Respiração de fogo: 6 benefícios

A respiração de fogo é uma técnica benéfica para o corpo, mas deve ser feita com cautela e sob supervisão. Suas consequências favoráveis ​​irão surpreendê-lo!
Respiração de fogo: 6 benefícios

Última atualização: 15 Maio, 2021

O pranayama é uma técnica de respiração na ioga, e é composto de vários exercícios de respiração que complementam as asanas (posturas). A respiração de fogo é um desses pranayamas e tem diversos benefícios para o organismo.

Um dos fatores mais importantes na ioga é a respiração, porque permite que a pessoa relaxe inspirando e expirando profundamente enquanto realiza as asanas. Acalma a mente, libera a tensão e oxigena o cérebro, conforme afirma um estudo publicado nos Anais da Academia de Ciências de Nova York.

O que é a respiração de fogo?

O nome em sânscrito para a respiração de fogo é “kapalabhati”, onde “kapala” é traduzido como “crânio” e “bhati” como “limpar”. Isso se refere à limpeza da mente.

Como detalharemos mais adiante, este exercício ajuda a controlar a ansiedade, o nervosismo, a preocupação, a tristeza, a dor, o medo, etc. 

A postura mais comum para fazer este pranayama é a de lótus, ou seja, sentar-se com os pés flexionados e cruzados, as costas retas e as mãos nos joelhos.

Como se faz?

Você deve inspirar suavemente – se você for um iniciante – e profundamente pelo nariz para encher os pulmões, e expirar com força para expelir todo o ar.

A expiração também é feita com o nariz, e o abdômen deve estar contraído em direção à coluna para estimular o diafragma. O ritmo das respirações aumenta à medida que o aluno domina a técnica.

Quais são os benefícios da respiração de fogo?

Praticar a respiração de fogo tem múltiplos benefícios, principalmente relacionados à emotividade e ao funcionamento do organismo. A seguir, vamos detalhar alguns deles.

1. Recuperar o controle sobre as situações de estresse

Recuperar o controle sobre as situações de estresse
A ioga pode ser ótimo para a saúde mental.

Respirando de maneira controlada, a concentração aumenta e a mente limpa as energias negativas que causam o estresse e a ansiedade. A relação entre o ritmo da respiração e a ansiedade foi confirmada por pesquisas publicadas pela Respiration and Emotion.

Quando estamos estressados, o diafragma se contrai para dentro, bem em direção à área do plexo solar, que é onde todas as emoções são “armazenadas” de acordo com a tradição hindu.

Com a respiração de fogo, as emoções podem fluir para fora do corpo, se necessário, para equilibrar o corpo e melhorar a saúde física e mental.

2. Purificar o sangue e expulsar as toxinas dos pulmões

Este exercício respiratório contribui para melhorar a circulação e purificar o sangue, devido à quantidade de oxigênio que é inalada. As vantagens dessas inspirações e expirações profundas e completas são confirmadas por vários estudos citados pelo International Journal of Yoga.

As teorias sustentam que, ao expelir todo o ar, não há nenhum resíduo dele dentro do sistema. Desta forma, um ar novo e mais limpo chega aos pulmões quando é inalado novamente.

3. Aumentar a capacidade pulmonar

Os seres humanos geralmente não usam os pulmões em sua capacidade máxima porque geralmente respiramos de forma limitada. Isso significa que fazemos respirações curtas que não enchem os pulmões de ar.

Se a respiração de fogo for praticada com frequência, os pulmões se acostumarão a armazenar mais ar progressivamente. Uma pesquisa publicada em 2005 pela Respiratory Physiology & Neurobiology afirma que a ioga melhora as funções respiratórias em certas pessoas, embora este não seja o caso em todos os praticantes.

4. Fortalecer o chacra do umbigo

Esse chacra, também chamado de Manipura, é responsável por concentrar as emoções. É o maior e mais poderoso chacra de todos. Está relacionado às nossas ações e emoções.

Você já sentiu um “vazio no estômago” quando está com medo ou triste? Provavelmente acontece devido à manifestação do chacra em nosso corpo.

5. Favorecer a memória e a concentração

Respirar fundo não apenas oxigena o sangue: o cérebro também. A ioga e suas técnicas de respiração melhoram as habilidades cognitivas e a concentração, conforme confirmado pela American Psychological Association.

6. Estimular o funcionamento do sistema digestivo

Ao fazer o exercício respiratório, o sistema digestivo é ativado devido ao movimento do diafragma.

Dessa forma, com a prática da ioga, obtém-se uma melhor digestão e aliviam desconfortos como a síndrome do intestino irritável, de acordo com estudo publicado pela Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine.

Precauções com a respiração de fogo

Precauções
A supervisão é preferível ao executar esta técnica.

Se você estiver iniciando a prática de respiração de fogo, faça sempre sob a supervisão de seu instrutor até aprender a dominá-la. É uma técnica delicada que precisa de tempo e paciência.

Não faça a respiração de fogo muito rápido se você for um iniciante, porque poderá ficar tonto. Seu sistema respiratório não está acostumado a receber e expelir rapidamente muito ar. Deixe-o se acostumar com isso progressivamente para que você não o sobrecarregue.

Se ficar tonto, pare o exercício. Não continue se começar a se sentir mal, porque devido ao choque súbito do ar no interior dos pulmões, eles ficarão cansados ​​e podem causar um desmaio.

Um estudo publicado na revista Chest detalha o caso de uma mulher que desenvolveu um pneumotórax espontâneo – ou seja, uma entrada de ar no espaço pleural que reveste os pulmões – realizando essa técnica sem supervisão.

Embora este seja um caso único e extremo, é um exemplo do que pode acontecer se você exigir demais do corpo.

Contraindicações da respiração de fogo

Este exercício é contraindicado para mulheres grávidas ou que estejam menstruadas. Também não é recomendado para pacientes que sofrem de epilepsia, hipertensão, enfisema pulmonar ou doenças cardiovasculares.

Além desses cuidados e contraindicações, a respiração de fogo é uma técnica benéfica porque favorece a saúde mental e pelas demais vantagens já mencionadas. Com ela, você pode se concentrar em tudo o que acontece dentro de você e isso o tornará mais consciente do seu entorno.

Porém, é um exercício que deve ser feito com cautela se você for apenas um iniciante, ou até mesmo se já o fez antes, mas ele exige um pouco mais do seu corpo. A chave para a ioga é ser paciente. Você não verá progresso de um dia para o outro, mas certamente notará com o tempo.

Pode interessar a você...
3 práticas de Ioga para lidar com o estresse
Melhor Com Saúde
Leia em Melhor Com Saúde
3 práticas de Ioga para lidar com o estresse

Algumas práticas de Ioga podem nos ajudar a combater o estresse e focar no momento presente para que a ansiedade não domine a nossa vida.