Surpreendentes usos do óleo de alecrim

2 de dezembro de 2018
Na hora de aplicá-lo, lembre-se de diluir bem o óleo de alecrim para evitar possíveis reações alérgicas.

Esta planta é realmente excelente para aliviar diversas doenças e aflições. Você pode utilizar o alecrim em diferentes formas, como infusões, raminhos secos, etc. O óleo de alecrim apresenta poderes estéticos e de saúde maravilhosos.

Conheça quais são os usos do óleo de alecrim neste artigo.

Dados sobre o óleo de alecrim

Esta planta vem sendo utilizada por milhares de anos. Há vestígios que afirmam que na época dos egípcios já era conhecido o poder do alecrim em diversas aplicações. O alecrim sempre foi muito apreciado por suas propriedades curativas e também para a estética.

Acredita-se que no ano 500 a.C. formava parte da dieta de gregos e romanos, além de ser uma planta medicinal destacada.

Atualmente, a maior parte da produção de alecrim (para ser posteriormente convertido em óleo) provém da Espanha, França e Marrocos, ainda que possa ser cultivado sem problemas em climas temperados.

O óleo de alecrim é terapêutico e seus usos são medicinais. A extração se desenvolve por meio da destilação dos óleos da planta. É intenso, muito concentrado e quase nunca é usado puro, e sim diluído em outros componentes.

romero2

Os melhores usos do óleo de alecrim

Uma das principais utilidades do óleo de alecrim é ser um excelente antienvelhecimento. Misture com hortelã e depois aplique na pele. Apresenta um efeito instantâneo, sendo melhor que qualquer creme no mercado.

Além disso, relaxa a pele e permite que as células da derme se hidratem, melhorando nosso aspecto em minutos.

Leia também: 6 alterações que você deve fazer em sua dieta para cuidar da pele

Muitas pessoas usam o alecrim como tratamento cosmético, pois seus benefícios são enormes, já que proporciona frescor, elasticidade, brilho e proteção celular devido às suas altas doses de antioxidantes.  

O óleo de alecrim também possui propriedades calmantes e anti-inflamatórias, por isso é muito usado pela medicina esportiva na realização de massagens nos atletas em áreas de sobrecarga de músculos ou em lesões.

Ajuda a melhorar o estado geral com o movimento circular e penetra pelos poros, por isso se apresenta como uma boa alternativa para reduzir as inflamações produzidas pela artrite, reumatismo ou hemorroidas.

Descubra: Como a alimentação influencia no controle da artrite?

O óleo de alecrim possui grande poder antisséptico e antibiótico, e pode ser usado quando existirem feridas superficiais, cortes domésticos, etc. O óleo não permitirá que as bactérias ou a sujeira entrem na lesão e causem uma infecção.

É um grande cicatrizante e acaba com os micro-organismos para que a pele possa se regenerar. As feridas fecharão muito mais rapidamente e a região ficará perfeita e sem marcas.

romero3

 

Mais usos

Há muito tempo que o óleo de alecrim é utilizado para melhorar o estado geral do cabelo, sem importar se ele é oleoso ou seco. Pode ser usado como se fosse xampu ou algumas gotas dentro deste para limpar o couro cabeludo até a ponta do cabelo.

Seu uso nos cosméticos está cada vez mais estendido, e muitos tratamentos capilares, assim como cremes e loções, contêm extrato de alecrim ou até mesmo diretamente o óleo.

Você pode criar uma pasta de dente muito potente usando o óleo essencial de alecrim, porque ela ajudará a eliminar o mau hálito causado pelo excesso de bactérias na sua boca.

E, além disso, deixará um aroma fresco e delicioso.

O óleo de alecrim

O óleo de alecrim pode ser usado para tratar problemas respiratórios mediante inalações, para aqueles que sofrem de congestão nas fossas nasais, resfriado, gripe ou alergias.

Também pode ser aplicada uma gota em cada lado do nariz para respirá-la e “desentupir” o nariz. 

Outro dos benefícios que o óleo desta planta apresenta é trazer alívio mental, serve para combater o estresse e a depressão, reduzir as tensões e a ansiedade, entre outros.

Melhora o humor e também aumenta os níveis de energia das pessoas.

Por seus efeitos estimulantes e tônicos, ajuda a melhorar a circulação sanguínea e o sistema imune, pois atua como se fosse uma prevenção para as doenças, tanto do trato respiratório como digestivo.

Serve para tratar a diarreia ou prisão de ventre ao realizar massagens no estômago e no baixo ventre.

Se o movimento das mãos for feito nas costas, ajudará a eliminar o líquido do corpo, pois possui propriedades diuréticas. Por ser anti-hepático, é utilizado para tratar a icterícia.

romero4

É ideal para as mulheres que possuem dores menstruais. Aplique algumas gotas em um pano quente e passe no local, por exemplo, ou realize uma massagem para aumentar a temperatura na região.

Perfeito para desinchar e reduzir as dores de cabeça também.

Misture com outros óleos essenciais como o de amêndoas para tratar a calvície ou queda do cabelo, assim como a dermatite seborreica.

É preciso realizar pequenas massagens circulares no couro cabeludo e deixar atuar por alguns minutos antes de lavá-lo.

Contraindicações do óleo de alecrim

Como o óleo estimula o sistema nervoso, não dever usado por aqueles que sofrem de hipertensão ou epilepsia. Também deve ser evitado por mulheres grávidas (tradicionalmente era utilizado para induzir o parto).

Os que apresentam peles sensíveis devem evitar sua utilização, pois o óleo é concentrado e muito estimulante. Se o óleo não estiver bem diluído pode causar irritação na pele, coceira, ardor e inflamação.

Não é permitido ingerir o óleo e sempre é aconselhado usá-lo com a supervisão de um especialista em homeopatia ou terapias alternativas.

  • Erkan, N., Ayranci, G., & Ayranci, E. (2008). Antioxidant activities of rosemary (Rosmarinus Officinalis L.) extract, blackseed (Nigella sativa L.) essential oil, carnosic acid, rosmarinic acid and sesamol. Food Chemistry. https://doi.org/10.1016/j.foodchem.2008.01.058