Quais tipos de dieta devemos evitar? Saiba mais!

28 de janeiro de 2019
Você sabia que nem todas as dietas são apropriadas para o seu corpo? Por isso, hoje explicaremos quais deveria evitar, o máximo possível.

Todos nós, em algum momento, quisemos perder peso. E isso não é ruim, visto que existem muitos problemas de saúde associados à obesidade. Contudo, temos que estar muito prevenidos ao fazer dieta, posto que nem todas são saudáveis e, de fato, podem causar mais danos do que benefícios.

Nesse sentido, trazemos os detalhes de alguns tipos de dietas que devem ser evitadas, já que não são boas para o organismo.

A dieta Atkins e a Dukan

Estes dois tipos de dietas são bastante parecidos entre si. A Atkins se fundamente na eliminação dos carboidratos, pois nela somente é consumido proteínas e gorduras.

Por outro lado, a dieta Dukan é realizada por etapas; das quais na primeira e na segunda também são eliminados os carboidratos, como também as gorduras. Em outras palavras, somente se pode consumir proteínas.

Os perigos destas duas dietas estão relacionados com o fato dos carboidratos serem os encarregados principais de trazer energia para o corpo. Por isso que descartá-los pode gerar todo tipo de problema de saúde.

O consumo exagerado de proteínas pode trazer um desequilíbrio no organismo; como ocorre com qualquer excesso. Isso sem contar com a escassez de vitaminas e minerais, os quais provêm das frutas e das verduras que são suprimidas nestes dois tipos de dieta.

Talvez te interesse ler: Dieta vegana para atletas

Dietas líquidas

Tipos de dieta com somente líquidos

O consumo de bebidas saudáveis não é ruim. No entanto, se a proposta da dieta é abandonar os alimentos inteiros e consumir somente líquidos, algo está errado com este método. 

As restrições em excesso não são boas para a saúde.

Efetivamente, estes tipos de dieta ajudam a perder peso rapidamente; mas a custo de uma ingestão energética insuficiente, o que gera problemas gastrointestinais; bem como descompensações.

Em casos extremos, este tipo de regime pode levar a falhas cardíacas, razão suficiente para evitá-las.

A dieta nasogástrica está entre os tipos de dieta a serem evitados

Em suma, esta é uma dieta extremista que envolve deixar de comer com a boa e comer com o nariz. Implica ingerir os alimentos por meio de uma sonda que vai desde o nariz até o estômago.

Somado a supressão do ato de deglutição, supõe uma ingestão de unicamente 800 calorias, 400 calorias abaixo do consumo mínimo recomendado.

Por tal razão, com somente 10 dias pode-se perder até 10% do peso corporal. Saiba que essa porcentagem é a recomendada para se perder durante todo um ano.

O funcionamento da dieta nasogástrica produz a cetose. Trata-se de um estado no qual o organismo começa a usar as gorduras como energia, ao invés dos carboidratos.

Dieta do astronauta

Trata-se de uma dieta extremamente restritiva, pois supõe o consumo de apenas 500 calorias por dia. Ainda, a base alimentar gira em torno das proteínas, deixando de lado os carboidratos e as gorduras.

Como consequência das limitações, são geradas inumeráveis carências alimentares. Além disso, produz-se um estado anímico desfavorável que contempla mau humor, ansiedade e estresse.

Como esse reduzido consumo calórico é possível ter uma significativa perda de peso em poucos dias. No entanto, quando se retoma a alimentação normal, aparece o efeito rebote.

O que devemos evitar ao fazer uma dieta?

Ainda que tenhamos detalhado os tipos de dietas mais perigosas, é importante mostrar as características de uma dieta nociva. De fato, as que mostramos não são as únicas. As principais características das dietas que devemos evitar são:

As que implicam em um consumo diária inferior de 1200 calorias

Esse é um indicativo de que algo não anda bem; pois nosso corpo requer no mínimo essa quantidade de calorias para funcionar adequadamente.

Promete uma perda de peso quase que milagrosa

Definitivamente não é possível perder grandes quantidades de peso em pouco tempo sem ter consequências. Se você sofre com o sobrepeso, sabe que todos estes quilos a mais não surgiram do nada. Portanto, é ilusão querer perdê-los da noite para o dia.

Porém, algumas dietas extremas podem permitir perder peso. Agora, saiba que isso pode gerar muita fadiga ao corpo. Isso sem contar com o fato de que a rapidez com que perde os quilos, pode ser a mesma com que os ganha de volta.

Lembre-se de algo importante: nenhuma dieta surtirá um efeito a longo prazo, caso não se mude os hábitos alimentares e se comece a praticar exercícios físicos.

Saiba mais nesse artigo: 7 alimentos que prolongam a vida

Não é equilibrada

Tipos de dietas milagrosas com pouca quantidade de comida

Se uma dieta supõe comer um só alimento ou te faz restringir muitos grupos alimentares, duvide de suas qualidades. Nosso corpo requer todos os componentes nutricionais, caso contrário, começará a apresentar diversas dificuldades.

A dieta que devemos considerar

Uma dieta realmente efetiva implicará tempo, e mais do que tempo, uma mudança no estilo de vida. Portanto, contará com a presença dos diferentes grupos nutricionais de maneira balanceada. Nesse sentido, é bom buscar a assessoria de um profissional antes de começar.

  • López-Luzardo, M. (2009). Las dietas hiperproteicas y sus consecuencias metabólicas. Anales Venezolanos de Nutrición. https://doi.org/10.1038/nphys1422
  • Martín, P. M., Pascual, E. L., & Calle Pascual, A. L. (2007). Nutrición y síndrome metabólico. Revista Espanola de Salud Publica. https://doi.org/10.1590/S1135-57272007000500006
  • Marques-Lopes, I., Russolillo, G., Lopes-Rosado, E., & Bressan, J. (2002). Dietas adelgazantes. Anales Del Sistema Sanitario de Navarra.
  • VidaNaturalia. (2015). Cómo elaborar tu propia dieta sana y equilibrada. VidaNaturalia.