Técnicas de estimulação pré-natal

As técnicas de estimulação pré-natal permitem a conexão com o bebê enquanto ele ainda está no útero e desperta seus sentidos. Não há evidência científica de que estimulem a inteligência ou o aprendizado.
Técnicas de estimulação pré-natal

Última atualização: 17 Maio, 2021

Toda mulher grávida passa muitos minutos de seus dias de gravidez acariciando seu abdômen volumoso, tentando decifrar se está tocando o pé, o cotovelo ou o joelho do bebê. Essa é a primeira e mais intuitiva técnica de estimulação pré-natal que toda mulher faz.

Não há evidência científica que indique que as técnicas de estimulação pré-natal incidam na inteligência ou na capacidade de aprendizado que o bebê terá em seu desenvolvimento. No entanto, o certo é que são exercícios que podem ser muito bons para a mãe e abrem caminhos para estreitar o vínculo com seu filho.

Como aplicar as técnicas de estimulação pré-natal?

Existem exercícios para cada etapa de crescimento do bebê. Para seguir qualquer uma destas técnicas, o mais importante é não ficar obcecado. Juntamente com os momentos de estimulação, também tem que haver momentos de tranquilidade.

O feto dentro do útero também dorme, e como não sabemos quando isso acontece, pois basicamente é um ambiente escuro, é melhor não abusar com uma estimulação excessiva.

Técnicas de estimulação visual

Sabe-se que, a partir do sexto mês, o feto reage abrindo e fechando os olhos aos estímulos luminosos que chegam através do abdômen, por isso podemos iniciar estes exercícios a partir do quarto mês.

  • Exponha seu ventre a luz solar por 20 segundos e depois cubra-o por 20 segundos.
  • Com uma pequena lanterna ilumine o ventre e mova-a lentamente de cima para baixo ou de um lado para o outro.

Técnicas de estimulação tátil

Ao pressionar o abdômen são geradas vibrações que são transmitidas através do líquido amniótico e seu bebê as sente através da pele. Estes exercícios podem ser realizados a partir da décima semana de gestação. 

Se houve dor abdominal, aborto espontâneo ou parto prematuro prévios, é melhor se abster de fazer estes exercícios.

  • Pressione a área do abdômen ou dê algumas batidinhas bem suaves quando sentir o movimento do bebê.
  • No momento do banho, deixe cair água com diferente intensidade sobre seu ventre.
  • Massageie suavemente seu ventre ou peça ao seu parceiro que o faça.
A estimulação pré-natal envolve massagens

Técnicas de estimulação auditiva

O bebê escuta muitos sons dentro do útero: a batida de seu coração, a digestão ou a respiração. Além disso, também pode perceber o que vem do exterior, a sua voz e a do papai, apesar de o líquido amniótico amortecer a intensidade.

Logo, é importante evitar as discussões durante a gravidez, porque seu bebê sente o que acontece. Estes exercícios podem ser iniciados a partir do quarto mês de gestação.

  • Selecione uma música, preferivelmente instrumental, e escute-a com relativa frequência.
  • Fale com ele com voz forte e pausada, e faça com que seu parceiro também se envolva.
  • Cante uma canção de ninar, que depois retomará para fazê-lo dormir assim que nascer.

Técnicas de estimulação motora

Fazer movimento suave, mas rítmico ajuda tanto a mãe como o bebê. A mãe relaxa e isso a ajuda a manter a forma durante toda a gravidez. Para o bebê, é uma forma distinta de perceber o mundo exterior.

Estes exercícios de estimulação pré-natal podem ser iniciados depois do quinto mês de gravidez. Se realizados antes, devem contar com o consentimento do médico, pois se houve alguma ameaça de aborto espontâneo é bom se cuidar.

  • Dance suavemente, sozinha ou com seu parceiro.
  • Nade ou caminhe com regularidade.
  • Pratique Ioga ou pilates pré-natal.

Técnica de estimulação mental

estimulação pré-natal
Os benefícios da bola como exercício na gravidez estão relacionados ao aumento da elasticidade pélvica.

Concentrar a atenção no que cada centímetro do corpo sente ajuda a liberar estresse e tensão. O escaneio corporal é uma técnica simples, ainda que leve algum tempo para dominá-la.

Pode ser realizado em qualquer momento e em qualquer lugar. Deitada ou sentada, da maneira que for mais fácil, de acordo com o volume do abdômen.

  • Comece com o que sente nos dedos de um pé, concentrando a sua respiração e sua atenção nessa sensação.
  • Assim, percorra o pé, tornozelo, panturrilha, joelho, coxa e quadril. Passe para o outro pé.
  • Depois volte até chegar à pelve, siga com a coluna, ventre, peito, ombros, braços, mãos, pescoço e cabeça.

Tome consciência de cada sensação. Se sentir que sua mente divaga muito, conscientize-se disso e volte a focar na respiração.

Tome seu tempo para manter o foco em seu corpo, mas uma vez que conseguir, desfrutará mais do processo que seu corpo vive durante a gravidez e de seu bebê dentro da barriga.

Últimas considerações

Seu bebê desenvolve seus sentidos no terceiro mês, assim, estes exercícios são ideais para o segundo e terceiro trimestre da gravidez, quando os incômodos iniciais tiverem passado. A realização de duas sessões semanais com qualquer um destes exercício será muito bom.

Importante: não fique obcecada. Desfrute da oportunidade de se conectar com seu bebê. Se o seu parceiro puder se envolver melhor ainda. Se não, outro membro da família também pode participar. E, é claro, se tiver dúvidas, não deixe de consultar com o médico que está acompanhando a gravidez.

Pode interessar a você...
A gravidez depois dos 35 anos
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
A gravidez depois dos 35 anos

Embora a gravidez após os 35 anos não costume ter problemas, o fato é que quanto mais idade se tem, mais riscos aparecem.



  • Aguilar Cordero, M. J., Vieite Ravelo, M., Padilla López, C. A., Mur Villar, N., Rizo Baeza, M., & Gómez García, C. I.. (2012). La estimulación prenatal: Resultados relevantes en el periparto. Nutrición Hospitalaria, 27(6), 2102-2108. https://dx.doi.org/10.3305/nh.2012.27.6.6019
  • Conocimiento de la estimulación prenatal en los programas de educación maternal en Atención Primaria por parte de las mujeres gestantes. Rev Clínica Med Fam. 2016;
  • García LMG, Ortiz MC, Monterroza YLF, Pérez LMP, Santodomingo FJ, Rivera Y de JS. Prácticas sobre estimulación prenatal que realizan las gestantes adultas asistentes al control prenatal en sincelejo (Colombia). Salud Uninorte. 2008;