6 razões pelas quais a sua dieta não funciona

23 Abril, 2020
Uma dieta radical propõe protocolos exigentes, incentiva o consumo de alimentos industrializados com teor reduzido de calorias, que tendem a causar a falta de certos nutrientes, e por isso não pode ser mantida a longo prazo. O que você precisa fazer é aprender a comer de forma saudável.
 

Segundo uma pesquisa da SEEDO (Sociedade Espanhola para o Estudo da Obesidade), 81% dos espanhóis fracassam ao fazer dieta. Para perder peso, precisamos identificar os motivos que nos impedem de seguir um regime e buscar soluções. Por isso, a seguir, vamos analisar as possíveis causas pelas quais a sua dieta de emagrecimento não funciona.

Por que a sua dieta de emagrecimento não funciona?

Se você está tentando perder os quilos extras, já pode ter feito esta pergunta a si mesmo. Um estudo indica que duas de cada três pessoas que fazem dieta não apenas recuperam o peso perdido, mas também terminam com um peso corporal superior ao que tinham antes de começar a dieta.

Como resultado, surge a frustração e tem início um círculo vicioso que faz da balança uma montanha-russa, com seus consequentes efeitos prejudiciais, tanto para o metabolismo quanto para o humor.

Leia também: A importância de consultar um especialista para iniciar uma dieta

6 motivos pelos quais a sua dieta não funciona

1. Parar de comer gorduras saudáveis ​​essenciais

Fontes de ômega 3
Um baixo consumo de ácidos graxos ômega-3 tem sido associado ao aumento do consumo de gorduras não saudáveis.

Esta poderia ser a principal razão pela qual a dieta para perder peso falha. Alguns profissionais de saúde sugerem que um desequilíbrio no consumo de ômega-3 e ômega-6 pode estar relacionado à obesidade.

 

Idealmente, devemos consumir aproximadamente a mesma quantidade de ômega-6 e ômega-3. Porém, devido ao maior consumo de alimentos processados, que geralmente contêm óleos vegetais e outras gorduras, o consumo de ácidos graxos ômega-6 é muito alto em comparação ao ômega-3.

Além disso, parar de comer alimentos ricos em ácidos graxos ômega-3 pode fazer com que você coma em excesso, porque o corpo não recebe refeições completas e anseia por gordura de qualquer forma, favorecendo os exageros alimentares.

2. Há uma deficiência de calorias

Como o seu corpo trabalha para manter o peso, quando você não recebe comida suficiente, ele fica com fome e privado de nutrientes. Quando isso acontece constantemente, desencadeia uma resposta de sobrevivência na qual o corpo retarda o metabolismo para economizar recursos.

Seu corpo conserva o seu gasto calórico de forma inteligente, porque não sabe quando terá acesso aos nutrientes de que precisa. É isso que nos mantém vivos em tempos de fome.

Assim, paradoxalmente, não ter calorias suficientes pode fazer com que seu corpo ganhe peso, porque seu metabolismo desacelera ao ficar em modo de “sobrevivência”.

3. Há uma deficiência de proteína

Fontes de proteína animal
As proteínas devem ser uma parte importante da dieta, incluindo as de origem vegetal.
 

Muitas pessoas costumam ver as leguminosas (feijão, lentilha, grão-de-bico) como um grupo de alimentos ricos em calorias que precisam ser banidos para quem quer perder peso.

No entanto, a verdade é que esses alimentos também são uma fonte de carboidratos de absorção lenta que nos deixam saciados por muitas horas. Além disso, por serem ricos em proteínas, ajudam a desenvolver a massa muscular, que é o nosso tecido queimador de gordura.

4. Por fazer muito exercício físico

Fazer exercício regularmente é muito importante, mas 30 minutos de atividade física moderada por dia é suficiente. Se você se exercita com muita intensidade, desencadeia a resposta do seu corpo ao estresse.

Fazer isso repetidamente pode colocar seu corpo em um estado de estresse crônico e, quando isso ocorre, seu sistema imunológico fica enfraquecido. O cortisol, hormônio do estresse, é liberado, o que pode contribuir para o ganho de peso. Este hormônio também tem sido associado a problemas imunológicos, depressão e infertilidade.

5. Pelo estresse de fazer dieta

Mulher estressada por causa da dieta
Um processo de dieta deve envolver um reajuste do seu estilo de vida, e não um cenário de restrição que cause estresse.

O exercício em excesso não é o único aspecto da perda de peso que pode desencadear a resposta do seu corpo ao estresse. Preocupar-se constantemente com o que se come, contar calorias e perder o prazer de comer também pode estressar o seu corpo.

 

Em vez de tentar se adequar às regras estritas de uma dieta, trata-se simplesmente de comer alimentos saudáveis ​​que também satisfaçam o seu paladar.

Você pode se interessar: 5 conselhos para uma dieta de perda de peso bem-sucedida

6. Sua dieta não funciona porque é insustentável

Muitas dietas para perder peso propõem protocolos exigentes, e por isso não podem ser mantidas a longo prazo. Cedo ou tarde, o que você vai precisar fazer é aprender a se alimentar de forma saudável.

Em vez de perder muito tempo enganando seu corpo às custas do seu sistema nervoso central ou da sua saúde, você pode trabalhar com o funcionamento natural do seu organismo.

Você pode fornecer ao seu corpo um fluxo constante de alimentos saudáveis e saborosos para lhe proporcionar energia e vitalidade. Manter um fluxo constante de nutrientes mantém o açúcar no sangue estável, favorecendo a capacidade de concentração e clareza mental.

Além disso, se você aprender a se alimentar de maneira saudável sem passar fome, vai tomar decisões mais inteligentes e conscientes a respeito de quais alimentos comer ou não, e em quais quantidades.

Estas foram as 6 razões pelas quais a sua dieta para perder peso pode não estar funcionando. Agora que você as conhece, tente evitá-las para alcançar o seu objetivo. 

 
  • Mann T, Tomiyama AJ, Westling E, Lew AM, Samuels B, Chatman J. Medicare’s search for effective obesity treatments: diets are not the answer. Am Psychol. 2007 Apr;62(3):220-33. Review. PubMed PMID: 17469900.
  • Berk M, Jacka FN. Diet and Depression-From Confirmation to Implementation. JAMA. 2019 Mar 5;321(9):842-843. doi: 10.1001/jama.2019.0273. PubMed PMID: 30835294.
  • Yildiran H, Mercanligil SM. Does increasing meal frequency improve weight loss and some biochemical parameters in overweight/obese females? Nutr Hosp. 2019 Mar  7;36(1):66-72. doi: 10.20960/nh.2191. PubMed PMID: 30836763.