5 truques ideais para combater o mau hálito

Exalar um mau odor pela boca não apenas prejudica a nossa autoestima, mas também é um problema social que pode nos afastar de nosso entorno.
5 truques ideais para combater o mau hálito

Última atualização: 14 Fevereiro, 2021

Em algum momento da vida, todo mundo já sentiu um cheiro desagradável sair da própria boca, especialmente quando falamos. Por exemplo, depois de comer uma refeição com muito alho ou cebola, ou depois de passar várias horas sem escovar os dentes. Já aconteceu com você, certo? Quer saber alguns truques ideais para combater o mau hálito?

Levando em consideração que o mau hálito nem sempre tem a mesma causa e que na verdade pode ter várias, é necessário saber um pouco mais sobre esse desconforto.

Por que surge o mau odor bucal?

Uma das aplicações clássicas do cardamomo é o combate ao mau hálito.

Mau hálito ou halitose é um desconforto bastante comum. Por esse motivo, qualquer pessoa pode perceber um mau cheiro na boca em algum momento de sua vida. Segundo dados de um estudo recente, “é uma condição comum na população em geral e estima-se que afete de 25% a 30% da população mundial”.

É comum ter um pouco de mau hálito ao acordar, pois a saliva está em repouso há muito tempo, favorecendo a proliferação de bactérias e outros microrganismos. Isso geralmente é resolvido escovando os dentes e bebendo água. Porém, quando persiste ao longo do dia, mesmo após a escovação, então falamos de halitose.

A halitose está relacionada à decomposição de restos de alimentos, saliva ou sangue, que produzem substâncias voláteis, como os compostos de enxofre. Embora normalmente a associemos com falta de higiene, há muitas outros motivos que podem causar esse transtorno. Vamos ver quais são abaixo:

  • Consumo de cigarro e álcool.
  • Idade: pessoas com mais de 50 anos são mais propensas à halitose.
  • Doenças nos dentes, na língua ou na garganta, como a gengivite.
  • Problemas de estômago: distúrbios digestivos, como dispepsia e refluxo gastroesofágico ou hérnia de hiato, podem causar odores fétidos na boca.
  • Doenças crônicas, como diabetes, gastrite crônica e doença periodontal crônica.
  • Efeitos colaterais dos medicamentos: os antineoplásicos são medicamentos que promovem candidíase oral, sangramento nas gengivas e úlceras orais.
  • Desidratação: quando se ingere pouca água, há pouca produção de saliva, o que implica no aumento do número de microrganismos na boca e, portanto, no aparecimento de mau cheiro.
  • Câncer no trato respiratório ou digestivo.

Para aliviar essa doença, é importante atacar a sua origem, por isso recomendamos consultar um especialista para receber um diagnóstico preciso e descarta uma doença grave.

5 truques ideais para combater o mau hálito

Se o médico determinar que é um problema leve, não hesite em experimentar os seguintes truques que irão acabar com a sua halitose.

1. Preste atenção à sua higiene bucal

O primeiro dos truques para combater o mau hálito é prestar atenção na higiene oral, mais especificamente na quantidade de vezes que você escova seus dentes e nos produtos que utiliza. Você já tentou usar um enxaguatório bucal regularmente? Que tal trocar sua pasta de dente? Você carrega uma bolsa de higiene com uma escova de dentes e uma pasta na bolsa?

A rotina diária de limpeza oral é fundamental. Escove os dentes pelo menos 3 vezes ao dia, incluindo dentes, gengivas e língua. Use fio dental duas vezes ao dia para remover partículas de alimentos e também enxaguatórios bucais para desinfetar a boca. Recomendamos o uso de uma escova de cerdas macias com raspador de língua. Não se esqueça de ir ao dentista pelo menos uma vez a cada 6 meses.

2. Cuide de sua alimentação

Existem certos alimentos que podem causar mau hálito: carnes vermelhas, laticínios, temperos e produtos ricos em gordura e açúcar. Isso porque durante a digestão são liberadas moléculas aromáticas que podem ser exaladas pelo trato digestivo e pela pele. Para evitar isso, recomendamos incluir em sua dieta frutas e vegetais ricos em vitaminas e minerais e beber infusões que combatem o mau hálito, como hortelã, chá verde ou preto.

3. Evite certas substâncias

Outro truque para combater o mau hálito consiste em evitar o consumo de certas substâncias, como café, álcool e cigarro, assim como de alimentos com sabor ou cheiro intenso, como cebola e alho, pois potencializam em grande medida a halitose. Além disso, esse cheiro também é exalado pelo suor.

4. Cuide de seu sistema digestivo

A má digestão e doenças como gastrite, prisão de ventre ou colite podem causar mau cheiro na boca. Se você aumentar a ingestão de fibras e beber bastante água, estará promovendo uma boa digestão.

5. Aproveite algumas ervas

Ervas para combater o mau hálito

Uma infinidade de plantas possuem propriedades bactericidas, anti-inflamatórias e antissépticas. Portanto, são excelentes para eliminar os agentes causadores desse transtorno. Use-as nas refeições, em chás e enxaguatórios bucais.

  • Chá de cravo-da-índia.
  • Alecrim, salsa, manjericão e tomilho ajudam a combater o mau hálito.
  • Gargarejo de água e limão desinfeta e refresca a garganta.
  • O funcho ajuda a manter a língua e as gengivas saudáveis.
  • Os óleos essenciais da sálvia contribuem para desinfetar a cavidade bucal.

Você conhecia esses truques para combater o mau hálito?

Como você viu, o odor na boca pode ser resultado de falta de higiene, crescimento excessivo de bactérias na boca, desidratação e infecções orais. Por isso, é importante que você tente fazer uma boa escovação todos os dias, além de usar fio dental e enxaguatório bucal regularmente. Além disso, é conveniente que você cuide de sua alimentação e de sua saúde digestiva.

Lembre-se de que embora você possa experimentar alguns remédios naturais como ervas e óleos essenciais, o ideal é sempre dar prioridade ao que seu dentista diz.

Pode interessar a você...
Receitas caseiras para combater o mau hálito
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Receitas caseiras para combater o mau hálito

A halitose é mais frequente do que você imagina. Pensando nisso, neste artigo falaremos sobre remédios para combater o mau hálito.



  • Aylıkcı BU, Colak H. Halitosis: From diagnosis to management. J Nat Sci Biol Med. 2013;4(1):14–23. doi:10.4103/0976-9668.107255
  • Porter SR, Scully C. Oral malodour (halitosis). BMJ. 2006;333(7569):632–635. doi:10.1136/bmj.38954.631968.AE
  • Kapoor U, Sharma G, Juneja M, Nagpal A. Halitosis: Current concepts on etiology, diagnosis and management. Eur J Dent. 2016;10(2):292–300. doi:10.4103/1305-7456.178294