Qual é a importância dos legumes na dieta?

11 de janeiro de 2019
Adicionar proteínas, melhorar o trânsito intestinal... quais outros benefícios de comer legumes? Confira a seguir e não deixe de incluí-los na alimentação.

Durante muito tempo, pensava-se que era recomendado limitar os legumes na dieta porque faziam engordar.

No entanto, isso é falso. A única coisa a ser considerada é que seu teor de carboidratos é elevado, por isso que se deve vigiar as quantidades ingeridas.

1. Os legumes na dieta fornecem altas quantidades de proteína vegetal

O primeiro motivo para adicionar legumes à dieta é que contêm elevadas quantidades de proteínas vegetais. A proteína é vital para o desenvolvimento celular e para a criação de massa muscular no corpo.

Caso esteja em uma dieta vegetariana, seja por gosto ou por questões de saúde, adicionar proteínas pode ser complicado.

Para facilitar, adicione uma maior quantidade de legumes à dieta.

Esse teor de proteína vegetal é importante caso esteja buscando acelerar o metabolismo, bem como perder peso.

O motivo é que as dietas ricas em proteína aumentam a capacidade do corpo de queimar gordura após comer.

Pode te interessar ler: Qual é o creme de legumes mais saudável?

2. A atividade do intestino será mais regular

Legumes melhoram o trânsito intestinal

Tem problemas para eliminar toxinas e manter um trânsito intestinal correto? A melhor forma de acelerar a limpeza dos intestinos é consumindo as quantidades corretas de fibras dietéticas.

Nesse sentido, saiba que quando se inclui legumes na dieta, obtém-se este tipo de fibra. Por exemplo, uma xícara de lentilhas cozidas fornecem 16 gramas de fibras.

Isso ajudará a manter o peso ideal ou alcançá-lo mais rapidamente, quando se está tentando perder quilos.

Lembre-se que, às vezes, estes quilos extras não são realmente gordura acumulada, mas sim restos de alimentos que não foram aproveitados pelo corpo, nem eliminados. 

3. Sentirá saciedade com menos alimento

Além de perder quilos ao melhorar o trânsito intestinal, adicionar legumes à dieta trará saciedade por várias horas; sem a necessidade de comer em excesso.

Este é um efeito derivado da fibra contida.

Se já tentou perder quilos, certamente provou alimentos como cereais integrais e sementes (como a chia). Uma opção igualmente simples e econômica é incluir uma porção de legumes.

Comprovou-se que quem come feijões de forma regular, tem um risco menor de desenvolver obesidade e sobrepeso.

Um estudo realizado com quase 1500 participantes durante 8 anos foi o responsável pelos resultados.

4. Reduz os níveis de colesterol e melhora a saúde cardiovascular

Outro benefício de adicionar legumes à dieta é que ao consumi-los de forma regular, reduz-se os níveis de colesterol LDL.

Este é o responsável por causar danos ao coração e se relaciona com a obesidade e seus problemas derivados.

No entanto, lembre-se que o simples consumo destes alimentos não basta para se manter saudável. Para garantir a saúde, é importante incluir uma sessão esportiva diária e uma dieta apropriada.

Dessa forma, manterá estável os níveis de pressão arterial, inflamação e triglicerídeos. Se está tendo problemas com sua saúde cardiovascular, é importante procurar um especialista e seguir suas recomendações.

Veja também: 7 alimentos bons para queimar gordura

5. Estabilizará os níveis de glicose

Legumes para a diabetes

Está lidando com problemas de glicose no sangue? Foi diagnosticado com diabetes ou pré-diabetes? Esses são problemas muito comuns causados pelo estilo de vida atual; no qual é costume incluir alimentos processados e muitos açúcares.

No entanto, saiba que incluir alimentos naturais e saudáveis como os legumes é uma alternativa para controlar esses níveis. Isso se deve ao fato do índice glicêmico e de açúcares ser baixo nos legumes.

Simplesmente, lembre-se de vigiar as quantidades consumidas. Ainda que contenham poucos açúcares, são ricos em carboidratos.

Por isso, quando consumir legumes assegure-se de praticar atividade física.

O momento ideal para consumir legumes é durante a manhã ou de tarde. Procure evitá-los à noite, pois é o momento no qual exercemos menos atividades.

Quais são seus legumes favoritos? Sem importar quais te agradam mais, lembre-se que é vital consumi-los o mais natural possível.

Evite as opções enlatadas e processadas e opte por preparação saudáveis.

  • Bazzano, L. A., Thompson, A. M., Tees, M. T., Nguyen, C. H., & Winham, D. M. (2011). Non-soy legume consumption lowers cholesterol levels: a meta-analysis of randomized controlled trials. Nutrition, metabolism and cardiovascular diseases21(2), 94-103.
  • Papanikolaou, Y., & Fulgoni III, V. L. (2008). Bean consumption is associated with greater nutrient intake, reduced systolic blood pressure, lower body weight, and a smaller waist circumference in adults: results from the National Health and Nutrition Examination Survey 1999-2002. Journal of the American College of Nutrition27(5), 569-576.
  • Paddon-Jones, D., Westman, E., Mattes, R. D., Wolfe, R. R., Astrup, A., & Westerterp-Plantenga, M. (2008). Protein, weight management, and satiety–. The American journal of clinical nutrition87(5), 1558S-1561S.