O que é a triangulação narcísica e como reconhecê-la?

A triangulação narcísica é um jogo patológico em que um manipulador usa terceiros para controlar as decisões da sua vítima.
O que é a triangulação narcísica e como reconhecê-la?

Última atualização: 31 Agosto, 2021

A manipulação pode ter muitas faces diferentes, e uma delas é a triangulação narcísica. Isso é o que acontece quando alguém usa uma terceira pessoa para exercer domínio sobre a sua vítima .

Embora muitos o ignorem, é uma situação que ocorre em muitas áreas da vida. Acontece, por exemplo, quando alguém em nosso círculo social fala mal de nós para outras pessoas. O que o manipulador busca é gerar um conflito por meio de comentários negativos que causem uma má impressão nos outros.

É importante saber identificar este tipo de manipulação. Se conseguirmos reconhecer os indicadores, evitaremos cair em dinâmicas conflituosas. Uma vez detectados, o mais saudável a fazer é se distanciar dessas pessoas. Mas como fazer isso?

Contextos em que a triangulação narcísica pode ocorrer

Existem vários cenários em que um manipulador pode usar terceiros para exercer controle sobre as vítimas. A seguir, revisamos uma lista dos contextos mais frequentes em que a triangulação narcísica ocorre.

1. Relações familiares

Nas famílias, há casos em que os membros fazem comentários infundados uns sobre os outros. Isso ocorre, por exemplo, quando um irmão é responsável por colocar os pais contra os outros filhos. Frases como “Sei que não sou seu filho favorito porque você trata melhor meus irmãos” fazem parte do repertório da triangulação.

Claro, essa situação pode ocorrer com qualquer um dos outros membros de uma família. Há casos em que são os pais que fazem a manipulação. Dizer que as crianças são preguiçosas na frente de outros parentes pode parecer inofensivo, mas esconde um componente manipulador.

Quando alguém ouve um pai dizer que seus filhos não o ajudam em nada, ocorre um julgamento de valor. Ou seja, a outra pessoa tem uma ideia tendenciosa do filho sobre quem ele está fazendo os comentários. Desta forma, mesmo sem conhecer alguém diretamente, podemos formar uma impressão errada dessa pessoa.

Contextos em que a triangulação narcísica pode ocorrer
A triangulação narcísica ocorre em contextos familiares, sociais e emocionais. É preciso estar atento aos sinais.

2. Relações com um parceiro

É natural que os casais falem sobre seus relacionamentos anteriores e sobre sua vida familiar. No entanto, devemos estar atentos a como esses pontos de discussão se desdobram. Quando houver comparações constantes com parceiros anteriores, os alarmes devem soar.

A ideia de comparar o parceiro atual com alguém do passado esconde uma intenção egoísta. É o caso de comentários como “minha ex-namorada preparava o jantar todas as noites, você deveria fazer o mesmo”. O manipulador usa outra pessoa para tentar realizar seu próprio desejo .

3. Relações de amizade

Certamente já encontramos alguém que falava mal dos nossos amigos. Essa pessoa pode até nos contar coisas negativas sobre seus próprios amigos. Em geral, o objetivo desses comentários é gerar inimizades ou um distanciamento da nossa parte em relação a um determinado grupo social.

O que pode motivar a triangulação narcísica?

Essa forma de manipulação é comum em pessoas egocêntricas com baixa tolerância à frustração. O que motiva uma triangulação narcísica é a necessidade de exercer controle sobre as vítimas. Os manipuladores também procuram satisfazer seus desejos pessoais.

O ciúme do parceiro é um gatilho para esse tipo de comportamento. Vamos dizer, por exemplo, que o namorado não tolera que sua parceira tenha amigos. Quando esse tipo de situação ocorre, tem início uma campanha de difamação: “Seus amigos querem nos separar”, “Seus amigos não gostam de mim”, entre outros comentários.

Isso não é algo exclusivo de casais, já que também pode ser visto em outras situações. No caso da família, alguns pais superprotetores podem usar a triangulação narcísica para tirar os filhos do seu círculo social.

Possíveis impactos da triangulação narcísica

As pessoas que são vítimas de manipuladores narcisistas são afetadas de várias maneiras. Primeiro, ocorre um processo de despersonalização. Isso significa que a vítima perde sua essência e se torna uma marionete de quem exerce o controle.

Por sua vez, o sentimento de insegurança passa a predominar e surge a dependência da aprovação do manipulador. Nesse sentido, a autoestima também é diminuída e, na esfera social, a capacidade de ter relacionamentos saudáveis é perdida.

Como agir nessa situação?

Quando identificamos que somos vítimas de triangulação por um narcisista, o mais importante é recuperar o controle. Para isso, é fundamental identificar os comentários que nos fizeram cair na triangulação.

Caso o manipulador tenha falado mal de uma terceira pessoa, o mais saudável a fazer é deixar de lado a ideia errada que criamos dessa outra pessoa. Se necessário, podemos conversar com ela para esclarecer algumas situações.

Se a terceira pessoa for você, a situação é diferente. Em outras palavras, quando identificamos que alguém está nos caluniando para manipular alguém que conhecemos, é melhor falar diretamente com a vítima e desmentir o que for necessário. Não é aconselhável questionar o manipulador, pois o ideal é evitar conflitos desnecessários.

Casal conversando
A comunicação assertiva é a chave para lidar com situações derivadas da triangulação narcísica.

O que fazer quando a manipulação vem da família?

Nos casos em que a triangulação narcísica vem de um membro do núcleo familiar imediato, não é tão fácil se afastar. Na verdade, a distância nem sempre é a melhor opção. O que devemos fazer é colocar limites saudáveis entre nós e aquele membro da família.

Os limites começam na forma de comunicar as coisas. Podemos usar uma linguagem assertiva para deixar claro que preferimos tomar nossas próprias decisões. Às vezes, seremos forçados a ser firmes ao afirmar nossas idéias. De qualquer forma, você deve tentar manter o respeito.

Pode interessar a você...
Transtorno narcisista da personalidade
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Transtorno narcisista da personalidade

O transtorno narcisista da personalidade consiste em um sentido exagerado de egocentrismo, afeição por si mesmo e escassa empatia para com os demai...



  • Serrano Lindes, Rosario. “Vicisitudes Del Narcisismo Originario Del Niño y Fragilidad de La Triangulación Edípica: Dinámica Pulsacional y Objetal En La Organización Narcisista de Personalidad91.” Revista de psicoanálisis 56 (2009): 91–105. Revista de psicoanálisis. Web.
  • Kernberg, Otto. “El Paciente Narcisista Casi Intratable.” The Journal of American Psychoanalytic Association 55 (2007): 503–539. Print.
  • Blanco Artola, Carolina, Natasha Gómez Solorzano, and Dennis Orozco Matamoros. “Actualización de Los Trastornos de Personalidad.” Revista Medica Sinergia 5.4 (2020): e437. Revista Medica Sinergia. Web.
  • Sarti, Narella Paula, Bárbara Rocío Vidal, and Marcela Spinetto. “Trastorno Narcisista de La Personalidad y Esquemas Maladaptativos Tempranos En Una Población Femenina de Bajos Recursos Socioeconómicos.” Revista Argentina de Ciencias del Comportamiento 13.1 (2021): 73–80. Revista Argentina de Ciencias del Comportamiento. Web.