Meu parceiro não quer trabalhar: como motivá-lo?

· 27 de janeiro de 2019
Quando o parceiro não quer trabalhar a família se encontra em um estado de alteração que afeta diretamente a harmonia do lar. É importante resolver a situação o mais rápido possível para evitar grandes problemas.

Nas condições desfavoráveis é que notamos as verdadeiras personalidades e atitudes frente aos infortúnios, como que nosso parceiro não quer trabalhar.

É imprescindível incentivar a encontrar o lado mais positivo das circunstâncias. Caso contrário, o problema se torna mais e mais sério.

Como agir se meu parceiro não quiser trabalhar?

1. Tenha paciência

Ter o parceiro o tempo todo em casa, sem tentativas de procurar um emprego, pode se tornar um fato irritante. No entanto, mantenha a calma e evite as discussões. É evidente que não é uma escolha feliz, mas sim sua própria autoestima que está prejudicada.

É preciso dar um tempo para que ele possa recuperar sua energia, mas sem deixar de se atentar as suas reações. É típico que o parceiro que não quer trabalhar esteja de mau humor ou nervoso. Na realidade, se sente como um estorvo que não contribui em nada com a casa e isso afeta diretamente em sua dignidade.

2. Identificar a verdadeira causa

Homem perdido porque não quer trabalhar

Embora seja difícil, os problemas devem ser tratados em casal e conversar é a única forma de encontrar a solução. É necessário procurar o motivo pelo qual a pessoa não quer trabalhar.

Às vezes, a dificuldade para encontrar um trabalho pela idade, pelas capacidades e pela experiência geram depressão. Então, o homem se autodenomina como um incapaz para levar a família adiante. Em outros casos, não encontra exatamente o que deseja e escolhe não fazer outra coisa.

Também é provável que esteja em um estado de comodidade real e não pretenda entrar no mundo produtivo. O importante é poder identificar o que acontece com o casal, para saber o que fazer.

Leia este artigo: 6 erros que destroem as relações familiares

3. Atribuir novamente tarefas domésticas

Se não quer trabalhar, se trancar em casa sem fazer nada também não é a solução. Então, é preciso redistribuir as tarefas de rotina da família e lhe dar uma participação maior. A proposta deve ser apresentada como uma situação momentânea e de colaboração.

Manter sua mente ocupada em atividades domésticas ou levar as crianças para a escola o permite valorizar seu tempo de outro ponto de vista. Ainda, também pode aproveitar suas horas para fazer consertos que foram adiados na casa ou no jardim.

É provável que retome as energias para começar novamente uma procura por emprego, depois de um tempo. Por outro lado, se geram novos contatos sociais que motivam a ação.

4. Encoraje e fortaleça suas virtudes

A melhor maneira de motivar uma pessoa a trabalhar é fortalecer suas habilidades com lisonja e afeto. Nós podemos ajudar no preparo de um currículo personalizado e comentar sobre buscas, sem pressionar.

É uma boa oportunidade para demonstrar que na realidade nada é impossível, mas também não é tão simples. O melhor conselho é que se atreva a experimentar novos trabalhos e que tenha pequenas metas. O ideal nem sempre é alcançado, mas é provável que comece com algo.

5. Falar sobre o impacto familiar

Casal conversa sobre os motivos de ele não querer trabalhar

Pouco a pouco, é importante começar a conversar sobre as consequências desta crise na família. Por um lado, as expectativas que têm sobre o tempo para mudar a situação. Por outro lado, a necessidade de refinar algumas despesas domésticas para evitar cair em dívida.

O importante é sempre fazer as propostas de uma perspectiva positiva, como ações parciais e temporárias possíveis de reverter. Visualizar, na prática, a influência de sua decisão alcança maior flexibilidade.

Descubra nesse artigo: Como começar do “0” tenha a idade que for

E se meu parceiro não quer trabalhar e isso não o afeta em nada?

Existem homens que, diretamente, não têm interesse em trabalhar. Se sentem muito cômodos e felizes quando dependem economicamente de suas mulheres. Eles seguem sua rotina assumindo, praticamente, um papel de filhos.

Se este for o caso, você provavelmente terá que consultar um profissional. E se não houver melhorias, ficar longe desse parceiro é a melhor opção. Os casais devem ter a maturidade para crescer e prosperar juntos, como uma verdadeira equipe. De nada serve um parceiro de vida que não se esforça para crescer.