Remédios naturais para a epilepsia: complementos simples e eficazes

Os remédios naturais são uma grande ajuda contra os ataques epilépticos. Embora eles não substituam os medicamentos, seu consumo regular e um estilo de vida saudável podem ajudar a promover o bem-estar.

Última atualização: 20 Janeiro, 2021

Os remédios naturais para a epilepsia podem complementar os efeitos do tratamento médico para prevenir as convulsões. Devido a suas propriedades e nutrientes, são soluções fáceis que ajudam a melhorar a qualidade de vida dos pacientes afetados.

A doença prejudica as funções do sistema nervoso e, como consequência, provoca ataques repentinos de curta duração. Em particular, ocorre devido a um aumento na atividade elétrica dos neurônios em alguma parte do cérebro, que se repete com uma certa frequência.

No entanto, atualmente existem medicamentos e procedimentos cirúrgicos que podem reduzir os ataques na maioria dos casos. Além disso, um estilo de vida saudável e algumas soluções caseiras podem ajudar a promover o seu bem-estar.

Você quer saber como prepará-los? Embora não sejam alternativas para substituir os medicamentos, eles têm efeitos terapêuticos que vale a pena experimentar. Aqui compartilharemos as melhores opções.

Quais são as causas da epilepsia?

De acordo com o seguinte artigo publicado pelo Jornal da Faculdade de Medicina do México, as principais causas dos problemas de epilepsia são de natureza neurológica. No entanto, alguns casos podem ser explicados por razões psicológicas e físicas.

O Instituto Nacional de Doenças Neurológicas e AVC inclui como fatores de risco e desencadeadores da doença:

  • Autismo.
  • Meningite.
  • Encefalite viral.
  • Paralisia cerebral.
  • Convulsões na infância.
  • AVC recente.
  • Anormalidades genéticas.
  • Alcoolismo grave.
  • Deficiência de oxigênio no feto.
  • Traumatismos na cabeça.
  • Presença de tumores cerebrais.
  • Desenvolvimento da doença de Alzheimer.
  • Desnutrição grave na gravidez.
  • Ataque cardíaco e doenças cardiovasculares graves.
  • Falhas no funcionamento dos neurônios ou neurotransmissores.

Sintomas da epilepsia

Como a epilepsia causa interferência na atividade cerebral, as convulsões podem prejudicar qualquer processo coordenado por esse órgão.

Por outro lado, os sintomas variam de acordo com o tipo de crise, mas não apresentam alterações importantes entre os episódios.

Segundo os especialistas, os mais comuns são:

  • Incontinência urinária
  • Confusão temporária
  • Perda de consciência
  • Formigamento repentino
  • Dificuldades de concentração
  • Sensação de medo, ansiedade ou déjà vu
  • Movimentos espasmódicos incontroláveis ​​de braços e pernas

Alguns remédios naturais para a epilepsia

Todos os casos de epilepsia exigem monitoramento médico contínuo e medicação apropriada para o tipo de convulsão. Caso contrário, colocaremos em risco a saúde do paciente.

Segundo algumas crenças, existem alguns remédios naturais para a epilepsia que, embora não tratem a doença, podem servir de apoio na prevenção de convulsões, acalmando a ansiedade e outros sintomas.

Claro, antes de tomar qualquer remédio, é imprescindível consultar o médico. Além de ter a sua autorização, é importante levar em consideração as suas instruções.

Infusão de tília

Algumas pessoas acreditam que as propriedades sedativas da casca de tília ajudam a relaxar o sistema nervoso.

Da mesma forma, uma investigação realizada por vários estudantes de uma Universidade do México mostrou que a tília ajudava no controle da hipertensão, o que ajudaria nos episódios de epilepsia.

No entanto, para um consumo seguro, recomenda-se tomá-lo apenas a cada 3 dias.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de casca de tília (15 g)
  • 1 xícara de água fervente (250 ml)

Preparação

  • Adicione a colher de sopa de casca de tília em uma xícara de água fervente.
  • Cubra a infusão, deixe descansar por 10 minutos e coe.

Modo de consumo

  • Beba a infusão em goles, de preferência antes de ir para a cama.

Chá de valeriana, um dos remédios naturais para a epilepsia

Um estudo publicado em 2010 pelo Biomedical Journal mostrou que a valeriana contém isovaleramida (um princípio que atua no sistema nervoso central como um anticonvulsivo).

Desta forma, possui propriedades relaxantes e sedativas, que ajudam a acalmar a ansiedade. Além disso, é benéfico para tratar a insônia ou qualquer problema de sono.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de valeriana (15 g)
  • 1 xícara de água (250 ml)

Preparação

  • Despeje a valeriana em um copo de água e leve para ferver, em fogo baixo, por 5 minutos.
  • Cubra a infusão, deixe esfriar e coe.

Modo de consumo

  • Tome uma xícara de chá no meio da tarde por uma semana.
  • Descanse mais duas semanas e retome o tratamento.

Não perca este artigo: Como conseguir um sono de qualidade

Álcool de artemísia

Um experimento desenvolvido por vários pesquisadores do Instituto de Neurologia e Neurocirurgia de Havana mostrou que os extratos orgânicos de artemísia contêm princípios ativos que beneficiam a saúde nervosa e cerebral; o que seria útil para casos de epilepsia.

Embora possa ser comprado pronto em lojas de produtos naturais, também existem maneiras simples de fazê-lo em casa.

Ingredientes

  • 1 colher de sopa de artemísia seca (15 g)
  • ¼ xícara de álcool a 60º (60 ml)

Preparação

  • Adicione a planta em um frasco e cubra com álcool.
  • Deixe macerar por 10 dias e coe.

Modo de consumo

  • Tome entre 5 e 10 gotas por dia, a cada três dias.

Chá de erva-moura

Em algumas partes da Nigéria, esta planta era usada para tratar a epilepsia na medicina tradicional.

Atualmente, um estudo de 2008 publicado pela African Health Science comprovou essa crença ao diminuir as convulsões induzidas em galinhas e ratos. No entanto, hoje, especialistas apontam que é necessário continuar realizando pesquisas para comprovar se pode ser utilizada em humanos.

Ingredientes

  • 1 colher de chá de erva-moura (8 g)
  • 2 xícaras de água (500 ml)

Preparação

  • Adicione a erva-moura e a água em uma panela.
  • Ferva por 10 minutos em fogo baixo.

Modo de consumo

  • Divida a bebida para tomar 2 ou 3 vezes ao dia.

Chá de folhas de laranja, um dos remédios naturais para a epilepsia

Como outras bebidas naturais relaxantes, o chá de folhas de laranja reduz a hiperatividade do sistema nervoso graças aos seus efeitos sedativos. 

Assim, estudo desenvolvido por diversos pesquisadores da Universidade Estadual de São Paulo mostrou que, embora esse remédio não tenha acabado com as convulsões, é uma solução eficaz para problemas de insônia ou nervosismo.

ingredientes

  • 1 colher de sopa de folhas e flores de laranja amarga (15 g)
  • 2 xícaras de água (500 ml)

Preparação

  • Adicione a laranja amarga em uma panela e cubra com as xícaras de água.
  • Deixe ferver por 10 minutos em fogo baixo.

Modo de consumo

  • Divida a bebida para tomar 3 ou 4 vezes ao dia.

Leia também: Apoio psicológico na epilepsia

Consulte o seu médico sobre estes remédios naturais para epilepsia

Finalmente, lembre-se de que você deve consultar seu médico antes de usar qualquer método natural para complementar o tratamento da epilepsia.

Embora os seus efeitos sejam benéficos, os especialistas recomendam investigar se algum dos ingredientes pode ter reações desfavoráveis ​​com os seus medicamentos.

Pode interessar a você...
Melhor Com SaúdeLeia em Melhor Com Saúde
Meningite

A meningite é a inflamação das membranas que recobrem o sistema nervoso central, conhecidas como meninges. Saiba mais aqui!