Como saber se tenho ciúmes?

Muitas vezes o ciúme nos faz agir de maneira doentia e querer controlar todos os aspectos da vida de nosso parceiro para que ele não tenha a possibilidade de ser infiel.
Como saber se tenho ciúmes?

Última atualização: 22 Maio, 2021

Os ciúmes ocasionais podem ser aceitáveis no relacionamento. No entanto, quando saem do controle, afetam a saúde emocional tanto de quem sente ciúmes quanto do(a) parceiro(a).

Por isso é fundamental aprender a identificá-lo, pois nem sempre o percebemos a tempo. Saber como se manifesta e tomar providências para enfrentá-lo é fundamental para não sofrer suas consequências. Você sabe se sente ciúmes?

Esse sentimento, que surge do medo de perder o ser amado, pode se tornar o gatilho de muitos conflitos no relacionamento. Além disso, o mais preocupante é que eles tendem a piorar com o passar do tempo, causando uma deterioração notável na convivência, respeito e amor.

Sinais para saber se tenho ciúmes

Existem alguns sinais que podem nos informar sobre o nosso ciúme. Aqui estão alguns deles.

Tenho ciúmes se tento controlar a intimidade do meu parceiro?

uma das características de quem sente ciúmes é controlar a intimidade do outro

Pessoas ciumentas não aceitam a intimidade do parceiro. Costumam se sentir no “direito” de conhecer todos os aspectos da vida privada do outro.

O medo de que haja outra pessoa ou de que alguém tente se aproximar é muito grande. Assim, isso faz com que revisem constantemente o telefone celular, redes sociais e qualquer meio para o qual haja um tipo de comunicação.

E as consequências desses atos são terríveis. Basta encontrar um simples “olá” ou uma conversa de amigos para entrarem em um estado de ameaça onde as emoções negativas são desencadeadas.

Tenho ciúmes se tendo a desconfiar de colegas de trabalho?

É verdade que existem situações com amigos ou colegas em que os ciúmes são justificados. No entanto, quando alguém não consegue controlar esse sentimento, começa a supor ou a ver coisas que não estão acontecendo.

Qualquer atenção ou simpatia por alguém do sexo oposto é assumida como um flerte. O ciumento entra em um estado de raiva, mesmo que seu parceiro tenha reagido apenas de forma atenciosa.

Limito nossa vida social enquanto casal

uma das características do ciúme é limitar a vida social do casal

Os ciúmes levam o outro a querer controlar a vida social do casal. Há censuras porque a outra pessoa quer compartilhar o tempo com seus amigos ou por uma simples ligação.

Todo o tempo há perguntas sobre seu meio social: Com quem você conversa? Por que você ri do que seus amigos dizem? Aonde vai? Quanto tempo demora?

Muitas vezes, inclusive, começa a sugerir que o outro não ande mais com alguns amigos. Ou suspender os planos de fazer algo em casal.

Ligo constantemente

Uma coisa é ligar algumas vezes por dia para saber como tudo está indo. Entretanto, outra muito diferente é ligar constantemente para verificar o que a outra pessoa está fazendo.

Muitos também fazem isso para verificar se o outro realmente está onde diz estar. Isso pode levar a estados de angústia e estresse.

Inventar infidelidades

inventar infidelidade por parte do parceiro é um sinal perigoso de ciumes

Às vezes, o ciúme começa a sair do controle. Sabemos disso quando a pessoa que sofre começa a imaginar que o parceiro é infiel pelo simples fato de não estar ao seu lado o tempo todo.

Assim, isso o leva a inventar infidelidades. E, muitas vezes, não consegue separar o que ele imagina do que é real.

Mudo o estilo de vida

Muitas pessoas pensam que, se dedicarem mais tempo ao parceiro, poderão evitar a infidelidade. Na verdade, eles não se importam em deixar de lado seu estilo de vida para poderem coincidir com a outra pessoa em mais oportunidades.

O ciumento procura controlar grande parte do tempo do parceiro; assim, organiza seus horários e tenta estar em todos os momentos livres do outro.

Se incomodar com a forma do outro se vestir

outro sinal de ciúmes, e perfil de comportamento do ciumento, é implicar com a forma do parceiro se vestir

O ciúme pode ser desencadeado simplesmente pela maneira do outro se vestir. O ciumento sente-se aborrecido porque o seu parceiro se veste bem quando não está ao seu lado.

É comum ouvir frases como as seguintes: “Por que você penteia tanto seu cabelo se você não está saindo?”, “Por que você está se maquiando se gosto de você natural” ou “Por que está se arrumando tanto se só vai trabalhar”.

Confunde este comportamento com amor

Esta é talvez uma das principais características da pessoa invejosa. Sempre justifique seus comportamentos e reivindicações com o “amor” que sente pelo parceiro.

As censuras ou críticas feitas pelo ciúme são explicadas como uma maneira de “preocupar-se” com o outro. Desta forma, é mais fácil para eles continuarem com o seu jogo de manipulação.

Você se sente identificado com esses comportamentos? Você sente que o ciúme está ficando fora de controle? Muito cuidado! Embora, em certa medida, seja normal senti-los, é importante prestar atenção neles para que eles não afetem a vida do casal. Lembre-se de que você sempre pode consultar um psicólogo para discutir essas questões.

Pode interessar a você...
Os 7 tipos de infidelidade que você deve conhecer
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Os 7 tipos de infidelidade que você deve conhecer

Por mais curioso que possa parecer, existem na realidade diferentes tipos de infidelidade. Conheça mais sobre esses tipos no texto a seguir.



  • Harris, C. R. (2003). A review of sex differences in sexual jealousy, including self-report data, psychophysiological responses, interpersonal violence, and morbid jealousy. Personality and Social Psychology Review. https://doi.org/10.1207/S15327957PSPR0702_102-128
  • Muise, A., Christofides, E., & Desmarais, S. (2009). More Information than You Ever Wanted: Does Facebook Bring Out the Green-Eyed Monster of Jealousy? CyberPsychology & Behavior. https://doi.org/10.1089/cpb.2008.0263
  • Perles, F., San Martín, J., Canto, J., & Moreno, P. (2011). Inteligencia emocional, celos, tendencia al abuso y estrategias de resolución de conflicto en la pareja. Escritos de Psicología / Psychological Writings. https://doi.org/10.5231/psy.writ.2011.0605
  • Canto Ortiz, J. M., Leiva, P. G., & Jacinto, L. G. (2009). Celos y emociones: Factores de la relación de pareja en la reacción ante la infidelidad. Athenea Digital. https://doi.org/10.5565/rev/athenead/v0n15.528