Siga com o que te faz feliz e mude o que não faz

9 de julho de 2019
Por que você se queixa por ser infeliz se não faz nada para mudá-lo? Deve começar a apostar em sua felicidade e deixar de colocá-la em mãos alheias.

Talvez você seja uma daquelas pessoas que se lamenta de maneira quase constante por todas as coisas ruins que acontecem. Isso não aconteceria se seguisse um conselho: siga o que te faz feliz. Isso pode parecer simples, mas curiosamente tendemos a fazer o contrário.

Estar em um trabalho que não gostamos, no qual o chefe nos trata mal, manter uma relação em que não estamos feliz. De fato, são decisões que levam à própria infelicidadeEsta não chega sozinha, você a está escolhendo.

Detecte o que te faz infeliz

Casal triste

Às vezes, pode ser que não seja capaz de identificar o que te faz infeliz. Isso acontece, por exemplo, quando se está submergido em uma relação totalmente caótica e se tenta justificar as ações do outro para não manchar sua imagem.

Uma imagem ideal que temos criado em nossa mente, mas que não corresponde com a realidade. Isso faz com que nos mantenhamos em uma situação que machuca, que mina a autoestima e que terminará nos destroçando. Para que possa detectar o que te faz infeliz, somente deverá mudar determinados padrões de comportamento que está seguindo de maneira automática.

Veja o que poderá fazer a respeito:

  • Adote o papel de observador. Mude a perspectiva de sua vida, como se estivesse observando a de um bom amigo. O que diria para ele ante a situação que está vivendo? Qual conselho daria? Você sabe a resposta e essa é a que dará a si mesmo.
  • Peça ajuda profissional. Ter uma baixa autoestima pode te impedir de ver as circunstâncias de uma forma realista. Contar com um psicólogo que possa ajudar a subir sua autoestima permitirá, pouco a pouco, seguir o que te faz feliz.

Não perca: Inteligência intuitiva: você se identifica?

Siga o que te faz feliz, o que diz sua intuição

As cores trazem felicidade

Quando era pequeno, não tinha nenhum problema em dizer «não» quando assim sentia. Sabia escutar a sua intuição, detectar o que em realidade desejava naquele momento preciso. No entanto, à medida que crescemos, ignoramos nossa intuição até que deixamos de escutá-la.

Contudo, em seu interior sabe bem o que te faz feliz. Ainda que tenha passado muito tempo sem prestar atenção na intuição, poderá voltar a recuperá-la. Somente precisa parar e aproveitar o silêncio para se escutar.

Práticas como o mindfulness ou a meditação podem ajudar muito a consegui-lo. Além disso, quando começa a se escutar, perceberá que pode se converter em um observador das coisas que te ocorrem de uma maneira muito mais fácil. Isso te permitirá ver as situações com a perspectiva necessária para entrar em ação, tomar decisões e mudar sua vida de rumo até o que de verdade te fará sentir felicidade.

Leia ademais: A importância de quebrar a rotina e escapar

Queixar-se não serve para nada

As queixas e o vitimismo são muito observados na sociedade na qual vivemos. Por onde andemos sempre encontraremos uma pessoa que se lamenta pelo ruim que as coisas andam. No entanto, nós vemos que suas escolhas não foram as mais acertadas possíveis.

Cada decisão que tomamos marcará um rumo ou outro. Por isso, é tão importante saber o que nos faz feliz, para assim escolher o mais adequado. Se nos queixarmos de uma situação que estamos vivendo, temos que nos fazer responsáveis: é uma consequência de nossas escolhas.

A única coisa que faz a queixa é nos manter em um mesmo lugar, se não forem tomadas decisões que nos mova. De fato, estamos lamentando enquanto continuamos em nossa zona de conforto sem fazer nada, sem nos mover dela. Como bem sabe, assim os resultados não chegam.

Atividade que te faz feliz

Hoje te convidamos a seguir o que te faz feliz, independentemente do que os outros possam dizer, das caras feias. Se sente que deve mudar de emprego, faça-o! Caso esteja em uma relação infeliz e sente que não te tratam bem, saia daí.

No entanto, se te custar muito fazer tudo isso, não hesite em pedir ajuda profissional. Como muitas vezes escutamos outras pessoas dizerem, somente se tem uma vida. É sério que a viverá sendo infeliz?