Tipos de árvores para o jardim e suas características

Você quer cultivar plantas grandes no seu jardim? Neste artigo, você encontrará os tipos de árvores que pode ter neste local e quais são as suas características.
Tipos de árvores para o jardim e suas características

Última atualização: 21 fevereiro, 2022

Há uma imensa variedade de árvores para o jardim que, por causa das suas características, proporcionam diversos benefícios. Elas dão sombra, criam privacidade, isolam os ventos, trazem beleza e harmonia ao espaço, bem como servem de refúgio para os pássaros. Neste artigo, vamos falar sobre os tipos de árvores existentes e mostrar quais são as melhores para o seu jardim.

As árvores são plantas de caule lenhoso que atingem alturas variadas e se ramificam. Elas são essenciais para a vida e para o bom desenvolvimento dos ecossistemas do planeta. Desde a antiguidade, as árvores e as florestas contam com um papel de destaque nas sociedades humanas. Elas têm sido associadas a tópicos como a magia, o conhecimento, a vida e o cosmos.

Características gerais das árvores

La Arboleda Monumental, um livro do Jardim Botânico da Universidade de Valencia, aponta que as árvores são o grupo mais competitivo no reino vegetal, uma vez que possuem plasticidade e altura. Além disso, elas apareceram há mais de 370 milhões de anos e resistiram à extinção.

As árvores são compostas de raízes, tronco, galhos, botões, folhas, flores, frutos e sementes. Assim como todas as plantas, liberam oxigênio durante o seu processo de fotossíntese. Porém, diferem das outras plantas porque possuem um tronco forte e lenhoso. Além disso, algumas podem atingir alturas superiores a 100 metros.

De acordo com o seu tamanho, as árvores para o jardim podem ser classificadas em arbustos, árvores médias e árvores grandes. Os arbustos têm consistência lenhosa e se ramificam bem próximo da base. Eles podem atingir uma altura de 5 ou 6 metros.

Por outro lado, as médias geralmente têm uma altura entre 7 e 15 metros, com um único tronco bem formado e que se ramifica no alto. Elas podem ser plantadas em jardins grandes. Finalmente, as árvores grandes têm mais de 16 metros de altura, com troncos largos e fortes. Geralmente não são encontradas em jardins.

Árvore no jardim.
As árvores podem ser pequenas como os arbustos ou ganhar uma altura considerável.


Árvores caducifólias

Esse tipo de árvore perde as suas folhas durante o outono ou nas épocas mais frias. Trata-se de um mecanismo adaptativo que elas adotaram para preservar nutrientes e economizar energia. Geralmente são altas, longevas e com folhas grandes.

Como consequência, devem ser plantadas em jardins que possuam uma área ampla e a uma distância mínima de 6 metros da casa. Suas raízes podem trazer problemas quando crescerem.

Não devem ser podadas com muita frequência. Só é necessário que isso seja feito quando o galho estiver sem folhas, durante o inverno. Algumas das espécies mais comuns são a castanheira-portuguesa, a bétula, o freixo, a amendoeira, a nogueira, a cerejeira e o álamo.

Árvores perenes

Ao contrário das árvores caducifólias, as perenes não perdem as folhas durante o outono e o inverno. Assim, a sua folhagem se renova continuamente ao longo do ano. Nesta categoria, há uma grande diversidade de espécies. No entanto, a maioria é robusta e longeva.

Nesse sentido, é importante ter o mesmo cuidado com o espaço em que serão plantadas. Pedir conselhos aos órgãos ambientais da sua cidade quanto ao melhor tipo de árvore para a região onde você mora e para o espaço disponível é uma excelente ideia.

As coníferas, como os pinheiros, são um grupo popular de árvores perenes e são perfeitas para fazer casas na árvore para as crianças. Geralmente requerem fertilização durante o verão.

Além disso, é necessário fazer podas frequentes, especialmente se você quiser que mantenham um formato específico. Também é conveniente remover galhos mortos ou pedaços de madeira que estejam se deteriorando.

Algumas das espécies mais comuns são o pinheiro, o abeto, o zimbro, o cipreste, a alfarrobeira, a magnólia e a oliveira.

Árvores frutíferas

Este tipo de árvore é muito popular para os jardins porque é delicioso ter frutas frescas sem sair de casa. Além disso, elas geralmente atraem lindos pássaros em busca de alimento e abrigo. Dentre as árvores frutíferas encontramos aquelas que produzem frutos comestíveis para o ser humano.

Elas primeiramente produzem flores e então o óvulo da flor amadurece e se torna uma fruta que contém as sementes. É possível encontrar frutos carnosos, como maçãs e laranjas, ou de casca rija.

Uma vez que estas são árvores que produzem alimentos, é preciso ter mais cuidado para evitar pragas. Também é importante usar adubos e fertilizantes orgânicos que proporcionem mais nutrientes.

Para escolher a árvore frutífera que você quer plantar no seu jardim, é necessário conhecer as condições climáticas e do solo. Se plantada em uma área inadequada, a árvore pode crescer, mas talvez não dê frutos.

As mais comuns são a laranjeira, a tangerineira, a macieira, o limoeiro, a mangueira, o pessegueiro, a cerejeira e o abacateiro.

Ameixas de uma ameixeira no jardim.
Ter frutas frescas vindas do jardim é uma satisfação que as árvores podem nos dar.


Árvores ornamentais

Nesta categoria, encontramos as árvores mais agradáveis aos olhos. Geralmente têm flores ou folhas de cores vivas.

Dentre as árvores ornamentais, podemos encontrar espécies de qualquer grupo anterior. São muito utilizadas em jardins porque ajudam a configurar uma estética particular.

Conheça algumas belas espécies:

  • Árvore do amor.
  • Acácia-mimosa.
  • Árvore de ferro.
  • Manacá.
  • Árvore da Judeia.
  • Árvore pata-de-vaca.

Não se esqueça do bonsai!

Conforme você leu neste artigo, as árvores são um dos mais maravilhosos e diversificados tipos de planta que existem. No entanto, em muitas casas, não é possível ter uma delas por causa dos espaços limitados nos jardins, varandas e terraços. Neste caso, uma alternativa perfeita são os bonsai.

Trata-se de várias espécies às quais é aplicada uma técnica chinesa para que permaneçam como árvores anãs. Dessa forma, elas podem ser mantidas em vasos pequenos e com pouca profundidade. Isso permite apreciar a sua beleza e esplendor.

Pode interessar a você...
5 vegetais que podemos replantar com simples truques
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
5 vegetais que podemos replantar com simples truques

O que poucas pessoas sabem é que, com simples truques, podemos replantar muitos dos vegetais em casa, inclusive partes que consideramos descartávei...