Para que serve o gengibre?

7 de fevereiro de 2014
O gengibre é uma raiz muito potente. Oferece vitaminas, minerais, óleos essenciais, antioxidantes e aminoácidos, todos eles muito bons para o corpo.

O gengibre é uma raiz que provém do Oriente e é cultivado principalmente na China. Na Índia, a raiz é um dos ingredientes que nunca podem faltar à mesa.

O gengibre está sendo cada vez mais difundido em todo o mundo por suas dezenas de benefícios para a saúde. Além de poder consumi-lo naturalmente ou como infusão, pode-se conseguir biscoitos feitos de gengibre. Descubra os benefícios desta raiz a seguir! 

Dados do gengibre

Seu nome científico é Zingiber Officinale e é cultivado em regiões cálidas, principalmente no sul da Ásia. É uma planta perene, que pode chegar a medir quase 2 metros de altura. Seu caule e folhas são avermelhados e as flores brancas.

É utilizado desde os tempos do Império Romano, muito procurado por Marco Polo em suas viagens pelo Caminho da Seda. Diz-se que o melhor gengibre provém da China e da Índia, porém, o principal produto vem atualmente da Jamaica.

Para que serve o gengibre

O gengibre apresenta um sabor picante e seu aroma é penetrante, o que torna uma raiz muito potente. É recomendado consumi-lo em pequenas porções e com moderação, também sempre acompanhado de outros alimentos.

Oferece vitaminas, minerais, óleos essenciais, antioxidantes e aminoácidos, todos eles muito bons para o corpo. Para poder desfrutar dos seus benefícios, é necessário ingeri-lo como infusão, sucos, vitaminas, saladas, sobremesas ou refogados.

Você pode conseguir o gengibre fresco, em pó, em tabletes, em xarope ou desidratado.

Nota: o gengibre aumenta a temperatura corporal, por isso não é aconselhado ingeri-lo em estado febril.

Uso interno do gengibre

O gengibre é muito bom para tratar de qualquer problema nos intestinos, mas também o estômago e o aparelho digestivo em geral. Estimula o pâncreas e aumenta a produção de enzimas que favorecem a digestão, evitando efeitos secundários como a azia.

Além do mais, como é antibacteriano, é eficaz no combate a problemas intestinais produzidos por uma alteração na flora bacteriana.

Uso correto do gengibre

Também foi confirmado que está raiz combate as náuseas e as ânsias de vômito pelas seguintes razões:

  • Náuseas causadas por viagens: para poder evitar este problema, é aconselhável consumir 3 horas antes de embarcar no avião, carro, barco, etc. Previne o enjoo causado pelo movimento (chamado cinetose). No caso de longas viagens, os especialistas recomendam consumir meia hora antes e no meio da travessia voltar a ingerir. Beber uma infusão com a raiz seca é ótimo, ou você pode misturá-lo com frutas.
  • Tratamento de quimioterapia: os pacientes que sofrem com o câncer podem consumir para reduzir os vômitos logo depois da sessão de quimioterapia. Nota: não coma o gengibre com o estômago vazio.
  • Gravidez: as mulheres gestantes podem ingerir para reduzir os enjoos e vômitos nos primeiros meses. Faça uma infusão de meia colherada de raiz seca em uma xícara de água e beba várias vezes ao dia. Nota: não prolongue o consumo por mais de dois meses.
  • Pós-operatórios: reduz os efeitos negativos de vários medicamentos que são usados nas cirurgias. Tome um dia antes da cirurgia, mas somente com autorização médica.

Leia também: É possível eliminar os joanetes sem cirurgia?

Mais usos internos

O gengibre também é bom para evitar a aparição de úlceras devido ao seu poder antibacteriano, principalmente porque altera os sucos gástricos. A raiz também serve para equilibrar a produção de líquidos dentro do estômago.

Usos medicinais do gengibre

O gengibre serve também para os problemas no aparelho respiratório, tais como a gripe, a febre ou a congestão nasal. Tome uma infusão com uma colherada de raiz seca por cada copo de água, consuma várias vezes ao dia.

Para potenciar o efeito, adicione um suco de meio limão. A infusão é ótima para sinusite.

Uso externo do gengibre

O gengibre é poderoso contra as dores e inchaços produzidos pelas seguintes causas ou transtornos:

  • Artrite: faça uma infusão com um punhado de raízes de gengibre em um litro de água. Deixe esfriar e aplique como compressa durante 15 ou 20 minutos sobre a articulação que dói. Repita o processo a cada 6 horas. Também podem ser feitas fricções com óleo de gengibre e óleo de amêndoas.
  • Síndrome do túnel carpal: pode ser feito um cataplasma de gengibre sobre a área afetada.
  • Dentes: fazer uma infusão de gengibre ou simplesmente mastigar uma rodela pode aliviar a dor de dente.

Também são conhecidos os poderes desta raiz para eliminar o mau hálito. Esta é uma técnica oriental que consiste em colocar uma rodelinha da raiz com vinagre e mascar depois que terminar de comer.

Serve para aumentar a produção de saliva e é ótimo para quando a boca estiver seca.

Uso externo do gengibre

Por último, diz-se que o gengibre é um potente afrodisíaco, que aumenta a libido e o desejo sexual. O óleo essencial incrementa a temperatura corporal, é estimulante e muito poderoso, devido ao seu aroma penetrante e intenso.

Descubra: Quando a temperatura alta é considerada grave?

Outros benefícios

  • Reduz as dores menstruais
  • Melhora o fluxo sanguíneo e previne doenças cardiovasculares
  • Antidepressivo natural
  • Reduz os níveis de estresse
  • Combate o envelhecimento prematuro das células
  • Diminui as enxaquecas
  • Previne o câncer de ovário e o de cólon
  • Srinivasan, K. (2017). Ginger rhizomes (Zingiber officinale): A spice with multiple health beneficial potentials. PharmaNutrition. https://doi.org/10.1016/j.phanu.2017.01.001
  • Mashhadi, N. S., Ghiasvand, R., Askari, G., Hariri, M., Darvishi, L., & Mofid, M. R. (2013). Anti-oxidative and anti-inflammatory effects of ginger in health and physical activity: Review of current evidence. International Journal of Preventive Medicine.