Como reconhecer um problema de umidade em casa

· 9 de maio de 2019
Como podemos reconhecer um problema de umidade em casa? Na prática, existem diferentes sinais que nos alertam para esse tipo de situação. A higiene é muito importante, assim como um bom plano de manutenção.

Os sintomas podem aparecer em qualquer canto da casa. Para reconhecer um problema de umidade em casa, é importante estar ciente das evidências. Combater esses sinais imediatamente é essencial para evitar males maiores.

Em nossa casa sempre haverá umidade. O simples fato de habitá-la implica o uso de serviços que causam a umidade. Pelo menos 15 litros de água por dia são usados ​​em qualquer casa. No chuveiro, na cozinha, na pia ou nas tarefas habituais, usamos esse líquido que leva à presença de umidade.

Mas se todos os eletrodomésticos e tubulações funcionarem corretamente, a água vai evaporar e não causará problemas. Daí a importância de uma boa manutenção.

Problemas de umidade em casa

Várias causas

Casa sem problemas de umidade

A umidade pode ser gerada quando há pouca ventilação na casa ou vivemos em lugares com climas úmidos. Se no inverno a casa não arejar, manifestações de umidade podem aparecer.

As paredes, o telhado, o terraço ou a garagem podem ser vítimas da umidade. Essa situação pode aparecer de um momento para outro, sem aviso prévio. Felizmente, há sinais que denunciam sua existência e nos permitem agir prontamente.

Confira ademais: Manchas de umidade nas paredes e tetos? Descubra a solução!

Como reconhecer um problema de umidade em casa?

Se a umidade aparecer em locais de fácil acesso, observe: paredes mofadas ou enegrecidas nos dizem que há um problema ali. Mas às vezes, os lugares não são tão acessíveis e podemos demorar algum tempo para detectar o problema.

O cheiro que a umidade exala ajuda a encontrar o local onde ela está ocorrendo. Embora possa variar, geralmente está ligada à presença de mofo e bolor em áreas escuras e úmidas.

Quando os esporos são liberados, eles geram um cheiro característico que nos permite agir. Devemos ter cuidado, pois eles são particularmente prejudiciais à saúde e podem desencadear ou aumentar alergias e outros problemas respiratórios.

Supervisão constante

Verifique sempre todos os canos de água

Em casa, não devemos negligenciar a vigilância permanente. Os locais onde mais vapor d’água ficam concentrados devem ser verificados. A cozinha e os banheiros são especialmente suscetíveis à sua aparição. A condensação nas superfícies mostra a presença de umidade.

O contato permanente dos porões com terra os torna propensos à umidade. Isso é conhecido como umidade por capilaridade. Ocorre quando, na ausência de uma boa laje de fundação, a umidade do solo penetra através da estrutura.

Se soltar tinta de uma parede, pode haver um vazamento. Este tipo de umidade está relacionado a problemas na construção ou manutenção. Além disso, a falta de impermeabilização dos tetos, paredes ou porões e a deterioração das juntas de azulejos no banheiro são causas comuns.

Micro-vazamentos em canos de água ou canos quebrados, tubos, poços quebrados ou drenos entupidos também são sintomas. Estes devem ser reparados a tempo, de preferência por profissionais, para evitar mais desgaste e danos mais graves.

A madeira é um bom ajudante na tarefa de detectar umidade em casa. Nos rodapés, portas ou móveis diversos feitos de madeira podem aparecer mais sintomas. Por exemplo: vazamentos de água em espelhos e janelas também são bons sinais.

Aliados contra a umidade 

Para auxiliar a nossa busca pela umidade na casa, podemos nos beneficiar de certos aliados. A cromatografia oferece cartões indicadores ou fitas que mudam de cor quando a umidade aparece. Eles são econômicos e muito fáceis de usar, bem como descartáveis.

O higrômetro, cuja operação é semelhante a um termômetro, fornece informações sobre o grau de umidade.

Não deixe de ler: 5 formas de eliminar o cheiro de umidade de espaços fechados

Previna e combata o problema de umidade em casa

Previna a umidade da casa ventilando os ambientes

Se for uma umidade produzida pelo meio ambiente, o que é chamado de condensação, manter uma boa ventilação em casa nos ajudará a evitá-la. Em particular, a cozinha e o banheiro devem ter a capacidade de arejar, de modo que os extratores de cozinha são muito úteis para evitar esse problema.

Por outro lado, o uso moderado do aquecedor é outra forma de ajuda. Idealmente, mantenha a temperatura entre 15 e 20° C para minimizar a condensação. Tanto quanto possível, você precisa investir em grandes janelas que permitam a circulação de ar. Por outro lado, um excesso de plantas pode contribuir para o aumento da umidade, bem como o hábito de secar as roupas por dentro.

Mas se a umidade tiver a ver com vazamentos, a solução deve ser imediata. Esses reparos devem ser preferencialmente realizados por profissionais.

Em conclusão, problemas de umidade em casa podem ser fáceis de prevenir, detectar e combater. Você tem que tomar as medidas adequadas e evitar desconfortos em casa que, além disso, podem prejudicar a saúde de sua família.

  • EPA 2015. Una guía contra el moho y la humedad en casa. Extraído de: https://espanol.epa.gov/sites/production-es/files/2015-08/documents/moldguide_sp_1.pdf
  • araucosoluciones.com. Cómo prevenir la humedad en casa. Extraído de: https://web.araucosoluciones.com/_file/01_15955_foll-web_sugerencias_prevenir_hum_mexco_01_sep_15_2322.pdf