Romã, uma fruta que limpa as artérias

· 19 de fevereiro de 2014
O suco de romã pode reduzir a aterosclerose em 25% dos casos. Ela afeta as artérias grossas, enquanto a arteriosclerose afeta as artérias pequenas.

A Romã é uma fruta com alto poder antioxidante, rica em vitaminas, que possui múltiplos benefícios medicinais.

Diversas partes da fruta são usadas para diferentes doenças, entre elas estão destacadas: propriedades de reduzir o risco de ataques cardíacos, melhorar o fluxo sanguíneo para o coração, bem como manter as artérias livres de depósitos de gordura.

Vários estudos têm demonstrado que a romã é uma das frutas que mais possui propriedades. Além disso, tem alto teor de vitamina C, vitamina B5 (ácido pantotênico), fenóis naturais, potássio, vitamina A, vitamina E e ácido fólico.

Ademais, tem altos níveis de antioxidantes, os quais combatem os radicais livres e previnem o envelhecimento celular.

São usadas da romã as sementes, flores, casas etc. E, em muitos casos, recomenda-se o suco, que permite extrair suas propriedades facilmente.

Romã e suas propriedades

A romã e as artérias

Um estudo recente demonstrou que a romã pode prevenir e inclusive reverter a causa principal do óbito por motivos cardíacos; ou seja, o aumento progressivo das artérias coronárias, devido ao acumulo de depósitos de gorduras, conhecidos como arteriosclerose.

A arteriosclerose pode ser causada pela hipertensão, o estresse oxidativo e principalmente pelo colesterol. Ademais, são três desequilíbrios que a romã combate diretamente.

O suco de romã tem demonstrado reduzir a arteriosclerose em 25% dos pacientes observados em um estudo.

Leia mais: 8 incríveis benefícios do romã para a saúde

suco-roma-quinn-anya

Que outras propriedades a romã possui?

  • Reduz o desenvolvimento de catarata
  • Melhora o diabetes
  • Tem propriedades anti-inflamatórias
  • Fortalece ossos e músculos
  • Alivia o estresse
  • Ajuda a diminuir os níveis de colesterol LDL
  • Diminui levemente a pressão arterial
  • Ajuda a reduzir o risco de vários tipos de câncer, especialmente o de próstata
  • Previne o acúmulo de gordura abdominal
  • Ajuda a prevenir o desgaste da cartilagem
  • Sua propriedade adstringente ajuda a prevenir a diarreia (as pessoas com constipação não devem abusar do suco de romã), especialmente se for usada a infusão da casca e a casca da árvore
  • Elimina parasitas intestinais
  • Reduz a placa bacteriana nos dentes e possui efeitos antibacterianos. Na Índia, são usadas as partes brancas e amargas da romã como ingredientes em cremes dentais naturais
  • Protege a pele dos raios ultravioletas (aplicada topicamente)

Saiba mais: Incríveis benefícios do suco de romã

Como consumi-la

Podemos consumi-la naturalmente, preferencialmente em jejum. Muitas pessoas não a consomem assim pela dificuldade para extrair as sementes. Basta que cortar a romã ao meio e com uma colher retirar a casca.

Também é possível cortar em quatro partes para retirar as sementes com mais facilidade.

Suco

Além disso, pode-se fazer suco com as sementes. Tanto se nós mesmos preparamos como se comprarmos o suco, é importante evitar o açúcar branco. Em vez disso, pode-se adoçar com um pouco de mel.

Este suco deixa uma sensação um pouco áspera na língua, devido aos taninos, que possuem propriedades adstringentes. Além disso, também é possível mesclar este suco com maçã, laranja, cenoura, gengibre etc; a fim de desfrutar das várias propriedades.

Extrato da casca

Pode-se também obter o extrato da casca, que possui um poder antioxidante e ainda mais efeitos sobre o colesterol do que a polpa.

Óleo da semente

O óleo da semente de romã ajuda a conseguir efeitos profundos em nosso organismo e a aproveitar suas propriedades anti-inflamatórias. Além disso, este óleo pode ser usado para melhorar o estado da pele, graças ao seu alto poder antioxidante.

Assim como para prevenir rugas, firmar e regenerar a pele e retardar seu envelhecimento. Também, ajuda a aliviar a pele irritada e com coceira.

Flores

As flores da romã, que são muito adstringentes, são usadas também em infusões para as diarreias e podem ser aplicadas externamente.

Em suma, para preparar a infusão são necessárias 30 gramas de flores por litro de água, deixando-as repousar durante 15 minutos.

roma-flor-four-years

Folhas

A infusão das folhas  ajuda a prevenir a anemia, caso sejam tomados 3 copos ao longo do dia, durante pelo menos dois meses.

Por isso, seja qual for a forma escolhida, deve ser tomada pelo menos durante 3 meses e avaliar seus efeitos.

Considerações finais

Recomendamos consultar sempre um médico de confiança; já que alguns alimentos podem interferir nos efeitos de alguns medicamentos.

Imagens oferecidas por Vanessa Pike-Russell, redsea2006, quinn-anya e four years

  • Jardini, F. A., & Mancini Filho, J. (2007). Avaliação da atividade antioxidante em diferentes extratos da polpa e sementes da romã (Punica granatum, L.). Revista Brasileira de Ciências Farmacêuticas43(1), 137-147.
  • Pereira, J. V., Pereira, M. D. S. V., Higino, J. S., Sampaio, F. C., Alves, P. M., & Araújo, C. R. F. (2005). Estudos com o extrato da Punica granatum Linn.(romã): efeito antimicrobiano in vitro e avaliação clínica de um dentifrício sobre microrganismos do biofilme dental. Revista Odonto Ciência20(49), 262-269.
  • Werkman, C., Granato, D. C., Kerbauy, W. D., Sampaio, F. C., Brandão, A. A. H., & Rode, S. M. (2008). Aplicações terapêuticas da Punica granatum L.(romã). Revista Brasileira de Plantas Medicinais10(3), 104-111.