Seu corpo precisa de um abraço diário: conheça os benefícios

25 de novembro de 2019
Com um abraço de só alguns segundos, seu corpo reage quimicamente proporcionando uma sensação de bem-estar e melhora o humor quase imediatamente.

Abraçar é um sinal de amor, carinho, conforto e até proteção, portanto, é muito mais que um ato físico. Ao abraçar outra pessoa, ocorre uma série de processos químicos no corpo que dão a sensação de bem-estar. Quando você se sente triste, seu corpo definitivamente precisa de um abraço.

É muito comum ver casais se abraçando, filhos com seus pais, irmãos e amigos. Imagine como seria bom que toda vez que cumprimentássemos alguém nos abraçássemos. Dessa forma, motivamos a outra pessoa a nos abraçar.

Assim, quanto mais abraços diários recebermos, melhor nos sentiremos emocionalmente.

O que acontece em nosso corpo quando abraçamos ou nos abraçam?

A ocitocina é um hormônio conhecido como ‘hormônio do amor’, porque é ativado com gestos de carinho, como carícias, beijos e abraços. Isso melhora nosso humor, mas também afeta o bem-estar físico. Assim, ajuda a que adoeçamos menos e que melhore o funcionamento cardíaco.

Além disso, a ocitocina promove a produção de serotonina e dopamina, bem como a redução do cortisol. Isso se traduz em uma redução no estresse e faz com que tenhamos uma atitude positiva.

Assim, quando você se sentir estressado no trabalho, levante-se da sua mesa e procure um colega, porque seu corpo precisa de um abraço.

O corpo precisa de um abraço

Fisiologicamente, a ocitocina é secretada para causar contrações uterinas durante o parto. Portanto, quando uma mãe no pós-parto imediatamente pega seu filho no colo, o corpo encontra uma alta concentração de ocitocina no sangue, o que diminui a sensação de dor.

Além disso, a amamentação desenvolve a sensação de aconchego, o que faz o bebê se sentir seguro e apegado à mãe.

O professor Sheldon Cohen, da Universidade Carnegie Mellon, explicou que “ser abraçado por uma pessoa confiável pode atuar como um meio eficaz de transmitir apoio. Aumentar a frequência dos abraços pode ajudar a reduzir os efeitos nocivos do estresse”. Então, se você precisar de uma terapia antiestresse, abrace alguém.

Por outro lado, Kathleen Keating, em seu livro “A Terapia do Abraço”, observa que os abraços, além de nos ajudarem sentir-nos bem, favorecem o desenvolvimento da inteligência nas crianças e ajudam a que superem os medos. Aliás, acrescenta que também é um fator antienvelhecimento.

Você também pode ler: As melhores dicas para melhorar o seu humor

Conheça a “terapia do abraço”

Com a vida acelerada de hoje em dia, por descuido ou por outros motivos, muitas pessoas deixaram de lado a prática de abraçar. Por esses motivos, surgiu a “terapia do abraço”, algo incomum, mas realmente eficaz.

Esta terapia é usada na resolução de problemas de casal e no distanciamento entre os membros da família. Ao abraçar, estamos mais relaxados, sentimos confiança e apoio, por isso é uma excelente maneira de limar arestas.

Para Jason Hunter, criador do movimento “abraços livres”, abraçar não é apenas uma terapia. Através de pesquisas, descobriu-se que dar abraços é tão importante quanto respirar. São necessários 4 abraços diários para sobreviver, 8 para manter-se e 12 para ser feliz.

Além disso, um estudo publicado em 2017 afirma que as crianças devem receber demonstrações de afeto através do contato físico nos primeiros anos de vida.

Como você pode ver, há muitas razões para dar um abraço. Existe uma questão muito importante e é a conexão que ocorre entre quem o faz, porque abraçar é um ato de amor, felicidade e alegria. O abraço é muito importante para fortalecer os laços entre a família e os amigos.

Quando você decide abraçar alguém, geralmente é porque sente bastante confiança nessa pessoa. Está dando lugar ao próprio espaço pessoal sem sentir como uma invasão ou algo irritante.

Afeto entre pai e filho

Talvez você esteja interessado: Carinho também cura

Quais são os benefícios de um abraço?

Entre os principais benefícios de dar e receber um abraço, podemos destacar:

  • Melhora o humor.
  • Aumenta a confiança.
  • Libera o estresse.
  • Aumenta a autoestima.
  • Ajuda a superar o medo.
  • Reforça o sistema imunológico.
  • Abaixa a pressão sanguínea.
  • Relaxa os músculos.
  • Ajuda a combater a depressão.
Demonstração de afeto

Se você estiver sozinho e se sentir deprimido, talvez seu corpo só precise de um abraço. Saia em busca de alguém para abraçar por alguns segundos para aumentar sua sensação de bem-estar.