5 usos medicinais do cravo de cheiro

· 4 de maio de 2019
Por suas propriedades digestivas e antimicrobianas, o cravo de cheiro conta com interessantes aplicações medicinais. Descubra como usá-lo como remédio natural.

Os usos medicinais do cravo de cheiro vêm sendo aproveitados desde a antiguidade para promover o bem-estar ante certas doenças. Esta especiaria, que provém de uma árvore conhecida como Syzygium aromaticum, tem componentes que promovem a saúde metabólica e digestiva.

Ainda que suas aplicações culinárias sejam as mais conhecidas em todo o mundo, também se popularizou como remédio natural. Mesmo que muitos não saibam, é uma fonte importante de taninos, flavonoides, esteróis e outros componentes que melhoram a saúde.

Usos medicinais do cravo de cheiro que deveria conhecer

Primeiramente, temos que destacar que o cravo de cheiro é um poderoso estimulante. É usado para abrir o apetite, eliminar os gases intestinais e combater algumas infecções orais.

Inclusive, seus extratos e óleos são usados na formulação de algumas pastas de dente e remédios de odontologia. Conhece em detalhes os usos medicinais do cravo de cheiro? Mostraremos a seguir.

Descubra ademais: Cravo-da-índia: Para que serve?

1. Remédio para problemas digestivos

Cravos de cheiro

Esta especiaria vem sendo usada principalmente por seus efeitos a nível digestivo, melhorando as digestões e os gases.

Um dos usos medicinais do cravo de cheiro mais importante está relacionado com o sistema digestivo. Devido as suas propriedades carminativas e anti-inflamatórias, favorece o alívio dos gases e a indigestão. Ademais, seus extratos deram resultados positivos no tratamento das úlceras.

Ingredientes

  • 5 cravos de cheiro
  • 1 copo de água (200 ml)

Modo de preparo

  • Primeiramente, coloque para ferver o copo de água.
  • Em seguida, quando alcançar o ponto de ebulição, adicione os cravos de cheiro.
  • Depois, retire a bebida do fogo e deixe repousar por cerca de 10 minutos.
  • Logo após esse tempo, filtre com um coador e consuma.
  • Tome até 2 vezes por dia durante 3 dias seguidos.

2. Remédio para a garganta irritada

As propriedades antimicrobianas do cravo de cheiro podem ajudar a eliminar os microrganismos que incidem na irritação da gargantaO consumo não deverá ser feito do cravo sozinho, é efetivo quando misturado com outros ingredientes saudáveis.

Ingredientes

  • 1 colher de cravos de cheiro moídos (5 g)
  • 1 colher de rabanete puro (15 g)
  • Mel de abelha (15 g)
  • Água morna (200 ml)

Modo de preparo

  • Em primeiro lugar, misture todos os ingredientes e verta-os em um copo de água morna.
  • Assim que obtiver a preparação, realize gargarejos durante 2 ou 3 minutos.
  • Repita o tratamento todos os dias até experimentar uma melhoria.

3. Remédio para a saúde oral

Cravos de cheiro combatem fungos na boca

As propriedades antimicrobianas do cravo contribuem para melhorar a saúde oral, as infecções e o mau hálito.

Entre os usos medicinais do cravo de cheiro encontram-se suas aplicações na saúde oral. Não só contribui para deter o crescimento de bactérias que causam doenças nas gengivas, como também, reduz a concentração de placa e controla problemas como a dor de dente e a halitose.

Ingredientes

  • 2 ramos de salsa
  • 3 cravos de cheiro
  • 2 copos de água (200 ml)

Modo de preparo

  • Em primeiro lugar, ferva os copos de água.
  • Assim que ferverem, adicione a salsa e os cravos de cheiro.
  • Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 2 minutos.
  • Em seguida, tape a bebida e deixe repousar por 10 a 15 minutos.
  • Por fim, coe e faça enxagues 3 vezes por dia.

Leia também: 5 truques ideais para combater o mau hálito

4. Remédio para cuidar do fígado

Esta especiaria contém uma substância ativa chamada eugenol, que é especialmente benéfica para a saúde hepática. Seu consumo pode contribuir para o tratamento do fígado gorduroso e os efeitos que causa o estresse oxidativo. De fato, poderá ser benéfico também contra a cirrose hepática.

Ingredientes

  • 5 cravos de cheiro
  • 1 copo de água (200 ml)
  • 1 colher de mel (15 g)

Modo de preparo

  • Primeiramente, verta os cravos de cheiro em um copo de água fervendo.
  • Em seguida, tape a bebida e deixe repousar por 10 minutos.
  • Depois, filtre com um coador e adicione uma colher de mel.
  • Consuma uma vez ao dia, durante 2 semanas seguidas.

5. Remédio para a tosse

Mulher tomando chá para aliviar a infecção na garganta

O cravo reforça o sistema imune, por isso que é interessante consumi-lo em épocas de resfriados e gripes.

Este ingrediente natural também é ideal para o tratamento da tosse e outros problemas respiratórios. Seus componentes ajudam a combater os vírus e bactérias que afetam a saúde pulmonar. Além disso, ajuda a reforçar o sistema imune.

Ingredientes

  • 3 cravos de cheiro
  • 1 xícara de água (250 ml)
  • O suco de 1/2 limão
  • 1 colher de mel de abelhas (15 g)

Modo de preparo

  • Para começar, ferva a xícara de água.
  • Em seguida, adicione os cravos de cheiro, o suco de limão e o mel.
  • Logo depois, deixe repousar por 10 minutos e consuma.
  • Tome uma xícara toda noite antes de deitar, até reduzir os sintomas.

Cuidado!

Ainda que os usos do cravo de cheiro o destacam entre as especiarias, não é bom ignorar que é contraindicado em casos especiais. Deve-se evitar em caso de insuficiência hepática. Também deve-se abster de tomá-lo os pacientes com doença de Crohn e as mulheres em estado de gravidez e lactação.

Em qualquer caso, caso tenha alguma dúvida sobre seu possível uso ou caso esteja tomando alguma medicação, consulte seu médico ou farmacêutico para que te informem.

  • E.O., A. (2008). Gastrointestinal effects of Syzigium aromaticum (L) Merr. & Perry (Myrtaceae) in animal models. Nigerian Quarterly Journal of Hospital Medicine.
  • Nzeako, B. C., Al-Kharousi, Z. S. N., & Al-Mahrooqui, Z. (2006). Antimicrobial activities of clove and thyme extracts. Sultan Qaboos University Medical Journal.
  • Rompelberg, C. J. M., Vogels, J. T. W. E., de Vogel, N., Bruijntjes-Rozier, G. C. D. M., Stenhuis, W. H., Bogaards, J. J. P., & Verhagen, H. (1996). Effect of short-term dietary administration of eugenol in humans. Human & Experimental Toxicology. https://doi.org/10.1177/096032719601500205
  • Prashar, A., Locke, I. C., & Evans, C. S. (2006). Cytotoxicity of clove (Syzygium aromaticum) oil and its major components to human skin cells. Cell Proliferation. https://doi.org/10.1111/j.1365-2184.2006.00384.x
  • Santin, J. R., Lemos, M., Klein-Júnior, L. C., Machado, I. D., Costa, P., De Oliveira, A. P., … De Andrade, S. F. (2011). Gastroprotective activity of essential oil of the Syzygium aromaticum and its major component eugenol in different animal models. Naunyn-Schmiedeberg’s Archives of Pharmacology. https://doi.org/10.1007/s00210-010-0582-x
  • Nurdjannah, N., & Bermawie, N. (2012). Cloves. In Handbook of Herbs and Spices: Second Edition. https://doi.org/10.1533/9780857095671.197