Meu parceiro não quer trabalhar: como motivá-lo?

Muitas vezes, quando alguém não quer trabalhar, não é por preguiça, mas por algo mais profundo e enraizado. Hoje daremos dicas de como motivá-lo.
Meu parceiro não quer trabalhar: como motivá-lo?

Última atualização: 02 Fevereiro, 2021

Certas frustrações e situações de trabalho podem influenciar negativamente na vida de quem as sofre, mas também na sua família. É então que costumam surgir alguns conflitos, como o causado pela necessidade de dinheiro, mas o parceiro não quer trabalhar.

Momentos difíceis muitas vezes trazem à tona as qualidades e as deficiências das pessoas ao seu redor. É fundamental tentar encontrar uma solução para esta situação da forma mais rápida e positiva possível.

Recomendaremos algumas diretrizes a serem lembradas no artigo a seguir.

Como agir se meu parceiro não quiser trabalhar?

Como agir?

Se o seu parceiro não quiser trabalhar em hipótese alguma, é importante que você converse com ele e explique a situação. Às vezes é até necessário procurar um psicólogo, principalmente se a recusa se dever a um trauma anterior.

Você também deve manter as seguintes dicas em mente:

1. Tenha paciência

Ter o parceiro o tempo todo em casa, sem tentativas de procurar um emprego, pode se tornar um fato irritante. No entanto, mantenha a calma e evite as discussões. É evidente que não é uma escolha feliz, mas sim sua própria autoestima que está prejudicada.

É preciso dar um tempo para que ele possa recuperar sua energia, mas sem deixar de se atentar às suas reações. É típico que o parceiro que não quer trabalhar fique de mau humor ou nervoso. Na verdade, isso pode ser devido à frustração de se sentir um estorvo.

2. Identificar a verdadeira causa

Embora seja difícil, os problemas devem ser tratados em casal e conversar é a única forma de encontrar a solução. É necessário procurar o motivo pelo qual a pessoa não quer trabalhar.

Às vezes, a dificuldade para encontrar um trabalho se deve à idade, capacidades e experiência ou até mesmo à depressão. É importante saber o que está acontecendo e, como já foi mencionado, pedir ajuda externa.

Também pode acontecer que ele se encontre num estado de verdadeiro conforto e não pretenda sair da sua zona de conforto. Nesses casos, é importante que você seja franca e diga a ele como esse comportamento é irresponsável.

3. Atribuir novamente tarefas domésticas

Se ele não quer trabalhar, se trancar em casa sem fazer nada também não é a solução. É importante que, uma vez que a pessoa não trabalha fora, ela ajude dentro de casa. Estabeleça com ele uma série de tarefas que vocês irão compartilhar entre os dois.

Isso manterá a mente dele ocupada, e vai parecer que ele está realizando uma ação produtiva. Também pode ajudá-lo a avaliar como é difícil manter uma casa em ordem.

4. Encoraje e fortaleça suas virtudes

A melhor maneira de motivar uma pessoa a trabalhar é fortalecer suas habilidades com elogios e carinho. Você pode ajudá-lo a montar um currículo personalizado e incentivá-lo a procurar sem forçar.

É uma boa oportunidade para demonstrar que nem tudo é impossível, mas também não é tão fácil. O melhor conselho é que ele se atreva a experimentar novos trabalhos e que tenha pequenas metas.

Vale lembrar que, além do aspecto material, o trabalho é uma atividade que pode contribuir para a autoestima e a identidade de uma pessoa. Muitos o descrevem como uma atividade “edificante”.

5. Falar sobre o impacto familiar

Pouco a pouco, é importante começar a conversar sobre as consequências desta crise na família. Por um lado, as expectativas que têm sobre o tempo para mudar a situação. Por outro lado, a necessidade de refinar algumas despesas domésticas para evitar cair em dívida.

O importante é sempre fazer as propostas de uma perspectiva positiva, como ações parciais e temporárias possíveis de reverter. Visualizar, na prática, a influência de sua decisão alcança maior flexibilidade.

Converse sobre o impacto familiar

O que fazer se meu parceiro não quer trabalhar e isso não o afeta em nada?

Existem pessoas que, diretamente, não têm interesse em trabalhar. Se sentem muito confortáveis e felizes quando dependem economicamente de suas parceiras. Eles seguem sua rotina assumindo, praticamente, um papel de filhos.

Se for esse o caso, provavelmente você terá que consultar um profissional e pensar se deseja essa pessoa ao seu lado. Claro, não se esqueça que a maturidade dos casais é uma indicação de bem-estar.

Pode interessar a você...
Nosso parceiro é o nosso espelho
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Nosso parceiro é o nosso espelho

Se os comportamentos do nosso parceiro nos fazem reagir, é porque vemos refletida neles nossa inflexibilidade. Afinal, nosso parceiro é o nosso espelho.