Qual é o melhor tipo de parceiro para mim?

· 26 de novembro de 2014
Nosso parceiro deve ser alguém cuja imperfeição se adapte às nossas imperfeições, que complemente as nossas necessidades, alguém cujas carências sejam preenchidas por nossas virtudes.

Apaixonar-se, simplesmente acontece! Mas, é importante em todo relação procurar manter certo equilíbrio e sentido comum. Conhecer a si mesma ajudará a compreender que tipo de parceiro te fará feliz! Explicaremos como!

Que tipo de pessoa poderá verdadeiramente me fazer feliz?

Dicas para encontrar o parceiro ideal

Bem, em primeiro lugar, temos que manter a lógica e objetividade. Não podemos passar a vida toda esperando a pessoa adequada, a que sonhamos e que consideramos perfeita.

O mundo está repleto de pessoas imperfeitas que, ao se relacionarem podem se tornar pessoas “perfeitas”, e juntas construírem sua própria felicidade.

Ou seja, não se trata de encontrar a pessoa perfeita, e sim encontrar alguém cuja imperfeição se adapte também às suas.

Alguém que complete suas necessidades, virtudes e preencha  suas carências. É fácil entender e uma aventura que todos merecemos viver, a de construir, crescer e amadurecer entre dois, criando um vínculo único e especial.

Veja a seguir quais são as dimensões que podem ser mais adequadas para as mulheres.

1. Você é extrovertida?

Dizem que pessoas com perfis introvertidos necessitam de personalidades extrovertidas ao seu lado.  A velha e conhecida história da outra metade da laranja.

Mas há que rever esses conceitos. Se, por exemplo, você é uma pessoa introvertida ou tímida, o mais provável é que se sinta acanhada perante uma pessoa de caráter extrovertido, social e ousado; o que provocará talvez uma situação desconfortável.

O ideal, nesse caso, é manter um meio termo, que a parte que seja extremamente extrovertida vá com cautela e busque uma forma de não coibir com determinadas ações a parte tímida.

Saiba mais: 7 frases que podem ferir seu parceiro

2. Você é uma pessoa inquieta, dinâmica e extrovertida?

Nesse caso, e por incrível que pareça, o ideal e mais adequado é ter um parceiro que nos acompanhe e que tenha  sintonia nas atividades.

Se você é o tipo de mulher que gosta de viajar, sair para jantar, encontrar com os amigos e realizar mil compromissos, é muito provável que haja discussões e desajustes quanto a sua forma de viver, sobretudo nos casos de um parceiro que seja mais caseiro.

O dia a dia será mais fácil e prazeroso com alguém que tenha a mesma dinâmica, e que goste de fazer planos entre outras atividades e não coloque barreiras em suas propostas de divertimento, por exemplo.

3. Você é insegura?

Se acaso vê a si mesma como uma pessoa que custa tomar decisões, que costuma sempre ter mais dúvidas do que certezas em tudo que faz; como, por exemplo, iniciar um projeto, mudanças de trabalho, casa, cidade, entre outros.

O parceiro ideal, nesse caso, é alguém que seja seguro, confiante e com habilidades e desenvoltura para qualquer situação.

Um parceiro maduro, mas que essas habilidades não sejam distorcidas e predomine o orgulho, a soberba e a postura de dominação nesta relação.

Seria perfeito encontrar um companheiro maduro e sério, com uma personalidade tranquila, paternal, uma pessoa que te ofereça proteção e apoio. Alguém capaz de diminuir seus medos e te proporcionar segurança e autoestima.

4. Você é impulsiva, controladora e valoriza sobretudo a autoestima?

Há muitas mulheres que procuram parceiros, mas que não querem se sentir “presas” ao companheiro.

Pode parecer quase incompatível a ideia de ter uma relação, quando uma mulher tem essas características.

Mas, surpreendentemente, a relação de mulheres que valorizam antes de tudo o crescimento profissional,  controlar sua própria vida, tomar decisões e que são seguras em tudo que realizam, está cada vez mais em ascensão.

Nesse caso, não seria compatível uma pessoa com o caráter semelhante. Pode surgir uma relação intensa, mas não durável.

Duas pessoas que gostam de controlar a situação em qualquer entorno e agir com independência, não alcançam, em alguns significativos casos, o sucesso de manter uma relação longa.

Por isso, o ideal seria encontrar um parceiro de caráter mais flexível, tranquilo, caseiro que ofereça apoio e cumplicidade em suas atitudes e decisões; respeitando suas inquietudes e aspirações.  

Leia mais: Meu parceiro não me ajuda em casa

O mais importante é procurar um parceiro(a) que te faça feliz

mulher com parceiro feliz

Sabemos perfeitamente que tudo o que mencionamos nesse artigo não é tão fácil de conseguir. Normalmente acabamos nos apaixonando por alguém completamente diferente de nós; que não se enquadra com nosso caráter e forma de pensar e agir.

No entanto, não se preocupe, não importa a diferença, o essencial em uma relação são esses três pontos:  

  • Procure uma pessoa que, mesmo que tenha uma personalidade diferente da sua, seja capaz de te respeitar acima de tudo; assim como de te escutar e valorizar tanto seus defeitos quanto qualidades.
  • Procure uma pessoa que te de motivo para rir todos os dias, alguém que quando você acorde pela manhã te faça pensar “estou feliz e isso é o que importa”.
  • Mantenha uma  relação com o parceiro que faça você se sentir cada dia melhor; alguém que você possa ter uma convivência harmônica e que juntos lutem para tornar os momentos de dificuldades em soluções. Uma pessoa otimista e que, seja qual for seu caráter, que juntos suas características se completem.

Porque, afinal, você merece ser feliz!