece o seu aroma, sabor e conservação.

Reduz a fermentação

A natureza hermética desta técnica também impede a fermentação dos alimentos. Isso ocorre porque eles permanecem fora do contato com as bactérias e fungos que causam maus odores e degradação. Assim, a vida útil é estendida por um longo tempo.

Sem tempo para descongelar

Embora o congelamento de alimentos seja um dos métodos mais eficazes para conservá-los, isso não é adequado para todos os produtos. Alguns demoram muito para descongelar quando queremos usá-los. Para pular esta etapa, é possível embalar os alimentos a vácuo e conservá-los sem a necessidade de congelar.

A geladeira geralmente afeta a textura dos alimentos. É comum que eles não permaneçam da mesma forma de quando foram armazenados.

Em contraste, a embalagem a vácuo prolonga a vida útil de 3 a 5 vezes, sem afetar o frescor. O número de dias depende dos componentes, tais como água e gordura. No caso da carne, esse tempo geralmente se prorroga por 1 mês, enquanto para os peixes ele se prorroga entre 10 e 14 dias.

Combinação de métodos

O congelamento e a embalagem a vácuo não precisam ser técnicas opostas. Assim como a embalagem a vácuo prolonga a vida útil dos alimentos frescos em até 5 vezes, isso também ocorre com os alimentos congelados. Dessa forma, é possível armazenar esse tipo de alimento durante mais de 3 anos.

Marinar

Outra vantagem de embalar os alimentos a vácuo é a possibilidade de aplicar a técnica de marinar para o cozimento. Ou seja, deixar um pedaço de carne ou outro alimento em contato com um líquido com diferentes temperos, durante várias horas.

Isso tem como objetivo amaciar e também aromatizar o alimento. Com algumas máquinas para embalar, é possível utilizar um saco plástico para favorecer a técnica de marinar. É preciso colocar o alimento dentro do plástico, juntamente com o líquido e o tempero necessário, e deixar passar o tempo desejado.

Alimentos cozidos

Assim como as máquinas para embalar projetadas para armazenar líquidos contribuem para a técnica de marinar, também é possível armazenar alimentos já cozidos durante vários dias. Além disso, também é possível macerar. Ou seja, temperar os alimentos com sal, ervas, líquidos e outros temperos para gerar um melhor sabor e aroma.

Com este método, é possível mantê-los por mais de uma semana em perfeitas condições. Alguns alimentos que podem ser macerados são os seguintes:

Conserva as propriedades

Uma das maiores vantagens deste tipo de embalagem é que a maioria dos alimentos conserva as suas propriedades, pois se mantém a umidade dos produtos. Desta forma, não se modificam nem as texturas nem a cor.

A exceção é a carne vermelha, que pode perder a cor, mas isso não significa que esteja em mau estado.

Com todas essas vantagens, embalar a vácuo é uma ótima opção para quem faz compras grandes e precisa armazenar determinados alimentos. E também para pessoas que planejam uma dieta semanal diversificada.

Desvantagens de embalar os alimentos a vácuo

Sem dúvida, por mais eficaz e útil que seja um produto, ele nunca é a solução definitiva. Todos os eletrodomésticos têm seus inconvenientes e, no caso das máquinas para embalar, os contras têm a ver com o custo e os resíduos.

Custo

Embora existam opções mais baratas, as máquinas para embalar os alimentos a vácuo geralmente têm um custo elevado. É preciso fazer um investimento considerável para obter um produto com certa qualidade, que permita colocar em prática todas as alternativas já descritas. Caso contrário, os sacos plásticos podem rasgar ou permitir a entrada de ar.

Resíduos

A aplicação desse método inclui o uso de sacos plásticos descartáveis, representando assim uma maior quantidade de resíduos de um material nocivo ao meio ambiente. Portanto, esta não é uma técnica muito amigável a nível ecológico.

Existem sacos reutilizáveis, mas eles são mais complexos de lavar quando se armazenam certos produtos. Por outro lado, também é preciso ter espaço na cozinha, já que as máquinas geralmente ocupam bastante espaço e não são tão fáceis de guardar.

Carne embalada a vácuo.
Algumas máquinas novas são menores e permitem economizar espaço nas cozinhas.

O calor e a umidade podem afetá-la

Por mais que a embalagem aparente ser de qualidade, há algumas condições ambientais que podem afetá-la. Ela geralmente é suscetível ao calor e, portanto, se a temperatura estiver muito alta, acelera-se o processo de degradação do plástico. Além disso, a presença constante de umidade no ambiente também afeta a embalagem.

Embalar os alimentos a vácuo não serve para tudo

Embora algumas máquinas permitam armazenar alimentos líquidos, existem outras que não. Assim, neste caso, perde-se a opção de guardar molhos, ensopados, sopas e outros alimentos.

Além disso, frutas e vegetais frescos geralmente não se dão bem com esse tipo de armazenamento. É comum que as frutas, sobretudo, acabem se oxidando de qualquer forma.

Nem sempre é a melhor opção

Optar ou não por embalar os alimentos a vácuo é uma decisão que é preciso tomar levando em consideração todas as suas vantagens e desvantagens. Embora isso prolongue a vida útil de muitos alimentos, há aqueles que são menos adaptáveis a recipientes herméticos. Assim, é aconselhável aplicar o método para certos alimentos e usar o congelamento tradicional para outros.

Pode interessar a você...
7 alimentos que você nunca deve guardar em recipientes de plástico
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
7 alimentos que você nunca deve guardar em recipientes de plástico

Os recipientes de plástico, também conhecidos como tupperwares, a famosa marca, não são indicadas para alguns alimentos, pois podem oferecer riscos...